Universo em seu tempo e em seu futebol

potencialidades e limitações de Universo do Futebol para os estudos de identidade nacional

Autores

Palavras-chave:

Futebol, Identificação social, Sociologia, Esporte

Resumo

Objetivo: Vislumbrar como esse trabalho clássico ainda dialoga com a produção sobre identidade nacional e futebol. Metodologia: Pesquisa bibliografia e uma leitura crítica da coletânea de artigos “Universo do Futebol”, organizada Roberto DaMatta, com maior enfoque no trabalho do próprio organizador e de Arno Vogel. Resultados e Discussão: A análise da coletânea buscou pensar as potencialidades e as limitações do trabalho dentro do recorte metodológico e do momento histórico em que foi escrito, 1982. A partir do recorte, alguns dos conceitos e dos argumentos centrais dos dois artigos foram comparados com a literatura pertinente ao tema e a uma análise da dimensão teórico metodológica. Conclusão: Percebeu-se pontos ainda relevantes para o atual debate acadêmico, bem como questões não contempladas pela obra, à luz da atual produção acadêmica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Harian Pires Braga, Universidade Estadual de Campinas

Doutorado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas. Membro do Grupo de Pesquisa em Futebol - GEF/FEF desde 2009. Professor de História na rede básica de Campinas com atuação especial na Educação de Jovens e Adultos.

Referências

ANDERSON, Benedict. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

BARTHOLO, Thiago Lisboa; SALVADOR, Marco Antônio Santoro; SOARES, Antônio Jorge Gonçalves O “futebol arte” e o “planejamento México” na copa de 70: as memórias de Lamartine Pereira da Costa. Movimento, Porto Alegre, v. 10, n. 3, p.113-130, set./dez. 2004.

BRAGA, Harian. A doce recordação do que eu não vivi: a formação da identidade nacional no futebol. 2015, 184f. Dissertação (Mestrado)–Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, 2015. Disponível em: https://repositorio.unicamp.br/Busca/Download?codigoArquivo=471043. Acesso em: 10 jan. 2022.

BOURDIEU, Pierre. Como é possível ser esportivo? IN: ______. Questões de Sociologia, Lisboa: Fim de Século, 2003.

DAMO, Arlei Sander. Do dom à profissão: a formação de futebolistas no Brasil e na França. São Paulo: Aderaldo & Rothschild Ed. ANPOCS, 2007.

DAMATTA, Roberto. Carnavais, malandros e heróis: para uma sociologia do dilema brasileiro. 69. ed. Rio de Janeiro: Rocco, 1997

DAMATTA, Roberto (Org.) Universo do. Futebol: Esporte e Sociedade Brasileira. Rio de Janeiro: Pinakotheke, 1982.

ELIAS, Norbert; DUNNING, Eric. A busca da excitação. Lisboa: Difel, 1992.

GELLNER. Ernest. Nações e Nacionalismos. Lisboa: Gradiva, 1993.

GIDDENS, Anthony. Consequências da Modernidade. São Paulo: UNESP, 2002.

GIGLIO, Sérgio Settani; PRONI, Marcelo Weishaupt (Orgs.). O futebol nas ciências humanas no Brasil. Campinas: Editora da Unicamp, 2020.

GIGLIO, Sérgio Settani; SPAGGIARI, Enrico. A produção das ciências humanas sobre futebol no Brasil: um panorama (1990-2009). Revista de História. São Paulo, n. 163, p. 293-350, 2010. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/19180. Acesso em: 10 jan. 2022.

GUTTMANN, A. From ritual to record: the nature of modern sports. New York: Columbia University Press, 1978.

HALL, Stuart A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2006.

HELAL, Ronaldo; SOARES, Antonio Jorge Gonçalves; LOVISOLO, Hugo. A invenção do país do futebol: mídia, raça e idolatria. Rio de Janeiro: Mauad, 2001.

HOBSBAWM, Eric. J. Nações e Nacionalismo desde 1780. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2011.

LEITE, Dante Moreira. O Caráter Nacional Brasileiro. São Paulo: Editora da UNESP, 2002.

MOTTA, Carlos Guilherme. Ideologia da Cultura Brasileira (1933-1974). São Paulo: Ática, 1977.

POLLAK, Michael. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos Históricos: Revista da Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro, v. 2, n. 3, p.3-15, 1989.

RICUPERO, Bernardo. Sete Interpretações do Brasil. São Paulo: Alameda, 2011.

RODRIGUES FILHO, Mário. O negro no futebol brasileiro. Rio de Janeiro: Mauad, 2003.

SILVA, Silvio Ricardo da; INÁCIO, Luiz Gustavo; CAMPOS, Priscila Augusta Ferreira; MELO, Marcos de Abreu. Levantamento da produção sobre o futebol nas Ciências Humanas e Sociais de 1980 a 2007. Belo Horizonte: Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional-UFMG, 2009.

SOARES Antônio Jorge, SALVADOR Marcos Antônio, BARTHOLO Thiago. O futebol arte e o Planejamento México na Copa de 70: as memórias de Lamartine Pereira da Costa. Moviment, v. 10, n. 3, p. 113- 130, 2004.

SOARES, Antônio Jorge., LOVISOLO, Hugo. R. Futebol: a construção do estilo nacional. RBCE online, Campinas, v. 25, n. 1, set. 2009.

Downloads

Publicado

2022-07-14

Como Citar

Braga, H. P. (2022). Universo em seu tempo e em seu futebol: potencialidades e limitações de Universo do Futebol para os estudos de identidade nacional. Conexões, 20(00), e022011. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8668353

Edição

Seção

Dossiê 40 anos do livro Universo do Futebol