Correlação entre microlesão muscular e estresse em atletas usuários de cadeira de rodas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v17i0.8653372

Palavras-chave:

Atletas, Creatina quinase, Estresse psicológico

Resumo

Objetivo: Verificar a correlação entre microlesão muscular e o nível de estresse psicológico em atletas de Handebol em Cadeiras de Rodas (HCR). Metodologia: As microlesões foram identificadas pelas concentrações da proteína creatina quinase (CK) em amostras sanguíneas de 10 atletas masculino, coletadas 10 minutos antes e após o final do jogo. O nível de estresse derivou-se do questionário RESTQ-sport aplicado 30 minutos antes do jogo. Resultados e discussão: Os atletas não apresentaram aumentos significativos nos níveis de CK (p = 0,766). Observando o nível de estresse e recuperação, nota-se escores elevados (>4,0) nas escalas relacionadas aos eventos potencialmente tranquilizantes. Quanto as escalas relacionadas aos eventos estressantes, verificou-se escores moderados nas escalas de Conflitos/Pressão (3,5 ± 0,6) e Lesões (3,2 ± 1,3). A correlação entre a CK e os níveis de estresse e recuperação, nos momentos pré e pós jogo, apresentaram correlação moderada nas escalas fadiga (r = -0,46; r = -0,61), lesões (r = -0,47; r = -0,55), perturbações nos intervalos ( r= -0,47; r = -,069) e Estar em forma (r = 0,44; r = 0,41). Conclusão: Os resultados demonstram que não houve aumento significativo nos níveis séricos de Ck e correlação moderada em algumas escalas de estresse e recuperação nos atletas usuários de cadeira de rodas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábia Freire Silva, Universidade Paranaense

Doutora em Atividade Física Adaptada pela Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP/SP.

Osvaldo Belli Junior, Universidade Paranaense

Graduação em andamento em Educação Física pela Universidade Paranaense, UNIPAR, Brasil.

José Roberto Andrade Nascimento Junior, Universidade Federal do Vale do São Francisco

Possui doutorado em Educação Física pelo Programa de Pós-Graduação Associado UEM/UEL. Atualmente é Professor Adjunto A da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

Camila Lopes Carvalho, Universidade Estadual de Campinas

Doutora em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas. Pesquisadora de temáticas concernentes à Educação e à Educação Física, em relação com a pessoa com deficiência e o contexto inclusivo.

Wellington Cássio Barbosa da Silveira, Universidade Paranaense

Graduação em Educação Física pela Universidade Paranaense, UNIPAR, Brasil. Assistente em Desenvolvimento Social da Prefeitura Municipal de Toledo.

Paulo Ferreira de Araujo, Universidade Estadual de Campinas

Doutorado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas-UNICAMP. Atualmente é Professor Titular (MS-6) na FEF-UNICAMP.

Referências

ALVES, Adriano Lima. O comportamento da enzima creatina quinase sanguínea em jogadores de futebol de elite durante o campeonato brasileiro. 2012. 66 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2012.

ARAÚJO, Paulo Ferreira de. Desporto Adaptado no Brasil: origem, institucionalização e atualidade. 1997. 152 f. Tese (Doutorado em Estudos da Atividade Física e Adaptação) – Faculdade de Educação Física, Campinas, 1997.

BRANCACCIO, Paola; MAFULLI, Nicola; BUONAURO, Rosa; LIMONGELLI, Francesco Mário. Serum Enzyme Monitoring in Sports Medicine. Clinics in Sports Medicine, v. 27, n. 1, p. 1-18, 2008. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18206566.

BRANCACCIO, Paola; MAFULLI, Nicola; LIMONGELLI, Francesco Mário. Creatine kinase monitoring in sport medicine. British Medical Bulletin. v. 81-82, n. 1, 2007. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17569697.

BRAZUNA, Melissa Rodrigues; CASTRO, Eliane Mauerberg de. A Trajetória do Atleta Portador de Deficiência Física no Esporte Adaptado de Rendimento. Uma Revisão da Literatura. Motriz, v. 7, n. 2, p.115-23, 2001. Disponível em: http://www.rc.unesp.br/ib/efisica/motriz/07n2/Brazuna.pdf.

COELHO, Daniel Barbosa; MORANDI, Rodrigo Figueiredo; MELO, Marco Aurélio Anunciação; SILAMI-GARCIA, Emerson. Cinética da creatina quinase em jogadores de futebol profissional em uma temporada competitiva. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, Florianópolis, v. 13, n. 3, p. 189-194, jun. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbcdh/v13n3/05.pdf. Acesso em: 13 ago 2019.

COSTA, Leonardo Oliveira Pena; SAMUSLKI, Dietmar Martin. Processo de validação do questionário de estresse e recuperação para atletas (RESTQ-Sport) na língua portuguesa. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v. 13, n. 1, p. 79-86, abr. 2005. Disponível em: https://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/615.

HARGREAVES, Mark. Fatores metabólicos da fadiga. Sports Science Exchange, 2006.

KALLUS, K. Wolfgang.; KELLMANN, Michael. The recovery-stress-questionnaire for coaches, manual in preparation. Wurzburg: Wurzburg University, 1993.

KELLMANN, Michael; KALLUS, K. Wolfgang. Recovery-Stress Questionnaire for Athletes: User Manual. Questionário de stress e recuperação para atletas (RESTQ-76 Sport): manual do usuário. Belo Horizonte: Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, 2009.

KENNY, Jon-Emile. Creatine kinase: how much is too much? Clinical Correlations: The New York University Langone Online Journal of Medicine, 2010. Disponível em: http://www.clinicalcorrelations.org/?p=3390. Acesso em: 12 jun 2017.

LEITE, Gerson dos Santos; AMARAL, Daniel Pereira do; OLIVEIRA, Raul Santo de; OLIVEIRA FILHO, Ciro Winckler de; MELO, Marco Túlio; BRANDÃO, Maria Regina Ferreira. Relação entre estados de humor, variabilidade da frequência cardíaca e creatina quinase de para-atletas brasileiros. Revista da Educação Física/UEM, Maringá, v. 24, n. 1, p. 33-40, jan./mar. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1983-30832013000100004&script=sci_abstract&tlng=pt.

LEITE, Marco Aurélio Ferreira de Jesus, SANTANA, Fernanda de Assis; SASAKI, Jeffer Eidi; ZANETTI, Hugo Ribeiro; CASTRO, Gisélia Gonçalves de; MOTA, Gustavo Ribeiro da; ABRAHÃO, César Augusto França. Percepção do Estresse e Recuperação na Prática do Karatê. Coleção Pesquisa em Educação Física, Várzea Paulista, v. 14, n. 2, p. 107-16, jun. 2015. Disponível em: https://www.fontouraeditora.com.br/periodico/upload/artigo/1178_1504272996.pdf.

MACHADO, Carolina Neis; GEVAERD, Monique da Silva; GOLDFEDER, Ricardo Teixeira; CARVALHO, Tales de. Efeito do exercício nas concentrações séricas de creatina cinase em triatletas de ultradistância. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, Niterói, v. 16, n. 5, p. 378-81, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-86922010000500012&script=sci_abstract&tlng=pt.

MARQUES, Renato Francisco Rodrigues; GUTIERREZ, Gustavo Luiz. O esporte paralímpico no Brasil: profissionalismo, administração e classificação de atletas. São Paulo: Phorte Editora, 2014.

MORAES, Luiz Carlos, SIMIN, Mário; LÔBO, Ingrid Ludmila Bastos; FERREIRA, Renato Lima. Ansiedade pré-competitiva em atletas de futebol amputados. EF Deportes: revista digital, Buenos Aires, v. 15, n. 144, p. 1-1, mai. 2010. Disponível em: http://www.efdeportes.com/efd144/ansiedade-em-atletas-de-futebol-amputados.htm. Acesso em: 14/08/2019.

MOUGIOS, Vassilis. Reference intervals for serum creatine kinase in athletes. British Journal of Sports Medicine, v. 41, n. 10, p. 674-678, may. 2007. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17526622.

NADEAU, Claude. H. et al. Psychology of motor behavior and sport-1979. Champaign: Human Kinetics, 1980.

SAMULSKI, Dietmar Martin; NOCE, Franco; ANJOS, Dalva; LOPES, Mariana. The Psychological evaluation. In: MELLO, Marco Tulio. Clinical evaluation and assessment of the fitness of the brazilian paralympic athletes: concepts, methods and results. São Paulo: Atheneu, 2004. p.147-157.

SAMULSKI, Dietmar Martin; NOCE, Franco; CHAGAS, Mauro Heleno. Estresse. In: Samulski, Dietmar. Martin. (Ed.), Psicologia do Esporte: Conceitos e novas perspectivas. São Paulo: Manole, 2009. p. 231-264.

SCHNEIDER, Mateus; PÉRICO, Eduardo; POZZOBOM, Adriane. Verificação do dano muscular através da avaliação da concentração de creatina quinase em indivíduos não atletas após prova de ciclismo não competitivo. Scientia Medica: v. 25, n. 1, 2015. http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/scientiamedica/article/view/19819.

SHANMUGAM, Suresh; FARENIA, Reni; TRISTINA, Nina. Creatine Phosphokinase and Visual Analogue Scale as Indicators for Muscle Injury in Untrained Bodybuilders. Althea Medical Journal: v. 2, n. 2, 2015. Disponível em: http://journal.fk.unpad.ac.id/index.php/amj/article/view/542. Acesso em: 14 ago 2019.

SHEARER, David; BRESSAN, Elizabeth. Psychological aspects of wheelchair sport. In: Goosey-Tolfrey Vicky, editor. Wheelchair sport. Champaign: Human Kinetics; 2010. p. 100-15. Disponível em: https://us.humankinetics.com/blogs/excerpt/psychological-aspects-of-wheelchair-sport.

SILVA, Bianca Veiga.; ARAÚJO, Paulo Ferreira. Jogos esportivos adaptados em cadeira de rodas: criando competências. In: REVERDITO, Riller Silva; SCAGLIA, Alcides José; MONTAGNER, Paulo Cesar (Org.) Pedagogia do esporte: aspectos conceituais da competição e estudos aplicados. São Paulo: Phorte, 2013. p. 403-452.

SILVA, Andressa; QUEIROZ, Sandra Souza; WINCKLER, Ciro; VITAL, Roberto; SOUSA, Ronnie Andrade; FAGUNDES, Vander; TUFIK, Sérgio; MELO, Marco Túlio de. Sleep quality evaluation, chronotype, sleepiness and anxiety of Paralympic Brazilian athletes: Beijing 2008 Paralympic Games. British Journal of Sports Medicine. n. 46, p. 150–154, 2012. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21173008.

SOARES, Leôncio Lopes; PIMENTA, Eduardo Mendonça; BARROS, Allan Filipe da Silveira; LESSA, Lucas Barros; PUSSIELDI, Guilherme de Azambuja. Análise dos níveis séricos de creatina quinase em atletas de futebol universitário após uma sessão intermitente. Motricidade. v. 8, n. S2, p. 439-446, 2012. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=273023568052.

TOTSUKA, Manabu; NAKAJI, Shigevuki; SUZUKI, Katsuhiko; SUGAUARA, Kazuo; SATO, Koki. Break point of serum creatine kinase release after endurance exercise. Journal Applied Physiology, v. 93, n. 4, p.1280-1286, 2002. Disponível em: https://www.physiology.org/doi/full/10.1152/japplphysiol.01270.2001.

WEINBERG, Robert. S; GOULD, Daniel. Fundamentos da Psicologia do esporte e do exercício. 6ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2017.

WINNICK, Joseph P. Educação Física e Esportes Adaptados. 3. ed. Barueri: Manole, 2004.

Downloads

Publicado

2019-12-11

Como Citar

SILVA, F. F.; JUNIOR, O. B.; JUNIOR, J. R. A. N.; CARVALHO, C. L.; SILVEIRA, W. C. B. da; ARAUJO, P. F. de. Correlação entre microlesão muscular e estresse em atletas usuários de cadeira de rodas. Conexões, Campinas, SP, v. 17, p. e019023, 2019. DOI: 10.20396/conex.v17i0.8653372. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8653372. Acesso em: 6 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)