Estudo do salto vertical máximo: análise da correlação de forças aplicadas

Autores

  • Antonia DP Bankoff
  • Emerson Miguel Cruz

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v8i1.8637754

Palavras-chave:

Salto vertical, Força, Velocidade, Potência, Correlação.

Resumo

As variáveis estudadas foram: a altura máxima atingida, a potência, a força de saída do solo, a força de chegada no solo, a força relativa e a velocidade. Foi usado um sistema de plataforma de força com câmaras de vídeo e infravermelho sincronizadas a este o que permitiam a obtenção dos valores de força e a reprodução virtual dos saltos. Participaram do estudo 15 sujeitos do sexo masculino com idades entre 17 e 35 anos, atletas de handebol da cidade de Goiânia. Cada sujeito realizou três saltos verticais máximos estilo “counter moviment jump”. A análise correlacional mostrou que a variável que mais se relacionou com a máxima impulsão vertical foi a velocidade (r = 0,99; P<0,001 e r2 = 99%) e a variável que mostrou maior relação com a potência foi a força de saída do solo (r = 0,85; P<0,001 e r2 = 73,28). A análise comparativa entre os maiores e os menores resultados para o salto nos mostra que o primeiro grupo conseguiu resultados 37,6% maior que o segundo grupo e as variáveis que mais contribuíram para isto foram a velocidade e a potência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-04-01

Como Citar

Bankoff, A. D., & Cruz, E. M. (2010). Estudo do salto vertical máximo: análise da correlação de forças aplicadas. Conexões, 8(1). https://doi.org/10.20396/conex.v8i1.8637754

Edição

Seção

Artigos