Avaliação da aptidão cardio-respiratória através do Teste De Caminhada Em Esforço Controlado (TCEC)

Autores

  • Carlos Aparecido Zamai Universidade Paulista
  • Alan Alessandro Rodrigues Universidade Paulista
  • Marcelo Filocomo Universidade Paulista
  • Luiz Ernani Santos Braga Universidade Paulista
  • José Fernando de Oliveira Universidade Paulista

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v8i2.8637747

Palavras-chave:

Aptidão cardiorespiratória. VO2 máx. Avaliação física. Testes.

Resumo

O consumo máximo de oxigênio (VO2 máx.) é considerado como um índice determinante da aptidão cardiorespiratória. Atualmente, as avaliações deste parâmetro ficam restritas a poucos pelos altos custos operacionais e/ou pela necessidade de boa aptidão física por parte do avaliado. O objetivo deste trabalho é avaliar a proposta de teste para avaliação da capacidade cardio-respiratória (TCEC). Para este estudo foram analisadas 37 sujeitos, sendo n=09 obesos (03 homens e 06 mulheres), n=10 mulheres na pós-menopausa e 18 estudantes universitários (15 homens e 03 mulheres), idade entre 13 a 72 anos, moradores da cidade de Campinas, realizaram testes e retestes, de acordo com o TCEC, para avaliação da reprodutibilidade deste teste. Este estudo mostra um alto nível de reprodutibilidade do teste proposto, visto que quando este é aplicado e reaplicado num curto período de tempo, independentemente do avaliador, os resultados são muito similares. Assim, os resultados obtidos nos motivam a estudos mais aprofundados, com ênfase na validação do TCEC.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Aparecido Zamai, Universidade Paulista

Universidade Paulista.

Alan Alessandro Rodrigues, Universidade Paulista

Universidade Paulista.

Marcelo Filocomo, Universidade Paulista

Universidade Paulista

Luiz Ernani Santos Braga, Universidade Paulista

Universidade Paulista

José Fernando de Oliveira, Universidade Paulista

Universidade Paulista

Referências

AMERICAN College of Sports Medicine. Guidelines for exercise testing and prescription. 6th. ed. Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins, 2000.

BYRNE, N. M.; HILLS, A. P. Relationships between HR and VO2 in the obese. Med Sci Sports Exerc, v. 34, n. 9, p. 1419-27, 2002.

CHURCH, T. S. et al. Usefulness of cardiorespiratory fitness as a predictor of all-cause and cardiovascular disease mortality in men with systemic hipertension. Am J Cardiol, v. 88, n. 6, p. 651-656, 2001.

DENADAI, B.S. Avaliação aeróbia: determinação indireta da resposta do lactato sanguíneo. Motriz, Rio Claro, p. 3-24; 2000.

DUARTE, M. F. S.; DUARTE, C. R. Validade do teste aeróbico de corrida de vai-e-vem de 20 metros. Rev Bras Cien Mov, v. 9, n. 3, p. 07-14, 2001.

FOSS, M.L.; KETEYIAN, S.J. Fox’s physiological basis for exercise and sport. 6th ed. New York: McGraw-Hill Company; 1998.

FOX, E. L.; BOWERS, R.W., FOSS, M. L. Bases fisiológicas da Educação Física e dos desportos. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 1991.

GONÇALVES, J. A. P. Condição física. 2. ed. Brasília: EBRASA, 1970.

GUEDES, D. P.; GUEDES, J. E. R. Exercício físico na promoção da saúde. Londrina: Midiograf, 1995.

GUORAYEB, N.; LEITE BARROS, T. O Exercício: preparação fisiológica, avaliação médica, aspectos especiais e preventivos. São Paulo: Atheneu; 1999.

KURL, S. et al. Cardiorespiratory fitness and the risk for stroke in men. Arch Intern Med, v. 163, p.1682-1688, 2003.

LEITE, P. F. Aptidão física, esporte e saúde. 3. ed. São Paulo: Robe Editorial; 2000.

LEIBETSEDER V. J.; EKMEKCIOUGLU, C.; HABER, P. A simple running test to estimate

cardiorespiratory fitness. J Exerc Physiol, v. 3, n. 5, 06-13, 2002.

MCARDLE, W. D; KATCH, F. I.; KACTH, V. L. Fisiologia do exercício, energia, nutrição e desempenho humano. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1998.

MCARDLE, W. D; KATCH, F. I.; KACTH, V. L. Fundamentos de fisiologia do exercício. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

MATSUDO, S. M.; MATSUDO, V. K. R.; BARROS NETO, T. L. Impacto do envelhecimento nas variáveis antropométricas, neuro-motoras e metabólicas da aptidão física. Rev Bras Cienc Mov, v. 8, n. 4, p. 21-32, 2000.

MATWEUS, D. K. Medida e avaliação em Educação Física. Rio de Janeiro: Interamericana; 1980.

NAHAS, M. V. Atividade física, saúde e qualidade de vida: conceitos e sugestões para um estilo de vida ativo. Londrina: Midiograf, 2001.

NEDER, J. A.; NERY, L. E. Fisiologia clínica do exercício: teoria e prática. São Paulo: Artes Médicas, 2003.

POLLOCK, M. L.; WILMORE, J. H. Exercícios na saúde e na doença: avaliação e prescrição para prevenção e reabilitação. 2. ed. Rio de Janeiro: Medsi, 1993.

POWERS, S. K; HOWLEY, E. T. Fisiologia do exercício, teoria e aplicação ao condicionamento e ao desempenho. 3. ed. São Paulo: Manole, 2000.

ZAR, J. Biostatistical analyses. New Jersey: Prentice-Hall, 1999.

WEINECK, J. Futebol total: o treinamento físico no futebol. São Paulo: Phorte, 2000.

Downloads

Publicado

2010-07-23

Como Citar

Zamai, C. A., Rodrigues, A. A., Filocomo, M., Braga, L. E. S., & Oliveira, J. F. de. (2010). Avaliação da aptidão cardio-respiratória através do Teste De Caminhada Em Esforço Controlado (TCEC). Conexões, 8(2), 146–158. https://doi.org/10.20396/conex.v8i2.8637747

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)