Efeito agudo dos métodos de alongamento estático e dinâmico sobre a forca dinâmica

Autores

  • Jander Claiton Ferreira de Souza Universidade do Vale do Sapucaí
  • Alvaro Cesar de Oliveira Penoni Centro Universitário de Lavras

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v6i0.8637819

Palavras-chave:

Força. Alongamento. Musculação.

Resumo

O Objetivo deste estudo foi analisar o efeito dos métodos de alongamento estático e dinâmico sobre o desempenho da força dinâmica no aparelho de supino reto. Foram selecionados 15 voluntários, com idade entre 20 e 30 anos. Os voluntários foram divididos em três grupos (G1, G2 e G3) e realizaram o teste de carga máxima. Para a programação das séries no supino, foram determinados 90% da carga máxima. Para a coleta de dados, seguiu-se o seguinte procedimento: G1 - alongamento estático e série de exercícios no aparelho supino reto; G2 - alongamento balístico e série de exercícios no aparelho supino reto; G3 - alongamento estático e dinâmico e série de exercícios no supino reto. Concluiu-se que os estímulos alongamento estático, balístico e combinado não provocaram influência aguda sobre a força dinâmica no exercício supino reto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jander Claiton Ferreira de Souza, Universidade do Vale do Sapucaí

Universidade do Vale do Sapucaí

Alvaro Cesar de Oliveira Penoni, Centro Universitário de Lavras

Centro Universitário de Lavras

Downloads

Publicado

2008-07-15

Como Citar

Souza, J. C. F. de, & Penoni, A. C. de O. (2008). Efeito agudo dos métodos de alongamento estático e dinâmico sobre a forca dinâmica. Conexões, 6, 132–143. https://doi.org/10.20396/conex.v6i0.8637819

Edição

Seção

Artigos