Banner Portal
Artes plásticas e estratégias de disseminação de jogos e brincadeiras tradicionais
Capa 2024 com foto das primeiras edições da revista
PDF

Palavras-chave

Arte marcial
Cultura
Ludicidade
Jogos recreativos

Como Citar

SCHWARTZ, Gisele Maria; TEODORO, Ana Paula Evaristo Guizarde. Artes plásticas e estratégias de disseminação de jogos e brincadeiras tradicionais. Conexões, Campinas, SP, v. 22, n. 00, p. e024007, 2024. DOI: 10.20396/conex.v22i00.8675673. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8675673. Acesso em: 16 jun. 2024.

Resumo

Objetivo: apontar as contribuições das artes plásticas na disseminação dos jogos e brincadeiras tradicionais, com base em pinturas de artistas nacionais, e sugerir estratégias de releitura e ressignificação para difundi-los no contexto da Educação Física. Metodologia: O estudo teve uma natureza qualitativa e foi desenvolvido por meio de pesquisas bibliográfica e exploratória, realizada em sites constantes do portal de buscas Google, aplicando-se os descritores relativos a pinturas de jogos tradicionais e pinturas de crianças brincando. Resultados e discussão: A amostra intencional foi composta pelas obras de 05 pintores brasileiros, famosos por retratarem cenas de crianças em dinâmicas de expressão da ludicidade, focalizando jogos e brincadeiras tradicionais. Foram sugeridas estratégias de releitura dessas obras, a partir de jogos sensitivo-expressivos e da produção de histórias em quadrinhos. Conclusão: Os dados analisados descritivamente ressaltam que, esse conteúdo pautado nas artes plásticas, atividades expressivas e quadrinhos, pode favorecer subsídio adequado para aquisição e difusão de conhecimento sobre jogos tradicionais, sobretudo no contexto da Educação Física.

https://doi.org/10.20396/conex.v22i00.8675673
PDF

Referências

ALFONSO-BENLLIURE, Vicente; ALONSO-SANZ, Amparo. Efficacy of Artistic Actions in Raising Awareness of Gender Equality and Sexual Diversity in University Contexts. Journal of Homosexuality, v. 71, n. 5, p. 1-26, 2024. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/00918369.2023.2169089. Acesso em: 29 jan. 2024.

CRUZ, Ivan. Amarelinha e menina com boneca. Projeto Brincadeiras de criança. Website: Artistas do Brasil, publicado em 11 set. 2018. Disponível em: https://artistasdobrasil.com/2018/09/11/ivan-cruz-amarelinha-e-menina-com-boneca/. Acesso em: 29 jan. 2024.

CRUZ, Ivan. Cama de gato. Projeto Brincadeiras de criança. Website: Artistas do Brasil, publicado em 11 set. 2018. Disponível em: https://artistasdobrasil.com/2018/09/11/ivan-cruz-cama-de-gato-i/. Acesso em: 29 jan. 2024.

BATISTA, Leonardo dos Santos; KUMADA, Kate Mamhy Oliveira. Análise metodológica sobre as diferentes configurações da pesquisa bibliográfica. Revista brasileira de iniciação científica, Itapetininga, v. 8, n. 1, p. e021029, 2021. Disponível em: https://periodicoscientificos.itp.ifsp.edu.br/index.php/rbic/article/view/113. Acesso em: 29 jan. 2024.

BUTLER, Nick; SPOELSTRA, Sverre. Redemption Through Play? Exploring the Ethics of Workplace Gamification. Journal of Business Ethics, Berlim, v. 1, n. 1, p. 1-12, 2024. Disponível em: https://link.springer.com/article/10.1007/s10551-023-05584-w. Acesso em: 29 jan. 2024.

CABRAL, Lígia. Fotografia e pintura: a encenação do personagem. 2013. 68 f. Dissertação (Mestrado em Pintura), Faculdade de Belas-Artes, Universidade de Lisboa, Lisboa, 2013.

CHENG, Su-mei. Reshaping the Concept of Leisure and Labour in the Era of Post-COVID-19. In: LIU, Huimei (Ed.). Leisure and Work in China. London: Routledge, 2024, p. 94-107. Disponível em: https://doi.org/10.4324/9781003366867. Acesso em: 29 jan. 2024.

EISNER, Will. Quadrinhos e arte sequencial: Princípios e práticas do lendário cartunista. 4ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2010.

TERUZ, Orlando. Ciranda. In: Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileira. São Paulo: Itaú Cultural, 2024. Disponível em: http://enciclopedia.itaucultural.org.br/obra7505/ciranda. Acesso em: 29 jan. 2024.

DACOSTA Milton. Menina pulando corda. In: Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileira. São Paulo: Itaú Cultural, 2024. Disponível em: https://enciclopedia.itaucultural.org.br/obra3448/menina-pulando-corda. Acesso em: 29 jan. 2024.

TERUZ, Orlando. Meninos pulando carniça. In: Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileira. São Paulo: Itaú Cultural, 2024. Disponível em: https://enciclopedia.itaucultural.org.br/obra3807/meninos-pulando-carnica. Acesso em: 29 jan. 2024.

DACOSTA Milton. Roda. In: Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileira. São Paulo: Itaú Cultural, 2024. Disponível em: https://enciclopedia.itaucultural.org.br/obra3592/roda. Acesso em: 29 jan. 2024.

FERRARI, Ricardo. A tarde. publicado em 19 jul. 2018. Facebook: Ricardo Ferrari. Disponível em: https://www.facebook.com/photo/?fbid=1833173936760390&set=a.1786169608127490&locale=pt_BR. Acesso em: 29 jan. 2024.

FERRARI, Ricardo. A rua noturna. publicado em 24 mar. 2015. Facebook: Ricardo Ferrari. Disponível em: https://www.facebook.com/photo/?fbid=803703163040811&set=a.803703113040816&locale=pt_BR. Acesso em: 29 jan. 2024.

FEHR, Jacob. David's Paradox: The Limitations of Textual Analysis of Gender Representation in Picture Books. Journal of Radical Librarianship, v. 10, n. 1, p. 12-16, 2024. Disponível em: https://journal.radicallibrarianship.org/index.php/journal/article/view/105/89. Acesso em: 29 jan. 2024.

FREDERICO, Aline. Playfulness in e-picture books: how the element of play manifests in transmediated and born-digital picture book apps. 2014. 216 f. Tese (Doutorado em Arts, Library, Archival and Information Studies – SLAIS), School of Arts. Vancouver, University of British Columbia, 2014.

HUIZINGA, Johan. Homo Ludens. Lisboa: Edições 70, 2003.

ILXOMOVNA, Nazarova Firuza. Group play therapy as a method of preservation mental health of the child. IQRO: Journal of Islamic Education, Balandai, v. 2, n. 1, p. 262-267, 2023. Disponível em: 29 jan. 2024.https://wordlyknowledge.uz/index.php/iqro/article/view/273. Acesso em: 29 jan. 2024.

JAQUEIRA, Ana Rosa; ARAÚJO, Paulo Coêlho; RIBAS, Juan Pedro; LIMA, Genoveva Teixeira; NUNES, Carolina Galo. Jubileo de losjuegostradicionales: una historia de vida, de tradición y de modernidad. Acción Motriz, Las Palmas de Gran Canaria, v. 33, n. 1, p. 26-44, 2024. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=9255754. Acesso em: 29 jan. 2024.

LEBED, Felix. Reflections on Play, Sport, and Culture: Introduction to the Play Field Theory. Londres: Routledge, 2024.

LINS, Adeilson Batista. Método qualitativo na pesquisa acadêmica. Revista Primeira Evolução, São Paulo, v. 1, n. 14, p. 17-24, 2021. Disponível em: https://primeiraevolucao.com.br/index.php/R1E/article/view/42. Acesso em: 29 jan. 2024.

MACHADO, Eliza Araujo; GHISLENI, Taís Steffenello; BOER, Noemi. Inovação e gamificação: relato de uma atividade lúdica desenvolvida com crianças da educação infantil. Vivências, Erechim, v. 20, n. 40, p. 337-351, 2024.

MOREIRA, Wagner Wey; SIMÕES, Regina; MARTINS, Ida Carneiro. Aulas de educação física no ensino médio. Campinas: Papirus Editora, 2021.

MURCIA, Juan Antonio Moreno. Aprendizagem através do jogo. Porto alegre: Artmed, 2008.

NEIRA, Marcos Garcia. Em defesa do jogo como conteúdo cultural do currículo da Educação Física. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 8, n. 2, 2009. Disponível em: https://repositorio.usp.br/item/002954990. Acesso em: 29 jan. 2024.

PROJETO PORTINARI. Acervo/Obras, código FCO-2012, número CR 3454: Meninos brincando, pintura à óleo sobre tela, 72.5 x 60 cm, 1955, atualizado em 2024. Disponível em:

https://www.portinari.org.br/acervo/obras/17441/meninos-brincando. Acesso em: 29 jan. 2024.

PROJETO PORTINARI. Acervo/Obras, código FCO-1491, número CR 2531: Meninos soltando pipas. pintura à óleo sobre tela, 74 x 60 cm, atualizado em 2024. Disponível em: https://www.portinari.org.br/acervo/obras/16716/meninos-soltando-pipas. Acesso em: 29 jan. 2024.

RAMA, Angela. Como usar as histórias em quadrinhos na sala de aula. São Paulo: Editora Contexto, 2015.

SANDBERG, Anette. Play memories and place identity. Early child development and care, v. 173, n. 2-3, p. 207-221, 2003. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/232984500_Play_Memories_and_Place_Identity. Acesso em: 29 jan. 2024.

SCHWARTZ, Gisele Maria. Atividades Recreativas. Coleção Educação Física no Ensino Superior. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 2004.

SERAFINI, Frank; REID, Sthefanie. Multimodal content analysis: expanding analytical approaches to content analysis. Visual Communication, New Castle, v. 22, n. 4, p. 623-649, 2023. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/1470357219864133. Acesso em: 29 jan. 2024.

SILVA, Cinthia Lopes da; ROSSI FILHO, Silvio; SCALZITTI, Adriano; PILLON, Rosiane; SILVA, Priscilla Pinto Costa da; RIGONI, Ana Carolina Capellini; SILVA, Luciene Ferreira da; SOUZA, Marcio Ferreira de; SOUZA, Adalberto dos Santos; SCHWARTZ, Gisele Maria. Lazer, educação e tecnologia: construindo quadrinhos nas aulas de Educação Física escolar. Piracicaba: Editora UNIMEP, 2021.

STEINKUEHLER, Constance; SQUIRE, Kurt. Gaming in educational contexts. In: SCHUTZ, Paul; MUIS, Krista (Eds.). Handbook of educational psychology. 4. ed. New York: Routledge, 2024. p. 674-695.

TEODORO, Ana Paula Evaristo Guizarde; SCHWARTZ, Gisele Maria. Programa lúdico para o âmbito corporativo: interesse e satisfação de funcionários. LICERE-Revista do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer, Belo Horizonte, v. 22, n. 4, p. 66-94, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/licere/article/view/16262/13055. Acesso em: 29 jan. 2024.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2024 Conexões

Downloads

Não há dados estatísticos.