Banner Portal
A divulgação da ginástica geral: identificação de uma problemática a partir de um estudo de caso
PDF

Palavras-chave

Ginástica geral. Ginástica para todos. Divulgação. Veículos de comunicação. UNICAMP.

Como Citar

CRUZ, Beatriz Castelló; PAOLIELLO, Elizabeth; TOLEDO, Eliana de. A divulgação da ginástica geral: identificação de uma problemática a partir de um estudo de caso. Conexões, Campinas, SP, v. 10, p. 10–27, 2012. DOI: 10.20396/conex.v10i0.8637659. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8637659. Acesso em: 30 maio. 2024.

Resumo

Muitos são os indicadores que apontam para um crescente desenvolvimento da ginástica geral (ou ginástica para todos) no Brasil. Por outro lado, também parece notório que sua divulgação ainda caminha a passos lentos, dentro e fora da área da Educação Física. Neste contexto, este artigo tem como objetivo apresentar os dados obtidos numa pesquisa, para a partir dela apresentar reflexões, apontamentos de algumas problemáticas e soluções acerca da divulgação desta manifestação da cultura corporal em âmbito nacional. A pesquisa caracterizou-se como um estudo de caso, inicialmente com fontes documentais (veículos de comunicação da UNICAMP) e posteriormente foi realizada uma pesquisa de campo com os alunos da UNICAMP, de caráter exploratório, cujo instrumento foi um questionário, respondido por 145 alunos quarto anistas, de diferentes cursos de graduação. Os dados evidenciaram que há um alto índice de alunos que não sabe o que é a ginástica geral, e tão pouco sabem os trabalhos desenvolvidos pelo Grupo Ginástico Unicamp (GGU), em atividade há 23 anos, e pelo Grupo de Pesquisa em Ginástica da FEF Unicamp, fundado em 1993. Estes dados, somados a uma pesquisa bibliográfica, possibilitaram um olhar mais ampliado para a divulgação da ginástica geral no país, analisando-se as fragilidades e as possibilidades de superação deste quadro.Muitos são os indicadores que apontam para um crescente desenvolvimento da ginástica geral (ou ginástica para todos) no Brasil. Por outro lado, também parece notório que sua divulgação ainda caminha a passos lentos, dentro e fora da área da Educação Física. Neste contexto, este artigo tem como objetivo apresentar os dados obtidos numa pesquisa, para a partir dela apresentar reflexões, apontamentos de algumas problemáticas e soluções acerca da divulgação desta manifestação da cultura corporal em âmbito nacional. A pesquisa caracterizou-se como um estudo de caso, inicialmente com fontes documentais (veículos de comunicação da UNICAMP) e posteriormente foi realizada uma pesquisa de campo com os alunos da UNICAMP, de caráter exploratório, cujo instrumento foi um questionário, respondido por 145 alunos quarto anistas, de diferentes cursos de graduação. Os dados evidenciaram que há um alto índice de alunos que não sabe o que é a ginástica geral, e tão pouco sabem os trabalhos desenvolvidos pelo Grupo Ginástico Unicamp (GGU), em atividade há 23 anos, e pelo Grupo de Pesquisa em Ginástica da FEF Unicamp, fundado em 1993. Estes dados, somados a uma pesquisa bibliográfica, possibilitaram um olhar mais ampliado para a divulgação da ginástica geral no país, analisando-se as fragilidades e as possibilidades de superação deste quadro.
https://doi.org/10.20396/conex.v10i0.8637659
PDF

Referências

CRUZ, B. C. A.; SOUZA, E. P. M. O conhecimento sobre a ginástica geral na Unicamp. In: SIMPÓSIO DE GINÁSTICA: FORMAÇÃO E INTERVENÇÃO EM FOCO, Maringá, 2008. Anais... Maringá: UEM/CCS/DEF, 2008. p.107-109.

SANTOS, J. C. E. Uma visão objetiva da Ginástica Geral na atualidade brasileira. In: FORUM BRASILEIRO DE GINÁSTICA GERAL. 1., Campinas, 1999. Anais... Campinas: UNICAMP: SESC, 2000. p. 24-28.

SOUZA, E. P. M.; PEREZ GALLARDO, J. S. Ginástica geral: duas visões de um fenômeno – uma análise histórica. In: ENCONTRO DE GINÁSTICA GERAL, 1., 1996, Campinas, SP. Coletânea: textos e síntese do I e II Encontro de Ginástica Geral. Campinas: Gráfica Central da Unicamp, 1997. p. 33-36.

TOLEDO, E.; SCHIAVON, L. M. Ginástica geral: identidade e diversidade. In: PAOLIELLO, E. (Org.). Ginástica geral: desafios e reflexões. Barueri: Phorte, 2010.

www.fig-gymnastics.com. Acesso em: 26 de nov. 2006.

SANTOS, J. C. E.; SANTOS, N. G. M. Ginástica geral: elaboração de coreografias e organização de festivais. Jundiaí: Fontoura, 2001.

AYOUB. E. Ginástica geral e educação física escola. 2. ed. Campinas: Ed. da Unicamp, 2008.

TOLEDO, E. O papel da universidade no desenvolvimento da Ginástica Geral no Brasil. In: FÓRUM INTERNACIONAL DE GINÁSTICA GERAL, 3., Campinas, 2005. Anais... Campinas: SESC: UNICAMP/FEF, 2005. p.195-198.

PÉREZ-GALLARDO, J. S.; SOUZA, E. P. M. La experiência del Grupo Ginástico Unicamp en Dinamarca. In: CONGRESSO LATINO AMERICANO – ICHPER – S.D., 3., Foz do Iguaçu, 1995. Anais... Foz do Iguaçu, 1995. p. 292-298.

MATURANA, H.; REZEPKA, S. N. Formación humana y capacitación. Santiago: Dlmen, 1995.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Metodologia do trabalho científico: procedimentos básicos, pesquisa bibliográfica, projeto e relatório, publicações e trabalhos científicos. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2001.

O periódico Conexões: Educação Física, Esporte e Saúde utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.