Banner Portal
Rendimento do saque, lócus de controle e coping no Voleibol
PDF

Palavras-chave

Voleibol
Psicologia do esporte
Esporte

Como Citar

FERREIRA, K. A.; YOSHIDA, H. M.; VIDUAL, M. B. de P.; BARREIRA, J.; FERNANDES, P. T. Rendimento do saque, lócus de controle e coping no Voleibol. Conexões, Campinas, SP, v. 17, p. e019024, 2020. DOI: 10.20396/conex.v17i0.8653629. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8653629. Acesso em: 24 fev. 2024.

Resumo

Objetivo: o objetivo do estudo foi avaliar os aspectos psicológicos de Lócus de Controle (LC) e Coping (CO) e relacioná-las com o saque no voleibol. Metodologia: participaram no estudo 20 atletas femininas entre 12 e 18 anos. Foram utilizados os seguintes instrumentos: ficha de identificação, Escala Multidimensional do Lócus de Controle do Esporte e Athletic Coping Skills Inventory. Foi realizado o scout para a análise do saque, sendo “Positivo” quando converteu ponto para o time, “Negativo”, sendo ponto para o adversário e “Ação” para continuidade do jogo. Resultados e discussão: os resultados mostraram maiores níveis de LC Interno do que Externo. Tanto o LC quanto CO não apresentam correlação significativa com o saque positivo e ação. Além disso, houve uma correlação entre as pressões sentidas pelas jogadoras e o saque negativo (ρ=0,53). Conclusão: este estudo mostrou que quanto maior as pressões percebidas pelas atletas maiores o número de saque negativo, assim, os profissionais devem proporcionar o desenvolvimento das capacidades psicológicas necessárias para melhorar o rendimento do atleta em todas as possibilidades de atuação dentro do time.

https://doi.org/10.20396/conex.v17i0.8653629
PDF

Referências

BAHRAMIZADE, Hamid; BESHARAT, Mohammad Ali. The impact of styles of coping with stress on sport achievement. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 5, p. 764-769, 2010.

BIZZOCCHI, Cacá. O voleibol de alto nível: da iniciação à competição. Fazendo Arte, 2000.

COIMBRA, Danilo. Reis. Validação do questionário “Athletic Coping Skills Inventory-28 (ACSI-28)” para a língua portuguesa do Brasil. 2011. 114 p. Dissertação (Mestrado em Aspectos Biodinâmicos do Movimento Humano) Faculdade de Educação Física e Desportos -Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora/MG, 2011.

COIMBRA, Danilo Reis; BARA FILHO, Maurício; ANDRADE, Alexandre; MIRANDA, Renato. Habilidades psicológicas de coping em atletas brasileiros. Motricidade, v. 9, n. 1, p. 95-106, 2013.

CONCEIÇÃO, Paulo Félix Marcelino. Perfil Perséfone: um estudo sobre crenças religiosas e lócus de controle de atletas de handebol. 2004. 183 p. Dissertação (Mestrado em Educação Física). Escola de Educação Física e Esportes - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.

CONCEIÇÃO, Paulo Félix Marcelino. “Amarelão” no esporte: das alterações da cor da pele ao coping do estresse por crenças religiosas e o lócus de controle de atletas de handebol, ginástica artística e voleibol. 2008. 174 p. Dissertação (Doutorado em Educação Física). Escola de Educação Física e Esportes - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

LEVY, Marta Maciel. Bem-estar e lócus de controle no esporte. Revista Brasileira de Psicologia do Esporte, v. 2, n. 1, p. 01-23, 2008.

NASCIMENTO JUNIOR, José Roberto Andrade; GAION, Patrícia Aparecida; NAKASHIMA, Fernanda Soares; VIEIRA, Lenamar Fiorese. Análise do estresse psicológico pré-competitivo e estratégias de coping de jovens atletas de futebol de campo. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v. 18, n. 4, p. 45-53, 2011.

NOCE, Franco; SAMULSKI, Dietmar. Análise do estresse psíquico em atacantes no voleibol de alto nível. Revista Paulista de Educação Física, São Paulo, v. 16, n. 2 p. 113-129, 2002.

NORIEGA, José Ángel Vera; ALBUQUERQUE, Francisco José Batista; ALVAREZ, Jesús Francisco Laborín; OLIVEIRA, Liana Mirela Souza; CORONADO, Guadalupe. Locus de controle em uma população do nordeste brasileiro. Psicologia: teoria e pesquisa, v. 19, n. 3, p. 211-220, 2003.

POLLARD, Richard. Home advantage in football: A current review of an unsolved puzzle. The open sports sciences journal, v. 1, n. 1, 2008.

SHOENFELT, Elizabeth L.; GRIFFITH, Amber Usry. Evaluation of a mental skills program for serving for an intercollegiate volleyball team. Perceptual and motor skills, v. 107, n. 1, p. 293-306, 2008.

SILVA, Mauro Menegolli Ferreira da; VIDUAL, Marina Belizario de Paiva; OLIVEIRA, Rafael Afonso; YOSHIDA, Helio Mamoru; BORIN, João Paulo; FERNANDES, Paula Teixeira. Ansiedade e desempenho de jogadoras de voleibol em partidas realizadas dentro e fora de casa. Revista da Educação Física/UEM, v. 25, n. 4, p. 585-596, 2014.

SMITH, Ronald; SCHUTZ, Robert; SMOLL, Frank; PTACEK, John. Development and Validation of a Multidimensional Measure of Sport-Specific Psychological Skills: The Athletic Coping Skills Inventory-28. Journal of Sport and Exercise Psychology, Champaign, v.17, p. 379-398, 1995.

O periódico Conexões: Educação Física, Esporte e Saúde utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.