Banner Portal
O botequim e a geografia do ócio na paisagem compartimentada da cidade
PDF

Palavras-chave

Lazer. Cidade. Estilo de vida.

Como Citar

ADÃO, Kleber do Sacramento. O botequim e a geografia do ócio na paisagem compartimentada da cidade. Conexões, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 92–102, 2016. DOI: 10.20396/conex.v1i3.8647501. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8647501. Acesso em: 21 jun. 2024.

Resumo

Este trabalho busca discutir o botequim enquanto espaço de lazer popular caracterizador de um certo estilo de vida da cidade. Dialogamos com alguns autores que refletem acerca deste ambiente, seja buscando compreender seu significado na sociedade urbana brasileira, seja considerando-o como um produto cultural importante no cotidiano da vida brasileira ou mesmo propondo estuda-lo, tendo em vista o significado assumido pelo mesmo, a partir da percepção de seus frequentadores habituais. Abordando-o sob a ótica da cidade e da produção social de seus espaços urbanos, partimos da percepção de que existem nas cidades espaços de lazer compartimentados, onde os indivíduos promovem seus encontros com seus pares sociais habituais. Nesse sentido, a compreensão do botequim na geografia do lazer da cidade deve ser objeto de análise e consideração.

https://doi.org/10.20396/conex.v1i3.8647501
PDF

O periódico Conexões: Educação Física, Esporte e Saúde utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.