Avaliação do deslocamento angular de cabeça e tronco de pacientes durante a equoterapia com actímetro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v17i0.8658251

Palavras-chave:

Actímetro, Deslocamento, Equoterapia

Resumo

Introdução: A equoterapia vem sendo utilizada como uma ferramenta terapêutica no tratamento diferentes distúrbios neuromusculares, cujos progressos posturais observados antes e após o tratamento foram demonstrados, mas nunca analisados durante as seções de tratamento. Muitos processos como Time Up and Go (TUG), marcha, centro de pressão, entre outros, foram analisados de forma qualitativa, afirmando apenas uma melhora no controle motor. Objetivo: Para avaliar a evolução do paciente durante a terapia sobre o cavalo, objetivou-se quantificar seu desempenho utilizando um instrumento biomédico portátil (actímetro) desenvolvido para a análise cinemática do deslocamento da cabeça e tronco utilizando um sensor de aceleração 3D. Método: Nove voluntários foram avaliados durante duas sessões de equoterapia em ritmo de passo do cavalo. Os eixos x, y e z do sensor foram condicionados e processados para obter valores médios e desvios padrões, bem como a média dos grupos de voluntários com ou sem deficiência. Resultados: Foi possível observar uma diferença significativa entre os voluntários com deficiência e os voluntários sem deficiência, que apresentaram resultados quantificados numericamente maiores em todas as comparações realizadas. Conclusão: Os voluntários com deficiência possuem menor estabilidade que os voluntários sem deficiência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elgison da Luz dos Santos, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Possui mestrado em Engenharia Elétrica e Informática Industrial pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (2016). Atualmente atua como professor adjunto na Faculdade Paranaense e no Centro Universitário Campos de Andrade. 

Maria de Fatima Fernandes Vara, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Doutoranda em Tecnologia em Saúde pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (início em 2018). Atualmente é Chefe de Classificação Funcional da Federação Internacional de Canoagem (ICF). Pesquisadora no Grupo Multicentro de Pesquisa em Avaliação Funcional de Pessoas com Lesão Medular e Lesão de Neurônio Superior, da Universidade Estadual de Campinas. 

Maira Ranciaro, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Possui mestrado em Tecnologia em Saúde pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2016). Tem experiência na área de Engenharia Biomédica, com ênfase em Tecnologia assistiva, atuando principalmente nos seguintes temas: controle de órteses, desenvolvimento de equipamentos de biomecânica, instrumentação biomédica e processamento de sinais biomédicos.

Wally auf der Strasse, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Doutoranda em Engenharia Biomédica pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (início 2017). Atualmente é professora de Educação Física no Colégio Militar de Curitiba.

Guilherme Nunes Nogueira Neto, Universidade Castelo Branco

Possui doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas (2013). Atualmente é professor da PUCPR das disciplinas de Arquitetura e Organização de Computadores e Processamento Digital de Sinais, Pesquisa Operacional, Automação Industrial, Matemática para Biocientistas e Tecnologias Assistivas. 

Cláudio Diehl Nogueira, Universidade Castelo Branco

Possui Doutorado em Educação Física, na área de Atividade Física Adaptada pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (2018). Atualmente é professor assistente da Universidade Castelo Branco/RJ. 

José Irineu Gorla, Universidade Estadual de Campinas

Possui doutorado em Educação Física na área de Atividade Física, Adaptação e Saúde pela Universidade Estadual de Campinas -UNICAMP. Pós doutorado na faculdade de Medicina da UNICAMP. Atualmente é professor Livre Docente do Departamento de Estudos da Atividade Física Adaptada.

Percy Nohama, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Possui doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas (1997). Atualmente é professor titular da Pontifícia Universidade Católica do Paraná.

Referências

ANTUNES, Fabiane Nunes; PINHO, Alezandre Severo; KLEINER, Ana Francisca Rozin; SALAZAR, Ana Paula; ELTZ, Giovana Duarte; OLIVEIRA JUNIOR, Alcyr Alves de, CECHETTI, Fernanda; GALLI, Manuela; PAGNUSSAT, Aline Souza. Different horse’s paces during hippotherapy on spatio-temporal parameters of gait in children with bilateral spastic cerebral palsy: A feasibility study. Res. Dev. Disabil, v. 59, p. 65–72, 2016. Disponível em: https://moh-it.pure.elsevier.com/en/publications/different-horses-paces-during-hippotherapy-on-spatio-temporal-par.

CABIDDU, Ramona; BORGHI-SILVA, Audrey; TRIMER, Renata; TRIMER, Vitor; RICCI, Paula A.; MONTEIRO, Clara Italiano; MANIGLIA, Marcela Camargo Magalhães; PEREIRA, Ana Maria Silva; CHAGAS, Gustavo Rodrigues das; CARVALHO, Eliane Maria de. Hippotherapy acute impact on heart rate variability non-linear dynamics in neurological disorders. Physiol. Behav, v. 159, p. 88–94, 2016. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26988283.

COPETTI, Fernando; MOTA, Carlos Bolli; GRAUP, Susane; MENEZES, Karla Mendonça; VENTURINI, E. B. Comportamento angular do andar de crianças com síndrome de Down após intervenção com equoterapia. Rev. Bras. Fisioter., v. 11, n. 6, p. 503–507, 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbfis/v11n6/v11n6a13.pdf.

CORRÊA, Rafaéle Gomes; TONON, Érika; SUTER, Theda Manetta da Cunha. A influência da equoterapia no equilíbrio de pacientes com paralesia cerebral. Rev. Hórus, v. 7, n. 3, p. 1–8, 2012. Disponível em: http://periodicos.estacio.br/index.php/revistahorus/article/view/4024.

ESPINDULA, Ana Paula; ASSIS, Iramaia Salomão Alexandre de; SIMÕES, Mayara; RIBEIRO, Mariane Fernandes; FERREIRA, Alex Abadio; FERRAZ, Patrícia Fonseca; CUNHA, Isabella Cardoso; FERRAZ, Mara Lúcia da Fonseca; SOUZA, Luciane Aparecida Pascucci Sande de; BEVILACQUA JUNIOR, Domingos Emanuel; TEIXEIRA, Vicente de Paula Antunes. Material de montaria para equoterapia em indivíduos com síndrome de Down: estudo eletromiográfico. ConScientiae Saúde, v. 13, n. 3, 2014. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=saude&page=article&op=view&path%5B%5D=4939.

HEIDE, Jolanda C. Van der; HADDERS-ALGRA, Mijna. Postural muscle dyscoordination in children with cerebral palsy. Neural Plast, v. 12, n. 2–3, p. 197–203, 2005. Disponível em: https://www.hindawi.com/journals/np/2005/369896/.

ILHA, Paula Mercedes Vilanova; SILVA, Roseane Carla Rosendo da; PETROSKI, Edio Luiz. Validade do acelerômetro tri-axial tritrac: um estudo de revisão. Rev. Bras. cineamtropom. v. 7, n. 1, p. 75–81, 2005. Disponível em: https://www.worldcat.org/title/validade-do-acelerometro-tri-axial-tritac-um-estudo-de-revisao/oclc/70007265.

LEE, Chae-Woo; KIM, Seong-Gil; YONG, Min Sik. Effects of Hippotherapy on Recovery of Gait and Balance Ability in Patients with Stroke. J. Phys. Ther. Sci, v. 26, n. 2, p. 309–311, 2014. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3944312/,

LEE, Jae-Neung; LEE, Myung-Won; BYEON, Yeong-Hyeon; LEE, Won-Sik; KWAK, Keun-Chang. Classification of horse gaits using FCM-based neuro-fuzzy classifier from the transformed data information of inertial sensor. Sensors (Switzerland), v. 16, n. 5, 2016. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4883355/.

LIPORINI, Gabriela Faleiros; OLIVEIRA, Ana Paula Rocha. Equoterapia como tratamento alternativo para pacientes com sequelas neurológicas. Investigação - Revista Científica da Universidade de Franca, v. 5, n. 1/6, p. 21-29, 2005. Disponível em: http://publicacoes.unifran.br/index.php/investigacao/article/view/190.

MONTEIRO, Michelly Mara Lira. Equoterapia como recurso terapêutico na prevenção de quedas em pacientes com Acidente Vascular Cerebral: Revisão de literatura. Revista Portal da Divulgação, n. 39, p. 29–40, 2014. Disponível em: https://revistalongeviver.com.br/index.php/revistaportal/article/view/432/432.

MENEGHETTI, Cristiane Helita Zorél; PORTO, Carlos Henrique da Silva; IWABE, Cristian; POLETTI, Sofia. Intervenção da equoterapia no equilíbrio estático de criança com síndrome de Down. Rev. Neurociencias, v. 17, n. 4, p. 392–396, 2009. Disponível em: http://www.revistaneurociencias.com.br/edicoes/2009/RN%2017%2004/311%20relato%20de%20caso.pdf.

NASCIMENTO, Marcus Vinicius Marques do; CARVALHO, Igor da Silveira; ARAUJO, Rita de Cássia de Souza de; SILVA, Iris Lima e; CARDOSO, Fabrício; BERESFORD, Heron. O valor da equoterapia voltada para o tratamento de crianças com paralisia cerebral quadriplegica. Braz. J. Biomotricity, v. 4, n. 1, p. 48-56, 2010. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=93012727006.

PIEROBON, Marchizeli; Galetti, Juliana C.; CRISTINA, Fernanda. Estímulos Sensório-Motores proporcionados ao praticante de equoterapia pelo cavalo ao passo durante a montaria. Ensaios e Ciência: Ciências Biológicas, Agrárias e da Saúde, v. XII, n. 2, p. 63–79, 2008. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/260/26012841006.pdf.

RODDA, Jilian; GRAHAM, Kerr; CARSON, L.; GALEA, Mary; WOLFE, R. Sagittal gait patterns in spastic diplegia. J. Bone Jt. Surg, v. 86, n. 2, p. 251–258, 2004. Disponível em: https://online.boneandjoint.org.uk/doi/abs/10.1302/0301-620X.86B2.13878.

SEVERO, José Torquato. Equoterapia, equitação, saúde e educação. Editora: Senac SP.

SILKWOOD-SHERER, Debbie J.; KILLIAN, Clyde B.; LONG, Toby M.; MARTIN, Kathy S. Hippotherapy —an intervention to habilitate balance deficits in children with movement disorders: a clinical trial. Physical Therapy, v. 92, n. 5, p. 707-717, 2012. Disponível em: https://academic.oup.com/ptj/article/92/5/707/2735274.

SILVA, Leandro Marques da; MONTEIRO, Elizangela de Souza; PAIVA, Sarah Cordeiro de; TORRES, Michelle Vicente; CARVALHO, Maria Ester Ibiapina Mendes de. Efeitos da equoterapia na função motora grossa de pacientes com encefalopatia crônica não progressiva. Rev Neurocienc. v. 23, n. 1, p. 16-22. 2015. Disponível em: http://www.revistaneurociencias.com.br/edicoes/2015/2301/original/941original.pdf.

SILVEIRA, Michele Marinho; WIBELINGER, Lia Mara. Reeducação da postura com a equoterapia. Rev. Neurociencias, v. 19, n. 3, p. 519–524, 2011. Disponível em: http://www.revistaneurociencias.com.br/edicoes/2011/RN1903/19%2003%20revisao/531%20revisao.pdf.

SPOSITO, Maria Matilde de Mello; RIBERTO, Marcelo. Avaliação da funcionalidade da criança com paralisia cerebral espástica. Acta. Fisiatr, v. 17, n. 2, p. 50–61, 2010. Disponível em: http://www.actafisiatrica.org.br/detalhe_artigo.asp?id=53.

TORQUATO, Jamili Anbar; LANÇA, Aline Féria; PEREIRA, Décio; CARVALHO, Felipe Gonzalez; SILVA, Roberta Dutra da. A aquisição da motricidade em crianças portadoras de Síndrome de Down que realizam fisioterapia ou praticam equoterapia. Fisioterapia em Movimento, v. 26, n. 3, p. 515–525, 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-51502013000300005.

ZADNIKAR, Monika; KASTRIN, Andrej. Effects of hippotherapy and therapeutic horseback riding on postural control or balance in children with cerebral palsy: A meta-analysis. Dev. Med. Child Neurol, v. 53, n. 8, p. 684–691, 2011. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/j.1469-8749.2011.03951.x.

Downloads

Publicado

2020-03-13

Como Citar

SANTOS, E. da L. dos .; VARA, M. de F. F.; RANCIARO, M.; STRASSE, W. auf der .; NETO, G. N. N.; NOGUEIRA, C. D.; GORLA, J. I.; FRANZO, D.; NOHAMA, P. Avaliação do deslocamento angular de cabeça e tronco de pacientes durante a equoterapia com actímetro. Conexões, Campinas, SP, v. 17, p. e019043, 2020. DOI: 10.20396/conex.v17i0.8658251. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8658251. Acesso em: 6 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>