O papel da didática na formação dos professores de educação física: a opinião dos discentes

Autores

  • Andreia Cristina Metzner Faculdades Integradas Fafibe

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v9i1.8637719

Palavras-chave:

Educação física. Didática. Formação profissional.

Resumo

O processo histórico da Educação brasileira mostra que somente no ano de 1969 foram incluídas as matérias pedagógicas na estrutura curricular dos cursos de Licenciatura em Educação Física. Dentre essas matérias pedagógicas encontramos: Didática, Estrutura e Funcionamento do Ensino e, Prática de Ensino/Estágio Supervisionado. A presente pesquisa teve como objetivos discutir o papel da Didática na formação dos professores de Educação Física e verificar a opinião dos alunos sobre essa disciplina. Por meio dos dados obtidos, percebemos que os discentes acreditam que a disciplina de Didática está relacionada as formas de ensinar e que a finalidade dessa disciplina é preparar o futuro professor para a sua atuação pedagógica. Por isso, acreditamos que o papel dessa disciplina para formação profissional precisa ser melhor discutida nos cursos de licenciaturas para que os graduandos possam entender que ser professor é um processo dinâmico onde teoria e prática se completam.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andreia Cristina Metzner, Faculdades Integradas Fafibe

Possui graduação em Bacharelado em Educação Física pela Universidade Federal de São Carlos (2000), graduação em Licenciatura em Educação Física pela Universidade Federal de São Carlos (1998) e mestrado Educação pela Universidade Federal de São Carlos (2004). Atualmente é professora das Faculdades Integradas Fafibe de Bebedouro e professora pré-escola da Prefeitura Municipal de São Carlos. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Metodologia de Ensino, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação Física Escolar, Educação Infantil, Educação Básica, criança, atividade física e movimento.

Referências

LIBÂNEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez, 1994.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, 1996.

BORGES, C. M. F. O professor de Educação Física e a construção do saber. Campinas: Papirus, 1998. (Coleção Magistério: Formação e trabalho Pedagógico).

CASTRO, A. D. O ensino: objeto da didática. In: CASTRO, A. D.; CARVALHO, A. M. P. (Org.). Ensinar a ensinar: didática para a escola fundamental e média. São Paulo: Thomson Learning, 2006.

LIBÂNEO, J. C. Educação: pedagogia e didática – o campo investigativo da pedagogia e da didática no Brasil: esboço histórico e buscas de identidade epistemológica e profissional. In: PIMENTA, S. G. (Org.). Didática e formação de professores: percursos e perspectivas no Brasil e em Portugal. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2006. p. 77-129.

HAYDT, R. C. C. Curso de didática geral. 7. ed. São Paulo: .Ática, 2002.

PENIN, S. T. S. Didática e Cultura: o ensino comprometido com o social e a contemporaneidade. In: CASTRO, A D.; CARVALHO, A M. P. (Org.). Ensinar a e Ensinar: didática para a escola fundamental e média. São Paulo: Thomson Learning, 2006.

PIMENTA, S. G. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, S. G. (Org). Saberes pedagógicos e atividade docente. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2005. p. 15-34.

MIZUKAMI, M. G. N. Aprendizagem da docência: algumas contribuições de L. S. Shulman. Revista Educação Especial, v. 29, n. 2. 2004. Disponível em: www.ufsm.br/ce/revista/revce/2004/02/r3.htm. Acesso em: 26 set. 2008.

AZZI, S. Trabalho docente: autonomia didática e construção do saber 4. ed. São Paulo: Cortez, 2005. p. 35-60.

PIMENTA, S. G. Para uma re-significação da didática – ciências da educação, pedagogia e didática (uma revisão conceitual e uma síntese provisória). In: PIMENTA, S. G. (Org.). Didática e formação de professores: percursos e perspectivas no Brasil e em Portugal. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2006. p. 19-76.

CATANI, D. B. A Didática como Iniciação: uma alternativa no processo de formação de professores. In: CASTRO, A. D.; CARVALHO, A. M. P. (Org.). Ensinar a ensinar: didática para a escola fundamental e média. São Paulo: Thomson Learning, 2006.

NASCIMENTO, J. V. Formação do profissional de Educação Física e as novas diretrizes: reflexões sobre a reestruturação curricular. In: SOUZA NETO, S.; HUNGER, D. (Org.). Formação profissional em Educação Física: estudos e pesquisas. Rio Claro: Biblioética, 2006. p. 59-75.

BETTI, M. Perspectivas na formação profissional. In: MOREIRA, W. (Org.). Educação Física & esportes: perspectivas para o século XXI. Campinas: Papirus, 1992. p. 239-254.

SILVA, S. A. P. S. et al. Análise da nova proposta curricular do curso de Educação Física da Universidade São Judas Tadeu frente às Diretrizes Curriculares Nacionais e CONFEF. In: SOUZA NETO, S.; HUNGER, D. (Org.). Formação Profissional em Educação Física: estudos e pesquisas. Rio Claro: Biblioética, 2006. p. 159-171.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação/Câmara do Ensino Superior. Parecer CNE/CES no 0058/2004, de 18 de fevereiro de 2004: diretrizes curriculares nacionais para os cursos de graduação em Educação Física.

CANDAU, V. M. A didática e a formação de educadores – da exaltação à negação: a busca da relevância. In: CANDAU, V. (Org). A didática em questão. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 1987. p. 12-22.

MEDEIROS, M. Didática e prática de ensino da Educação Física: para além de uma abordagem formal. Goiânia: Ed. UFG, 1998.

ANDRÉ, M. E. D. A. Tendências no ensino de didática no Brasil. In: PIMENTA, S. G. (Org.). Didática e formação de professores: percursos e perspectivas no Brasil e em Portugal. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2006. p. 191-204.

RANGEL, I. C. Pesquisa baseada na ação profissional em ensino. In: NARDI, R. (Org.). Pesquisa em ensino de Ciências e Matemática: ciências e educação. 1996. p.37-43.

PEREIRA, J. M.; HUNGER, D.; SOUZA NETO, S. A relação teoria e prática na formação do bacharel em Educação Física e esporte. In: SOUZA NETO, S.; HUNGER, D. (Org.). Formação profissional em Educação Física: estudos e pesquisas. Rio Claro: Biblioética, 2006. p. 109-119.

HUNGER, D.; FERREIRA, L. A. As diretrizes curriculares nacionais para cursos de graduação em educação física e de licenciaturas. In: SOUZA NETO, S.; HUNGER, D. (Org.). Formação profissional em Educação Física: estudos e pesquisas. Rio Claro: Biblioética, 2006. p. 141-146.

Downloads

Publicado

2011-05-26

Como Citar

METZNER, A. C. O papel da didática na formação dos professores de educação física: a opinião dos discentes. Conexões, Campinas, SP, v. 9, n. 1, p. 166–192, 2011. DOI: 10.20396/conex.v9i1.8637719. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8637719. Acesso em: 28 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos