Qualidade de vida e alcoolismo

um estudo em acadêmicos de licenciatura em educação física

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v14i1.8644764

Palavras-chave:

Qualidade de Vida, Alcolismo, Estilo de vida

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo analisar a associação entre qualidade de vida (QV) e o consumo de álcool. Participaram do estudo 69 acadêmicos de licenciatura em Educação Física das Faculdades Integradas de Itararé. Para a mensuração de QV foi utilizado o WHOQOL-Bref, e para a avaliação da frequência de consumo de álcool utilizou-se o AUDIT. Foram correlacionados os dados relativos a cada um dos domínios do WHOQOL-Bref com o consumo de álcool. Os resultados obtidos pelo presente estudo indicam que a condição de QV geral dos acadêmicos é considerada satisfatória e o nível de consumo de álcool é baixo. Ao relacionar os dados por meio da correlação de Pearson, verificou-se uma correlação forte e negativa em todos os domínios do WOQOL-bref com o consumo de álcool. Sendo assim, conclui-se que os estudantes analisados possui hábitos de vida saudáveis. Para a amostra investigada quanto melhor a QV do indivíduo, menor seu consumo de álcool.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Veiga, Faculdades Integradas de Itararé

Especialização em Educação, Diversidade e Inclusão Social pela Universidade Católica Dom Bosco, Brasil(2015)
Professora Coordenadora do Núcleo Pedagógico do Secretaria de Educação do Estado de São Paulo , Brasil

José Roberto Herrera Cantorani, Faculdades Integradas de Itararé

Doutorado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas, Brasil(2013)
Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo , Brasil

Leandro Martinez Vargas, Faculdades Integradas de Itararé

Doutorado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas, Brasil(2015)
Professor colaborador da Universidade Estadual de Ponta Grossa , Brasil

Referências

PECHANSKY, F.; SZOBOT, C. M.; SCIVOLETTO, S. Uso de álcool entre adolescentes: conceitos, características epidemiológicas e fatores etiopatogênicos. Revista Brasileira de Psiquiatria, São Paulo, v. 26, supl.1, p.14-17, maio 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-44462004000500005&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 09 fev. 2013.

NAHAS, M. V. Atividade física, saúde e qualidade de vida: conceitos e sugestões para um estilo de vida ativo. 4. ed. Londrina: Midiograf, 2006.

VILARTA, R.; GONÇALVES, A. Qualidade de vida: concepções básicas voltadas à saúde. In: GONÇALVES, Aguinaldo; VILARTA, Roberto (Org.). Qualidade de vida e atividade física: explorando teorias e práticas. Barueri: Manole, 2004. p. 27-62.

VILARTA, R.; GONÇALVES, A. Condições de vida, modo de vida e estilo de vida. In: GONÇALVES, A.; VILARTA, R. (Org.). Qualidade de vida e atividade física: explorando teorias e práticas. Barueri: Manole, 2004. p. 63-78.

MINAYO, M. C. S.; HARTZ, Z. M. A.; BUSS, P. M. Qualidade de vida e saúde: um debate necessário. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 5, n. 1, p. 7-18, 2000.

SAMULSKI, D. Psicologia do esporte: conceitos e novas perspectivas. 2. ed. Barueri: Manole, 2009.

BIBLIOTECA VIRTUAL DE DIREITOS HUMANOS. Constituição da Organização Mundial de Saúde (OMS/WHO): 1946. Disponível em: http://www.direitoshumanos.usp.br/index.php/OMS-Organiza%C3%A7%C3%A3o-Mundial-da-Sa%C3%BAde/constituicao-da-organizacao-mundial-da-saude-omswho.html. Acesso em: 22 mar. 2011.

SONATI, J. G.; VILARTA. Novos padrões alimentares e as relações com os domínios da qualidade de vida e saúde. In: VILARTA, R.; GUTIERREZ, G. L.; MONTEIRO, M. I. (Org.). Qualidade de vida: evolução dos conceitos e práticas no século XXI. Campinas: Ipes, 2010. p. 85-92.

SÁ-SILVA, S. P.; YOKOO, E. M.; SALLES-COSTA, R. Fatores demográficos e hábitos de vida relacionados com a inatividade física de lazer entre gêneros. Revista de Nutrição, Campinas, v. 26, n. 6, p. 633-645, 2013.

BABOR, T. et al. AUDIT: the alcohol use disorders identification test. Geneva: WHO, 2001. Disponível em: http://www.talkingalcohol.com/files/pdfs/WHO_audit.pdf. Acesso em: 22 mar. 2011.

BIBLIOTECA VIRTUAL DE SAÚDE (BVS). Descritores em ciências da saúde. Alcoolismo. Disponível em: http://decs.bvs.br/cgi-bin/wxis1660.exe/decsserver/?IsisScript=../cgi-bin/decsserver/decsserver.xis&task=exact_term&previous_page=homepage&interface_language=p&search_language=p&search_exp=Intoxica%E7%E3o%20por%20%C1lcool%20Cr%F4nica. Acesso em: 13 nov. 2015.

DONATO, M. Alcoolismo: a doença “diferente”. Revista Brasileira de Neurologia, v.36, n. 1, p. 27-32, jan./fev. 2000.

LOTTENBERG, C. L.; TAUB, A.; NICASTRI, S. Debate sobre o artigo de Delma Pessanha Neves. Caderno de Saúde Pública , Rio de Janeiro, v. 20, n. 1, p. 24-25, fev. 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2004000100010&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 19 nov. 2015.

FONSECA, F. F. Conhecimentos e opiniões dos trabalhadores sobre o uso e abuso de álcool. Escola Anna Nery , Rio de Janeiro, v. 11, n. 4, p. 599-604, dez. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452007000400007&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 19 nov. 2015.

CENTRO DE INFORMAÇÕES SOBRE SAÚDE E ÁLCOOL (CISA). Disponivel em: http://www.cisa.org.br/index.php. Acesso em: 13 nov. 2015.

OBSERVATÓRIO BRASILEIRO DE INFORMAÇÕES SOBRE DROGAS (OBID). Disponivel em: http://www.obid.senad.gov.br/portais/OBID/index.php. Acesso em: 13 nov. 2015.

MANZATTO, L. et al. Consumo de álcool e qualidade de vida em estudantes universitários. Conexões, Campinas, v. 9, n.1, p. 37-53, 2011.

ECAVE, F. et al. Qualidade de vida e consumo de alcool em alunos do curso de pós-graduação em educação física. Curitiba: Ed. da UFPR, 2007.

PEDROSA, A. A. S. et al. Consumo de álcool entre estudantes universitários. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 27, n. 8, p. 1611-1621, 2011.

Downloads

Publicado

2016-03-31

Como Citar

Veiga, C., Cantorani, J. R. H., & Vargas, L. M. (2016). Qualidade de vida e alcoolismo: um estudo em acadêmicos de licenciatura em educação física. Conexões, 14(1), 20–34. https://doi.org/10.20396/conex.v14i1.8644764

Edição

Seção

Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)