Práticas corporais e população LGBTI+ na Educação Física

uma revisão de escopo

Autores

Palavras-chave:

Práticas Corporais, Revisão de Escopo, Minorias Sexuais e de Gênero, Educação Física

Resumo

Objetivo: Este estudo objetivou mapear as produções científicas sobre práticas corporais e população LGBTI+ no Brasil, bem como, compreender especificamente se a área da Educação Física produz referenciais que versam sobre essa temática. Buscou-se também, compreender na área de conhecimento Educação Física. Método: As bases de dados utilizadas foram: SciELO, LILACS, SPORTDiscus e Scopus (via EBSCO). Foram utilizadas as palavras-chave Homossexualidade; LGBT; lésbica; gay; transexual; transgênero; travesti; bissexuais; diversidade sexual; diversidade de gênero; identidade de gênero; orientação sexual; homo/trans/lesbo/fobia; sexualidade; orientação sexual em combinação com o termo “práticas corporais”. Quatorze estudos foram incluídos. Resultados: Todas as pesquisas selecionadas possuem caráter qualitativo. A maioria das revistas em que os manuscritos foram publicados atuam na produção de conhecimento na Educação Física (EF). O campo do conhecimento com maior aporte teórico voltado ao tema é o campo da EF Escolar, seguido pelo campo do Esporte. Nota-se, a importância da interface dos estudos de gênero e sexualidade oriundos das Ciências Sociais/Humanas com a Educação Física. Conclusão: Conclui-se que mesmo sem um filtro cronológico, apenas 14 estudos foram encontrados, entre os anos 2010 e 2020, corroborando com a timidez já enunciada sobre pesquisas que versam sobre sexualidade e gênero na EF.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Clara Elias Polo, Universidade de São Paulo

Doutoranda em Saúde Pública pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo.

Jose Miguel Nieto Olivar, Universidade de São Paulo

Pós-Doutorado pela Universidade Federal da Paraíba. Docente pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo.

Giselle Helena Tavares, Universidade Federal de Uberlândia

Pós-Doutoranda pela Universidade de São Paulo. Professora pela Faculdade de Educação Física e Fisioterapia da Universidade Federal de Uberlândia.

Referências

ALTMANN, Helena. Educação física escolar: relações de gênero em jogo. São Paulo: Cortez, 2015.

ARAÚJO, Allyson. C. Gênero, Sexualidade e Esporte no Cinema. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, v. 23, n. 1, p. 172–181, 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.18511/0103-1716/rbcm.v23n1p172-181. Acesso em: 20 maio 2021.

BAIOCCO, Roberto; PISTELLA, Jessica; SALVATI, Marco; IOVERNO, Salvatore. LUCIDI, Fabio. Sports as a risk environment: Homophobia and bullying in a sample of gay and heterosexual men. Journal of Gay and Lesbian Mental Health. v 22, n. 4, p. 385–411, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1080/19359705.2018.1489325. Acesso em: 20 maio 2021.

BENEVIDES, Bruna G.; NOGUEIRA, Sayonara. Dossiê: assassinatos e violência contra travestis e transexuais brasileiras em 2019. São Paulo: Expressão Popular, ANTRA, IBTE, 2020.

BUTLER, Judith. Problemas de Gênero: feminismo e subversão de identidade. 19. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2019a.

BUTLER, Judith. Atos performáticos e a formação dos gêneros: um ensaio sobre fenomenologia e teoria feminista. In: LORDE, Audre et., al. Heloisa Buarque de Hollanda (org.). Pensamento Feminista: conceitos fundamentais. Rio de Janeiro: Bazar do tempo, 2019b, p. 213-234.

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA. Plano Municipal Lgbti+ 2020-2021. Lisboa.

CASPERSEN, Carl. J.; POWELL, Kenneth. E.; CHRISTENSON, Gregory. M. Physical activity, exercise, and physical fitness: definitions and distinctions for health-related research. Public Health Report, v. 100, p. 126–131, 1985.

CHAVES, Paula N.; ARAÚJO, Allyson C. Thinking the body transvestite and transsexual in sport: a analysis of the film Beautiful Boxer. Motrivivência, v. 27, n. 45, p. 219-229, 2015. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1610. Acesso em: 20 maio 2021.

CUNNINGHAM, George. B.; PICKETT, Andrew. C. Trans prejudice in sport: Differences from LGB prejudice, the influence of gender, and changes over time. Sex Roles: A Journal of Research, v. 78, n. 3–4, p. 220–227, 2018. Disponível em: https://psycnet.apa.org/doi/10.1007/s11199-017-0791-6. Acesso em: 20 maio 2021.

CUNNINGHAM, George B. Sexual orientation and gender identity in sport: Essays from activists, coaches, and scholars. Texas: College Station, Center for Sport Management Research and Education, 2012.

CUNNINGHAM, George B. Understanding the experiences of LGBT athletes in sport: A multilevel model. APA handbook of sport and exercise psychology, volume 1: Sport psychology, v. 1, p. 367–383, 2019.

DAOLIO, Jocimar. Educação Física e pesquisa sociocultural. In: STIGGER, Marco Paulo (Ed.). Educação Física + Humanas. Campinas: Autores Associados, 2015. p. 246.

FRANCO, Neil. A Educação Física como território de demarcação dos gêneros possíveis: vivências escolares de pessoas travestis, transexuais e transgêneros. Motrivivência, v. 28, n. 47, p. 47, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2016v28n47p47. Acesso em: 20 maio 2021.

FOUCAULT, Michel. História da sexualidade, V.1: A vontade de saber. Rio de Janeiro: Graal ed., 1988.

GARCIA, Rafael; BRITO, Leandro. Performatizações Queer Na Educação Física Escolar. Movimento, v. 24, n. 4, p. 1321–1334, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.82502. Acesso em: 20 maio 2021.

GARCIA, Rafael M.; PEREIRA, Erik G. B. A opinião de atletas e treinadores de voleibol sobre a participação de mulheres trans. Movimento, v. 26, p. e26068, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.101993. Acesso em: 20 maio 2021.

GOELLNER, Silvana V. A educação dos corpos, dos gêneros e das sexualidades e o reconhecimento da 1 diversidade. Cadernos do RBCE, n. 2009, p. 71–83, 2010. Disponível em: http://revista.cbce.org.br/index.php/cadernos/article/view/984. Acesso em: 20 maio 2021.

GRANT, Maria J.; BOOTH, Andrew. A typology of reviews: An analysis of 14 review types and associated methodologies. Health Information and Libraries Journal, v. 26, n. 2, p. 91–108, 2009. Disponível em: https://doi.org/10.1111/j.1471-1842.2009.00848.x. Acesso em: 20 maio 2021.

GRESPAN, Carla L.; GOELLNER, Silvana V. Fallon Fox: Um Corpo Queer No Octógono. Movimento, v. 20, n. 4, p. 1265, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.46216. Acesso em: 20 maio 2021.

JAGOSE, Annemarie. Queer Theory – an introduction. New York: New York University Press, 1996.

HALL, William. J.; RODGERS, Grayson K. Teachers’ attitudes toward homosexuality and the lesbian, gay, bisexual, and queer community in the United States. Social Psychology of Education, v. 22, p. 23–4, 2019. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s11218-018-9463-9. Acesso em: 20 maio 2021.

HARTMANN-TEWS, Ilse; BRAUMÜLLER, Birgit; MENZEL, Tobias; TORRANCE, Hugh; MARSHALL, Andrew. Sexual orientation, gender identity and sport: Selected findings and recommendations for action - Scotland. FIS – Publikationen Sexual orientation, gender identity and sport, p. 10, 2019. Disponível em: https://fis.dshs-koeln.de/portal/files/5042847/OUTSPORT_SCOTLAND_WEB.pdf. Acesso em: 20 maio 2021.

IWAMOTO, Thiago C.; AMORIM, Wanderson A.; SEABRA, André L. Docência universitária e a formação de professores de Educação Física: a relação entre conteúdos e gênero. Periódicus, n. 14, v.2, 2021. https://doi.org/10.9771/peri.v2i14.28532. Acesso em: 20 maio 2021.

JOANNA BRIGGS INSTITUTE (JBI). Methodology for JBI Scoping Reviews - Joanna Briggs. 2015. Disponível em: http://joannabriggs.org/assets/docs/sumari/ Reviewers-Manual_Methodology-for-JBI-Scoping-Reviews_2015_ v2.pdf. Acesso em: 10 nov. 2020.

KUNZ, Eleanor. Educação Física: ensino e mudança. Ijuí: Unijuí, 1991.

LAZZAROTTI FILHO, Ari; SILVA, Ana Marcia; ANTUNES, Priscilla de Cesaro; SILVA, Ana Paula Salles da; LEITE, Jaciara Oliveira. O termo práticas corporais na literatura científica brasileira e sua repercussão no campo da educação física. Movimento, v. 16, n. 1, p. 11–29, 2009. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.9000. Acesso em: 20 maio 2021.

LOURO, Guacira L. (Org). O Corpo Educado: pedagogias de sexualidade. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

MARCHI JÚNIOR, Wanderley. O esporte “em cena”: perspectivas históricas e interpretações conceituais para a construção de um Modelo Analítico. The Journal of the Latin American Socio-cultural Studies of Sport, v. 5, n. 1, p. 46–67, 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5380/jlasss.v5i1.43890. Acesso em: 20 maio 2021.

MISKOLCI, Richard. A Teoria Queer e a Sociologia: o desafio de uma analítica da normalização. Sociologias, Porto Alegre, v. 11, n. 21, p. 150-182, jan./jun. 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/soc/n21/08.pdf. Acesso em: 20 maio 2021.

O'HIGGINS-NORMAN, James. Equality in the provision of social personal and health education in the Republic of Ireland: The case of homophobic bullying?. Pastoral Care in Education, v. 26, n.2, p. 69–81, 2008. Disponível em: https://doi.org/10.1080/02643940802062568. Acesso em: 20 maio 2021.

O'HIGGINS-NORMAN, James. Straight talking: explorations on homosexuality and homophobia in secondary schools in Ireland, Sex Education, v. 9 n. 4, p. 381-393, 2009. Disponível em: https://doi.org/10.1080/14681810903265295. Acesso em: 20 maio 2021.

OLIVEIRA, José Marcelo D.; MOTT, Luiz. Mortes violentas de LGBT+ no brasil – 2019: Relatório do Grupo Gay da Bahia. Salvador, 2019. Disponível em: https://grupogaydabahia.com.br/relatorios-anuais-de-morte-de-lgbti/. Acesso em 22 de dezembro de 2020. Acesso em: 20 maio 2021.

PEREIRA, Erik; SILVA, Alan C. Educação Física, Esporte e Queer. Curitiba: Appris, 2019.

PONTES, Júlia C.; SILVA Cristiane G. Cisnormatividade e passabilidade: deslocamentos e diferenças nas narrativas de pessoas trans. Periódicus, n. 8, v. 1, nov.2017-abr. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.9771/peri.v1i8.23211. Acesso em: 20 maio 2021.

PRADO, Vagner Matias do; RIBEIRO, Arilda Ines Miranda. Gêneros, sexualidades e Educação Física escolar: um início de conversa. Motriz, v. 16, n. 2p. 402–413, 2010. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5016/1980-6574.2010v16n2p402. Acesso em: 20 maio 2021.

PRADO, Vagner Matias Do; RIBEIRO, Arilda Ines Miranda. Educação física escolar, esportes e normalização: o dispositivo de gênero e a regulação de experiências corporais. Revista de Educação PUC-Campinas, v. 19, n. 3, p. 205, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.24220/2318-0870v19n3a2854. Acesso em: 20 maio 2021.

PRADO, Vagner Matias Do; RIBEIRO, Arilda Ines Miranda. Escola, Homossexualidades E Homofobia: Rememorando Experiências Na Educação Física Escolar. Reflexão e Ação, v. 24, n. 1, p. 97, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.17058/rea.v24i1.7049. Acesso em: 20 maio 2021.

REVISTA MOVIMENTO. Revista de Educação Física da UFRGs. Sobre: Foco e Escopo. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/Movimento/about/editorialPolicies#focusAndScope. Acesso em 10 jan. 2021.

SERRANO, Jéssica L.; CAMINHA, Iraquitan de O.; GOMES, Isabelle S. Transexualidade e educação física: uma revisão sistemática em periódicos das ciências da saúde. Movimento, v. 23, n. 3, p. 1119, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.64857. Acesso em: 20 maio 2021.

SILVA, Ana Marcia; LAZAROTTI FILHO, Ari; ANTUNES, Priscilla de Cesaro. Práticas Corporais. In: Dicionário Crítico de Educação Física. 3. ed. Ijuí: Unijuí, 2014. p. 522–527.

SOARES, Carmen Lucia et al. Metodologia do Ensino de Educação Física. São Paulo: Cortez, 1992.

STIGGER, Marco Paulo. Educação Física + Humanas. Campinas: Autores Associados, 2015.

WENETZ, Ileana. Gênero, corpo e sexualidade: negociações nas brincadeiras do pátio escolar. Cadernos CEDES, v. 32, n. 87, p. 199–210, 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccedes/a/RWJ6qPwPZysDRDmLchg7QFK/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 20 maio 2021.

WENETZ, Ileana; MACEDO, Christiane G. Masculinidade(s) no balé: gênero e sexualidade na infância. Movimento, v. 25, p. e25081, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.90474. Acesso em: 20 maio 2021.

Downloads

Publicado

2022-06-03

Como Citar

Polo, M. C. E. ., Olivar, J. M. N. ., & Tavares, G. H. (2022). Práticas corporais e população LGBTI+ na Educação Física: uma revisão de escopo. Conexões, 20(00), e022007. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8666520

Edição

Seção

Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)