Banner Portal
Avaliação da aptidão cardio-respiratória através do Teste De Caminhada Em Esforço Controlado (TCEC)
PDF

Palavras-chave

Aptidão cardiorespiratória. VO2 máx. Avaliação física. Testes.

Como Citar

ZAMAI, Carlos Aparecido; RODRIGUES, Alan Alessandro; FILOCOMO, Marcelo; BRAGA, Luiz Ernani Santos; OLIVEIRA, José Fernando de. Avaliação da aptidão cardio-respiratória através do Teste De Caminhada Em Esforço Controlado (TCEC). Conexões, Campinas, SP, v. 8, n. 2, p. 146–158, 2010. DOI: 10.20396/conex.v8i2.8637747. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8637747. Acesso em: 19 jul. 2024.

Resumo

O consumo máximo de oxigênio (VO2 máx.) é considerado como um índice determinante da aptidão cardiorespiratória. Atualmente, as avaliações deste parâmetro ficam restritas a poucos pelos altos custos operacionais e/ou pela necessidade de boa aptidão física por parte do avaliado. O objetivo deste trabalho é avaliar a proposta de teste para avaliação da capacidade cardio-respiratória (TCEC). Para este estudo foram analisadas 37 sujeitos, sendo n=09 obesos (03 homens e 06 mulheres), n=10 mulheres na pós-menopausa e 18 estudantes universitários (15 homens e 03 mulheres), idade entre 13 a 72 anos, moradores da cidade de Campinas, realizaram testes e retestes, de acordo com o TCEC, para avaliação da reprodutibilidade deste teste. Este estudo mostra um alto nível de reprodutibilidade do teste proposto, visto que quando este é aplicado e reaplicado num curto período de tempo, independentemente do avaliador, os resultados são muito similares. Assim, os resultados obtidos nos motivam a estudos mais aprofundados, com ênfase na validação do TCEC.
https://doi.org/10.20396/conex.v8i2.8637747
PDF

Referências

AMERICAN College of Sports Medicine. Guidelines for exercise testing and prescription. 6th. ed. Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins, 2000.

BYRNE, N. M.; HILLS, A. P. Relationships between HR and VO2 in the obese. Med Sci Sports Exerc, v. 34, n. 9, p. 1419-27, 2002.

CHURCH, T. S. et al. Usefulness of cardiorespiratory fitness as a predictor of all-cause and cardiovascular disease mortality in men with systemic hipertension. Am J Cardiol, v. 88, n. 6, p. 651-656, 2001.

DENADAI, B.S. Avaliação aeróbia: determinação indireta da resposta do lactato sanguíneo. Motriz, Rio Claro, p. 3-24; 2000.

DUARTE, M. F. S.; DUARTE, C. R. Validade do teste aeróbico de corrida de vai-e-vem de 20 metros. Rev Bras Cien Mov, v. 9, n. 3, p. 07-14, 2001.

FOSS, M.L.; KETEYIAN, S.J. Fox’s physiological basis for exercise and sport. 6th ed. New York: McGraw-Hill Company; 1998.

FOX, E. L.; BOWERS, R.W., FOSS, M. L. Bases fisiológicas da Educação Física e dos desportos. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 1991.

GONÇALVES, J. A. P. Condição física. 2. ed. Brasília: EBRASA, 1970.

GUEDES, D. P.; GUEDES, J. E. R. Exercício físico na promoção da saúde. Londrina: Midiograf, 1995.

GUORAYEB, N.; LEITE BARROS, T. O Exercício: preparação fisiológica, avaliação médica, aspectos especiais e preventivos. São Paulo: Atheneu; 1999.

KURL, S. et al. Cardiorespiratory fitness and the risk for stroke in men. Arch Intern Med, v. 163, p.1682-1688, 2003.

LEITE, P. F. Aptidão física, esporte e saúde. 3. ed. São Paulo: Robe Editorial; 2000.

LEIBETSEDER V. J.; EKMEKCIOUGLU, C.; HABER, P. A simple running test to estimate

cardiorespiratory fitness. J Exerc Physiol, v. 3, n. 5, 06-13, 2002.

MCARDLE, W. D; KATCH, F. I.; KACTH, V. L. Fisiologia do exercício, energia, nutrição e desempenho humano. 4. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1998.

MCARDLE, W. D; KATCH, F. I.; KACTH, V. L. Fundamentos de fisiologia do exercício. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.

MATSUDO, S. M.; MATSUDO, V. K. R.; BARROS NETO, T. L. Impacto do envelhecimento nas variáveis antropométricas, neuro-motoras e metabólicas da aptidão física. Rev Bras Cienc Mov, v. 8, n. 4, p. 21-32, 2000.

MATWEUS, D. K. Medida e avaliação em Educação Física. Rio de Janeiro: Interamericana; 1980.

NAHAS, M. V. Atividade física, saúde e qualidade de vida: conceitos e sugestões para um estilo de vida ativo. Londrina: Midiograf, 2001.

NEDER, J. A.; NERY, L. E. Fisiologia clínica do exercício: teoria e prática. São Paulo: Artes Médicas, 2003.

POLLOCK, M. L.; WILMORE, J. H. Exercícios na saúde e na doença: avaliação e prescrição para prevenção e reabilitação. 2. ed. Rio de Janeiro: Medsi, 1993.

POWERS, S. K; HOWLEY, E. T. Fisiologia do exercício, teoria e aplicação ao condicionamento e ao desempenho. 3. ed. São Paulo: Manole, 2000.

ZAR, J. Biostatistical analyses. New Jersey: Prentice-Hall, 1999.

WEINECK, J. Futebol total: o treinamento físico no futebol. São Paulo: Phorte, 2000.

O periódico Conexões: Educação Física, Esporte e Saúde utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.