O avanço da civilização e as atividades físicas de aventura como meio de lazer: a tecnologia como fator de afastamento e aproximação da natureza

Autores

  • José Roberto Herrera Cantorani Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Constantino Ribeiro de Oliveira Junior Universidade Estadual de Ponta Grossa

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v3i2.8637951

Palavras-chave:

Atividades de aventura. Lazer. Processo de civilização.

Resumo

O presente estudo tem como objetivo discutir as atividades de aventura numa perspectiva de inter-relação com as necessidades de lazer e aspectos relacionados à vida em sociedade. A influência de determinados efeitos do processo de modernização e conseqüentes restrições provenientes do processo de civilização é, nesse sentido, peças fundamentais para o propósito que aqui se desenha. Dessa forma, com a intenção de melhor conhecer as bases em que vêm se estabelecendo o aumento das práticas das atividades de aventura, opera-se a tentativa de compreender e descobrir os sentidos, as relações e tendências deste fenômeno em detrimento de situações e formas de pressões evidenciadas na sociedade hodiernas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Roberto Herrera Cantorani, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Grupo de Pesquisa Esporte, Lazer e Sociedade/UEPG

Constantino Ribeiro de Oliveira Junior, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Grupo de Pesquisa Esporte, Lazer e Sociedade/UEPG

Downloads

Publicado

2007-11-06

Como Citar

Cantorani, J. R. H., & Oliveira Junior, C. R. de. (2007). O avanço da civilização e as atividades físicas de aventura como meio de lazer: a tecnologia como fator de afastamento e aproximação da natureza. Conexões, 3(2), 1–14. https://doi.org/10.20396/conex.v3i2.8637951

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)