A produção histórica em ginástica e a constituição desse campo de conhecimento na atualidade

  • Mauricio Santos Oliveira Universidade de São Paulo
  • Myrian Nunomura Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Métodos ginásticos. História da ginástica. Correntes ginásticas.

Resumo

Esse artigo visa evocar a memória acerca da produção histórica em Ginástica com vista a elucidar como esse conteúdo da cultura corporal foi constituído no decorrer dos anos e como esse campo de conhecimento encontra-se na atualidade. Utilizamos como procedimento metodológico a documentação indireta. Compreendemos produção histórica em Ginástica como a forma pela qual a Ginástica foi produzida e modificada em diferentes momentos históricos da civilização humana e se constituiu em um conteúdo da cultura corporal. Percebemos que a Ginástica é percorrida por forças de mudanças, ao mesmo tempo em que revela certas estruturas duradouras cuja dinâmica e percepção radicam sempre nas relações sociais e reproduzem as tensões, os embates, os mecanismos de exclusão e de estigmatização social. Os dados permitem compreender como a Ginástica foi produzida em diferentes períodos e como os contextos sociais, econômicos, políticos e epistemológicos provocaram modificações nas formas de elaboração e apropriação dos conhecimentos produzidos nesse campo específico. Estes aspectos influenciaram as diferentes manifestações gímnicas e a constituição desse campo de conhecimento na atualidade. Percebemos que a Ginástica desenvolveu-se adaptando seus conteúdos, metodologias, técnicas e exigências com vista a atender as necessidades humanas, sejam elas: materiais, espirituais, econômicas, sociais, culturais, morais e afetivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mauricio Santos Oliveira, Universidade de São Paulo
Universidade de São Paulo - USP, São Paulo, Brasil
Myrian Nunomura, Universidade de São Paulo
Doutorado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas, Brasil (2001). Presidente da Comissão Assessora da Diretoria da Universidade de São Paulo , Brasil

Referências

BORTOLETO, M. A. C. A ginástica e as atividades circenses. In: GAIO, R.; GÓIS, A. A. F.; BATISTA, J. C. F. (Org.) A ginástica em questão: corpo e movimento. 2. ed. São Paulo: Phorte, 2010.

BRIKINA, A. T. Gimnasia. Zaragoza: Acribia, 1978.

RAMOS, J. J. Os exercícios físicos na história e na arte. São Paulo: IBRASA, 1982.

DALLO, A. R. A ginástica como ferramenta pedagógica: o movimento como agente de formação. São Paulo: Edusp, 2007.

LAKATOS, E. M., MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1991.

LANGLADE, A.; LANGLADE, N. R. Teoría general de la gimnasia. Buenos Aires: Stadium, 1986.

SANTIN, S. O corpo simplesmente corpo. Movimento, Porto Alegre, v. 7, n. 15, p. 57-73, 2001.

MARINHO, I. P. A ginástica brasileira. Brasília: Gráfica Transbrasil, 1982 apud NUNOMURA, M.; TSUKAMOTO, M. H. C. Fundamentos das ginásticas. Jundiaí: Fontoura, 2009.

SOARES, C. L. et al. Metodologia do ensino de Educação Física. São Paulo: Cortez, 1994.

SOARES, C. L. Educação física: raízes européias e Brasil. 2.ed. Campinas: Autores Associados, 2001.

SOARES, C. L. Imagens da educação no corpo: estudo a partir da ginástica francesa no século XIX. 3. ed. Campinas: Autores Associados, 2005.

BORRMANN, G. Ginástica de aparelhos. Lisboa: Estampa, 1980.

TESCHE, L. O turnen, a educação e a educação física nas escolas teuto-brasileiras, no Rio Grande do Sul: 1852-1940. Itují: Ed. da Unijuí, 2001.

RINALDI, I. P. B. A ginástica como área de conhecimento na formação profissional em Educação Física: encaminhamentos para uma estruturação curricular. 2005. 219 f. Tese (Doutorado em Educação Física) - Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

AYOUB, E. Ginástica geral e educação física escolar. Campinas: Autores Associados, 2003.

SOUZA, E. P. M. A busca do auto-conhecimento através da consciência corporal: uma nova tendência. 1992. 88 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física)-Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1992.

RUSSO, R. C. T. Do corpo usado ao corpo conhecido: uma reflexão a partir da educação física e da ginástica. In: GAIO, R.; GÓIS, A. A. F.; BATISTA, J. C. F. (Org.). A ginástica em questão: corpo e movimento. 2. ed. São Paulo: Phorte, 2010.

AYOUB, E. A ginástica geral na sociedade contemporânea: perspectivas para a Educação Física escolar. 1998. 187 f. Tese (Doutorado em Educação Física)-Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1998.

FIORIN, C. M. A ginástica em Campinas: suas formas de expressão da década de 20 a década de 70. 2002. 173 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física)-Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2002.

OLIVEIRA, M. S.; BORTOLETO, M. A. C. Apontamentos sobre a evolução histórica, material e morfológica dos aparelhos da ginástica artística masculina. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 22, n. 2, p. 283-295, 2011.

BOBO, M.; SIERRA, E. Ximnasia rítmica deportiva: adestramento e competición. Santiago de Compostela: Lea, 1998.

LANGLADE, A.; LANGLADE, N. R Teoria general de la gimnasia. Buenos Aires: Stadium, 1970.

PEREZ GALLARDO, J. S.; AZEVEDO, L. H. R. Fundamentos básicos da ginástica acrobática competitiva. Campinas: Autores Associados, 2007.

PRESTES, J.; ASSUMPÇÃO, C. O. Ginástica em academias. In: GAIO, R.; GÓIS, A. A. F.; BATISTA, J. C. F. (Org.). A ginástica em questão: corpo e movimento. 2.ed. São Paulo: Phorte, 2010.

COOPER, K. H. Capacidade aeróbica. Rio de Janeiro: Fórum, 1972.

SORENSEN, J. Aerobic dancing: what’s it all about. Fitness for Living, v. 8, n. 18, 1974.

BROCHADO, F. A.; BROCHADO, M. M. V. Fundamentos da ginástica de trampolim. In: NUNOMURA, M.; TSUKAMOTO, M. H. C. Fundamentos das ginásticas. Jundiaí: Fontoura, 2009.

SOUZA, E. P. M. Ginástica Geral: uma área do conhecimento da Educação Física. 1997. 163 f. Tese (Doutorado em Educação Física)-Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1997.

Publicado
2012-12-06
Como Citar
Oliveira, M. S., & Nunomura, M. (2012). A produção histórica em ginástica e a constituição desse campo de conhecimento na atualidade. Conexões: Educação Física, Esporte E Saúde, 10, 80-97. https://doi.org/10.20396/conex.v10i0.8637663

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)