Banner Portal
Percepção do educador físico sobre a escola pública
PDF

Palavras-chave

Consciência. Mudança social. Interdisciplinaridade.

Como Citar

REIS, Renato Luz. Percepção do educador físico sobre a escola pública. Conexões, Campinas, SP, v. 7, n. 1, p. 77–97, 2009. DOI: 10.20396/conex.v7i1.8637787. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8637787. Acesso em: 13 abr. 2024.

Resumo

Esta pesquisa procurou compreender o envolvimento que o educador precisa ter com as pessoas que freqüentam as escolas públicas e sua importância na humanização e formação de seus alunos. Participaram desta pesquisa 25 (vinte e cinco) professores de Educação Física de ambos os sexos e que lecionam na rede pública de ensino estadual, foi utilizado um questionário para a coleta dos dados. Foi verificado que na opinião dos professores entrevistados, o espaço físico adequado 26%, condições materiais 24,7%, são necessárias para a melhoria da escola pública. Os obstáculos que eles encontram são: a política educacional 56,4% e a legislação 25,7%. As mudanças que eles buscariam seria a busca pela interdisciplinaridade 92,6%. Também 23,3%, dos professores dizem que os outros professores, o vêem como aquele que não sabe ler e escrever e 30%, de trabalhador braçal/manual, e outros 30%, não sofre preconceitos. Os professores se vêem como conscientes de seus atos e que a mudança pela melhoria da escola 69,2%, é a sua motivação para continuar a lecionar. Os professores de Educação Física reconhecem sua importância e tem consciência de seu trabalho para a escola pública, e que ela necessita de melhorias que dependem da política educacional e a interdisciplinaridade.
https://doi.org/10.20396/conex.v7i1.8637787
PDF

Referências

BATISTA, L. C. C. Educação Física no ensino fundamental. 2. ed. Rio de Janeiro: 2003.

BARBOSA, C. L. A. Educação Física Escolar. 3. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 1997.

BETTI, M. Educação Física e mídia: novos olhares, outras práticas. São Paulo: Hucitec, 2003.

BETTI, M. Educação Física e sociedade. São Paulo: Movimento, 1991.

CAMPOS, N. P. A construção do olhar estético-crítico do educador. Florianópolis: Ed. da USF, 2002.

CASTELLANI FILHO, L. Educação Física no Brasil: a história que não se conta. 5. ed. Campinas: Papirus, 2000.

CUNHA, M. S. V. Educação Física ou ciência da motricidade humana. Campinas: Papirus, 1991.

DARIDO, S. C. Educação Física na escola: questões e reflexões. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003.

DAOLIO, J. Da cultura do Corpo. 10. ed. Campinas: Papirus, 2005.

FERREIRA NETO, A. F. Educação Física: ensino e realidade. Ed. da UFES, 1994.

FREIRE, P. A Educação na cidade. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1995.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

PEREZ GALLARDO, J. S. Educação Física: contribuições à formação profissional. 4. ed. Íjui: Ed. Da Unijuí, 2004.

GONÇALVES, M. A. S. Sentir, pensar, agir: corporeidade e educação. 2. ed. Campinas: Papirus,

KUNZ, E. Educação Física: ensino e mudanças. 2. ed. Ijuí: Ed. da Unijuí, 2001.

LIBÂNEO, J. C. Democratização da escola pública. 13. ed. São Paulo: Loyola, 1995.

MOREIRA, C. E. Educação Física escolar: desafios e propostas. Jundiaí: Fontoura, 2004.

OLIVEIRA, V. M. Educação Física humanista. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1985.

PAIÂNO, R. Possibilidades de orientação da prática pedagógica do professor de educação física: situações de desprazer na opinião dos alunos. Revista Mackenzie de Educação Física e Esportes, v. 5, 2006. Disponível em: http//: www.mackenzie.com.br/editoramackenzie/revistas/edfisica5n1/art4/edfis/. Acesso em: 17 nov. 2006.

PEREIRA, F. M. Dialética da cultura física. São Paulo: Ícone, 1988.

PIMENTA, S. G. De professores, pesquisa e didática. Campinas: Papirus, 2002.

SANTIN, S. Educação Física: uma abordagem filosófica da corporeidade. Ijuí: UNIJUI, 1987.

SANTOS, E. S. Olho mágico: cotidiano, o debate e a crítica em educação física. Canoas: ULBRA, 2001.

SAVIANI, D. Educação brasileira: estrutura e sistema. 8. ed. Campinas: Autores Associados, 2000.

SAVIANI, D. Educação: do senso comum à consciência filosófica. 11. ed. Campinas: Autores Associados, 1993.

SILVA, J. M. da. A autonomia na escola pública. Campinas: Papirus, 1996.

VAZ, A. F.; SAYÃO, D. T.; PINTO, F. M. Educação do corpo e formação de professores: reflexões sobre a pratica de ensino de educação física. Florianópolis: Ed da UFSC, 2002.

WENZEL, R. L. Professor: agente da educação? Campinas: Papirus, 1994.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.

O periódico Conexões: Educação Física, Esporte e Saúde utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.