Banner Portal
Prevalência de comorbidades em idosas frágeis, pré-frágeis e robustas
Capa 2024 com foto das primeiras edições da revista
PDF

Palavras-chave

Envelhecimento
Fragilidade
Doenças não transmissíveis

Como Citar

SANTANA, Davi Alves de; SCOLFARO, Pedro Godoi; CHACON-MIKAHIL, Mara Patrícia; CAVAGLIERI, Cláudia Regina. Prevalência de comorbidades em idosas frágeis, pré-frágeis e robustas. Conexões, Campinas, SP, v. 22, n. 00, p. e024011, 2024. DOI: 10.20396/conex.v22i00.8674829. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8674829. Acesso em: 17 jun. 2024.

Dados de financiamento

Resumo

Objetivos: Investigar a prevalência de comorbidades na população de idosas frágeis, pré-frágeis e robustas. Metodologia: Foi conduzido um estudo transversal com uma amostra composta por 63 idosas a partir de 65 anos de idade. Primeiramente, todas as participantes foram submetidas a uma triagem para fragilidade a partir do critério do fenótipo de fragilidade. Em seguida, todas foram submetidas a uma anamnese pela qual o histórico de doenças foi auto-reportado. A prevalência de comorbidades entre as participantes foi analisada a partir do teste Qui-quadrado, sendo apresentadas a quantidade de ocorrências e desvio padrão. Em todos os testes, o nível de significância adotado foi de ≤0,05. Resultados e discussão: no total, a amostra foi composta por 12 idosas robustas, 34 pré-frágeis e 17 frágeis com média de idade de 74±5.8, 75±6.5 e 78±7.8, respectivamente. As idosas frágeis apresentaram maior número de doenças e maior prevalência de osteoartrite em relação às idosas robustas. Idosas frágeis e pré-frágeis apresentaram maior prevalência de comorbidades em comparação à idosas robustas, sem diferenças entre si. Ainda, diabetes foi a única condição com maior prevalência tanto na fragilidade quando na pré-fragilidade em comparação às idosas robustas. Em idosas frágeis e pré-frágeis, não houve diferença na prevalência de comorbidades quando se levou em consideração a quantidade de critérios positivos do fenótipo de Fried. Considerações Finais: Idosas frágeis e pré-frágeis possuem maior prevalência de comorbidades em relação à idosas robustas e que possivelmente o aumento de comorbidades pode estar envolvido com uma maior incidência de pré-fragilidade, mas não de fragilidade.

https://doi.org/10.20396/conex.v22i00.8674829
PDF

Referências

ABIZANDA, Pedro; ROMERO, Luis; SANCHEZ-JURADO, Pedro; MARTINEZ-REIG, Marta; ALFONSO-SILGUERO, Sérgio; RODRIGUEZ-MANAS, Leocadio. Age, frailty, disability, institutionalization, multimorbidity or comorbidity. Which are the main targets in older adults? The journal of nutrition, health & aging, v. 18, n. 6, p. 622-627, 2014. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1279770723005055?via%3Dihub. Acesso em: 10 set. 2023. 10 set. 2023.

ALCALÀ, María Victoria Castell; PUIME, Angel Otero; SANTOS, María Teresa Sánchez; BARRAL, Araceli Garrido; MONTALVO, Juan Ignacio González; ZUNZUNEGUI, María Victoria. Prevalence of frailty in an elderly Spanish urban population. Relationship with comorbidity and disability. Atencion primaria, v. 42, n. 10, p. 520-527, 2010. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/20116137/. Acesso em: 10 set. 2023.

ALMEIDA, Osvaldo Pereira de. Mini exame do estado mental e o diagnóstico de demência no Brasil. Arquivos em neuropsiquiatria, v. 56, n. 3B, p. 605-12, 1998. Disponível em: https://www.scielo.br/j/anp/a/Xmt3w7TVPV7M78XRb5prnrG/#. Acesso em: 10 set. 2023.

BATISTONI, Samila Sather Tavares; NERI, Anita Liberalesso; CUPERTINO, Ana Paula. Bretas. Validity of the center for epidemiological studies depression scale among Brazilian elderly. Revista de saude publica, v. 41, p. 598-605, 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rsp/a/dZRPGJB5R8497638MykwBGp/?lang=en. Acesso em: 10 set. 2023.

BROEIRO, Paula. Multimorbilidade e comorbilidade: duas perspectivas da mesma realidade. Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, v. 31, n. 3, p. 150-60, 2015. Disponível em: https://rpmgf.pt/ojs/index.php/rpmgf/article/view/11520/11193. Acesso em: 10 set. 2023.

COPPEDÈ, Fabio. The epidemiology of premature aging and associated comorbidities. Clinical interventions in aging, v. 8, p. 1023, 2013. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3760297/pdf/cia-8-1023.pdf. Acesso em: 10 set. 2023.

EL ASSAR, Mariam; LAOSA, Olga; MAÑAS, Leocadio Rodríguez. Diabetes and frailty. Current Opinion in Clinical Nutrition & Metabolic Care, v. 22, n. 1, p. 52-57, 2019. Disponível em: https://journals.lww.com/co-clinicalnutrition/abstract/2019/01000/diabetes_and_frailty.10.aspx. Acesso em: 10 set. 2023.

FRIED, Linda; TANGEN, Catherine; WATSON, Jeremy; NEWMAN, HIRSCH, Calvin; GOTTDIENER, John; Anne; SEEMAN, Teresa; TRACY, Russell; KOP, Willem; BURKE, Gregory; MCBURNIE, Mary Ann. Frailty in older adults: evidence for a phenotype. The Journals of Gerontology Series A: Biological Sciences and Medical Sciences, v. 56, n. 3, p. 146-157, 2001. Disponível em: https://academic.oup.com/biomedgerontology/article/56/3/M146/545770?login=false. Acesso em: 10 set. 2023.

FRIED, Linda; FERRUCCI, Luigi; DARER, Jonathan; WILLIAMSON, Jeff; ANDERSON, Gerard. Untangling the concepts of disability, frailty, and comorbidity: implications for improved targeting and care. The Journals of Gerontology Series A: Biological Sciences and Medical Sciences, v. 59, n. 3, p. 255-263, 2004. Disponível em: https://academic.oup.com/biomedgerontology/article/59/3/M255/579713?login=false. Acesso em: 10 set. 2023.

GURALNIK, Jack. Assessing the impact of comorbidity in the older population. Annals of epidemiology, v. 6, n. 5, p. 376-380, 1996. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1047279796000609?via%3Dihub. Acesso em: 10 set. 2023.

JÜRSCHIK, Pilar; NUNIN, Carmen; BOTIGUÉ, Teresa; ESCOBAR, Miguel Angel; LAVEDÁN, Ana; VILADROSA, Maria. Prevalence of frailty and factors associated with frailty in the elderly population of Lleida, Spain: the FRALLE survey. Archives of gerontology and geriatrics, v. 55, n. 3, p. 625-631, 2012. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0167494312001446?via%3Dihub. Acesso em: 10 set. 2023.

LUSTOSA, Lygia Paccini; PEREIRA, Daniele Sirineu; DIAS, Rosângela Correa; BRITTO, Raquel Rodrigues; PARENTONI, Adriana Neto; PEREIRA, Leani Souza Máximo. Tradução e adaptação transcultural do Minnesota Leisure Time Activities Questionnaire em idosos. Geriatria & Gerontologia, v. 5, n. 2, p. 57-65, 2011. Disponível em: https://cdn.publisher.gn1.link/ggaging.com/pdf/v5n2a03.pdf. Acesso em: 10 set. 2023.

MISRA, Devyani; FELSON, David; SILLIMAN, Rebecca; NEVITT, Michael; LEWIS, Cora; TORNER, James; NEOGI, Tuhina. Knee osteoarthritis and frailty: findings from the Multicenter Osteoarthritis Study and Osteoarthritis Initiative. Journals of Gerontology Series A: Biomedical Sciences and Medical Sciences, v. 70, n. 3, p. 339-344, 2015. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4351392/pdf/glu102.pdf. Acesso em: 10 set. 2023.

MOREIRA, Virgílio Garcia; LOURENÇO, Roberto Alves. Prevalence and factors associated with frailty in an older population from the city of Rio de Janeiro, Brazil: the FIBRA-RJ Study Clinics, v. 68, p. 979-985, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/j/clin/a/tQ8tycpncw4m5thRBn79SyJ/#. Acesso em: 10 set. 2023.

ORDING, Anne Gulbech; SØRENSEN, Henrik Toft. Concepts of comorbidities, multiple morbidities, complications, and their clinical epidemiologic analogs. Clinical epidemiology, v. 5, p. 199, 2013. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3704301/pdf/clep-5-199.pdf. Acesso em: 10 set. 2023.

RODRÍGUEZ-MAÑAS, Leocadio; FÉART, Catherine; MANN, Giovanni; VIÑA, Jose; CHATTERJI Somnath; CHODZKO-ZAJKO, Wojtek; HARMAND, Magali Gonzalez-Colaço; BERGMAN, Howard; CARCAILLON, Laure; NICHOLSON, Caroline; SCUTERI, Angelo; SINCLAIR, Alan; PELAEZ, Martha; VAN DER CAMMEN, Tischa; BELAND, François; BICKENBACH, Jerome; DELAMARCHE, Paul; FERRUCCI, Luigi; FRIED, Linda; GUTIÉRREZ-ROBLEDO, Luis Miguel; ROCKWOOD, Kenneth; ARTALEJO, Fernando Rodríguez; SERVIDDIO, Gaetano; VEGA, Enrique. Searching for an operational definition of frailty: a Delphi method based consensus statement. The frailty operative definition-consensus conference project. Journals of gerontology series a: biomedical sciences and medical sciences, v. 68, n. 1, p. 62-67, 2013. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3598366/pdf/gls119.pdf. Acesso em: 10 set. 2023.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2024 Conexões

Downloads

Não há dados estatísticos.