Efeito da idade relativa em nadadores participantes do Mundial de esportes Aquáticos Barcelona 2013

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v13i2.8640656

Palavras-chave:

Efeito da idade relativa, Atletas, Natação

Resumo

A natação internacional é caracterizada pelo número de atletas que atingem índices para disputar competições internacionais. Dentro dos fatores que antecedem este pressuposto existem as categorias, que são determinadas pelo ano de nascimento, no qual o processo de seleção favorece aqueles com melhor desempenho. Vários estudos realizados sugerem que as datas de nascimento podem beneficiar atletas nascidos no início do ano esportivo. Esta vantagem cronológica é definida como efeito da idade relativa, no qual os jovens nascidos nos primeiros meses de calendário competitivo podem ser beneficiados, sendo que, estes possuem maior idade cronológica e probabilidade de estarem em estágios de maturação biológica mais avançada. Este trabalho analisou o efeito da idade relativa em nadadores participantes do Mundial de Esportes Aquáticos de Barcelona 2013 do sexo masculino e feminino. Os resultados apontam que o EIR está presente quando se analisa a especificidade da prova. As outras variáveis se aproximaram da diferença significativa ou mesmo sem significância estatística percebe-se o EIR em todas as análises. Conclui-se que o EIR foi identificado em relação à especificidade das provas. Acredita-se que ao analisar uma amostragem maior, o EIR será mais consistente nas demais categorias comparadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Otávio Gomide Costa, Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Graduado em Educação Física Universidade Federal de Ouro Preto

Emerson Filipino Coelho, Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Doutorado em Ciências da Saúde - UFRJ Professor Ajunto do Centro Desportivo da Universidade Federal de Ouro Preto - CEDUFOP

Francisco Zakaron Werneck, Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Doutorado em Ciências - UFRJ Professor Ajunto do Centro Desportivo da Universidade Federal de Ouro Preto - CEDUFOP

Leandro Vinhas de Paula, Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Mestrado em Ciências do Esporte - UFMG Técnico Administrativo do Centro Desportivo da Universidade Federal de Ouro Preto - CEDUFOP

Renato Melo Ferreira, Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Doutorado em Ciências do Esporte - UFMG Professor Ajunto do Centro Desportivo da Universidade Federal de Ouro Preto - CEDUFOP

Referências

MAGLISCHO, E. W. Nadando o mais rápido possível. 3. ed. Barueri: Manole, 2010.

SAAVEDRA, J. M.; ESCALANTE, Y.; RODRIGUES, F. A. A evolução da natação. Lecturas, Educacion Fisica y Deportes, Buenos Aires, v. 9, n. 66, 2003.

FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE NATAÇÃO (FINA). Histórico das provas oficiais. Disponível em: http://www.fina.org/H2O/. Acesso em: 17 nov. 2013.

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE DESPORTOS AQUÁTICOS. Categorias da natação. Disponível em: http://www.cbda.org.br/cbda/natacao/ regulamentos. Acesso em: 19 nov. 2011.

MEDIC, N. et al. Gender, age, and sport differences in relative age effects among US masters swimming and track and field athletes. Journal of Sports Sciences, London, v. 27, n. 14, p. 1535-1544, 2009.

MUSH, J.; GRODIN, S. Unequal competition as an impediment to personal development: a review of the relative e age effect in sport. Development Review, New York, v. 21, n. 2, p. 147-167, 2001.

COSTA, A. M. et al. The relative age effect among elite youth competitive swimmers. European Journal of Sports Science, v. 13, n. 5, p. 437-444, 2012.

GONAUS, C.; MULLER, E. Using physiological data to predict future career progression in 14- to 17-year-old Austrian soccer academic players. Journal Sports Sciences, London, v. 30, n. 15, p. 1673-1682, 2012.

MALINA, R.; BOUCHARD, C.; BAR-OR, O. Crescimento, maturação e atividade física. 2. ed. São Paulo: Phorte, 2009.

MALINA, R. et al. Skeletal maturation, somatic growth and physical fitness in girls 6-16 of age. International Journal of Sports Medicine, Stuttgart, v. 18, n. 6, p. 413-419, 1997.

CARLI, G. C. et al. Efeito da idade relativa no futebol. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasilia, v. 3, n. 17, p. 25-31, 2009.

PENNA, E. M. et al. A. Efeito da idade relativa no futsal de base de Minas Gerais. Revista Brasileira Ciência do Esporte, v. 34, n. 1, p. 41-51, 2012.

ALBUQUERQUE, M. R. et al. Relative age effect in olympic taekwondo athletes. Perceptual & Motor Skills, Missoula, v. 114, n. 2, p. 461-468, 2012.

DELORME, N.; RASPAUD, M. The relative age effect in young french basketball players: a study on the whole population. Scandinavian Journal of Medicine e Science in Sports, Oxford, v. 19, n. 2, p. 235-242, 2009.

LIDOR, R. et al. Relative age effect and birthplace effect in division 1 female ballgame players: the relevance of sport-specific factors. International Journal of Sport and Exercise Psychology, Morgantown, v. 12, n. 1, p. 19-33, 2012.

RYAN, P. The relative age effect on minor sport participation: faculty of graduate studies and research. 1989. 121 f. Thesis. (Master Degree) - McGill University Montreal, Canadá, 1989.

MALINA, R. et al. Height, mass and skeletal maturity of elite Portugueses soccer players aged 11 – 16 years. Journal of Sports Sciences, London, v. 18, n. 9, p. 685-693, 2000.

NAZARIO, P. F. et al. Níveis de motivação em nadadores: Uma comparação em relação a autoeficácia, sexo e categoria da modalidade. Revista Biomotriz, Cruz Alta, v. 7, n. 1, p. 29-41, 2003.

RÉ, A. H. N. Crescimento, maturação e desenvolvimento na infância e adolescência: Implicações para o esporte. Motricidade, Ribeira de Pena, v. 7, n. 3, p. 55-67, 2011.

FARIA, T. G. Comparative analysis of intrinsic motivation level of athletes between 16 to 18 years of age who are participants of team and individual sports with different levels of experience. FIEP Bulletin, Foz do Iguaçú, v. 78, n. 1, p. 162-164, 2008.

SALES, E. F. et al. Análise da motivação em atletas da seleção brasileira nos jogos mundiais escolares. Coleção Pesquisa em Educação Física, Várzea Paulista, v. 9, n. 2, p. 45-50, 2010.

FERREIRA, R. M. et al. Nadadores medalhistas olímpicos: Contexto do desenvolvimento brasileiro. Motriz, Rio Claro, v. 18, n. 1, p. 130-142, 2012.

PENNA, E. M.; MORAES, L. C. C. A. Efeito relativo da idade em atletas brasileiros de futsal de alto nível. Motriz, Rio Claro, v. 16, n. 3, p. 658-663, 2010.

BAXTER-JONES, A. et al. Growth and development of male gymnasts, swimmers, soccer and tennis players: a longitudinal study. Annals of Human Biology, London, v. 22, n. 5, p. 381-394, 1995.

BRANSLEY, R. H.; THOMPSON, A. H.; BARNSLEY, P. E. Hockey success and birth date: the relative age effect. International Review for the Sociology of Sport, Warsaw, v. 45, n. 1, p. 507-512, 2010.

Downloads

Publicado

2015-07-20

Como Citar

Costa, O. G., Coelho, E. F., Werneck, F. Z., Paula, L. V. de, & Ferreira, R. M. (2015). Efeito da idade relativa em nadadores participantes do Mundial de esportes Aquáticos Barcelona 2013. Conexões, 13(2), 83–97. https://doi.org/10.20396/conex.v13i2.8640656

Edição

Seção

Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)