O lazer no Brasil: de Getúlio Vargas à Globalização

Autores

  • Eduardo Mosna Xavier Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v10i1.8637695

Palavras-chave:

Lazer. Estado novo. Ditadura militar. Globalização.

Resumo

Os Professores Marco Antonio Bettine de Almeida e Gustavo Luis Gutierrez realizam uma análise crítica e humana do Lazer no Brasil, num período onde esta prática foi popularizada de forma exponencial, qual seja, do início do Estado Novo até a atual e tão comentada Era da Globalização. Focado nos aspectos sociológicos, antropológicos e históricos, o lazer é dissecado em conformidade com a evolução da sociedade brasileira, troando-se cada vez mais complexo na medida em que os Governos se modificam no País. Desta forma, é perceptível as potencialidades e benéficos do Lazer para a população, manifestadas em diversas Políticas Públicas e intervenções do Estado durante o transcurso dos momentos históricos contemplados pela obra

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Mosna Xavier, Universidade de São Paulo

Universidade de São Paulo - USP - São Paulo, Brasil

Downloads

Publicado

2012-05-18

Como Citar

Xavier, E. M. (2012). O lazer no Brasil: de Getúlio Vargas à Globalização. Conexões, 10(1), 153–162. https://doi.org/10.20396/conex.v10i1.8637695

Edição

Seção

Dossiê Praxiologia Motriz - contribuições para a Educação Física