Banner Portal
A designação do nome lócus de formação continuada nos pareceres orientativos da Seduc/MT
PDF

Palavras-chave

Designação
Lócus de formação continuada
Espaço político

Como Citar

DALCICO, Eliane Cristina; ZATTAR, Neuza. A designação do nome lócus de formação continuada nos pareceres orientativos da Seduc/MT. Línguas e Instrumentos Linguísticos, Campinas, SP, v. 23, n. 45, p. 118–137, 2020. DOI: 10.20396/lil.v23i45.8659384. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/lil/article/view/8659384. Acesso em: 21 abr. 2024.

Resumo

Propomos analisar, por meio deste artigo, sob a perspectiva da Semântica do Acontecimento (GUIMARÃES, 1992, 1999, 2005, entre outros), o processo de designação do nome lócus de formação continuada que aparece inscrito nos documentos Pareceres Orientativos, produzidos pela Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso/SEDUC/MT. Observamos como a linguagem constrói relações com o mundo, mas que não se reduz ao referi-lo. Nesse sentido, vamos examinar como em cada nome os elementos a que ele se refere são identificados simbolicamente. A designação dada ao nome lócus de formação continuada nos Pareceres Orientativos da SEDUC/MT mostra que é um espaço político, constituído de línguas que funcionam na sua relação com os falantes, que é significado enunciativamente pela instituição SEDUC/MT e a Superintendência de Formação dos Profissionais da Educação/SUFP que os organiza.

https://doi.org/10.20396/lil.v23i45.8659384
PDF

Referências

BRASIL. Rede nacional de formação continuada de professores da educação básica: Orientações Gerais. Brasília: MEC/SEB, 2016.

DUCROT, O. O dizer e o dito. Trad. Eduardo Guimarães. Campinas, SP: Pontes, 1987.

FREGE, G. Lógica e filosofia da linguagem. Trad. Paulo Alcoforado. 2. ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2009.

GUIMARAES, E. A linguística é uma ciência histórica? In: BRÉAL, M. Ensaio de semântica. Campinas, SP: Pontes/Educ, 1992.

GUIMARAES, E. Textualidade e enunciação. Escritos, Campinas, Labeurb, Unicamp, n. 2., 1999. Disponível em: https://www.labeurb.unicamp.br/portal/pages/pdf/escritos/Escritos2.pdf

GUIMARAES, E. Um mapa e suas ruas. In: ORLANDI, E. Cidade atravessada: os sentidos públicos no espaço urbano. Campinas, SP: Pontes, 2001.

GUIMARAES, E. Designação e espaço de enunciação: um encontro político no cotidiano. Letras-Língua e literatura: Limites e Fronteiras, [s.l.], n. 26, p. 53-62, 2003. Disponível em:< https://periodicos.ufsm.br/letras/article/view/11880/7307> Acesso em: GUIMARAES, E. Semântica do acontecimento: um estudo enunciativo da designação. 2. ed. Campinas, SP: Pontes, 2005.

GUIMARAES, E. Domínio semântico de determinação. In: GUIMARÃES, E.; MOLLICA, M. C. (Orgs). A palavra: forma e sentido. Campinas, SP: Pontes, 2007.

GUIMARAES, E. Os limites do sentido: um estudo histórico e enunciativo da linguagem. 2. ed. Campinas, SP: Pontes, 2010.

GUIMARAES, E. Análise de texto: procedimentos, análises, ensino. Campinas, SP: Editora RG, 2011.

GUIMARAES, E. Semântica: enunciação e sentido. Campinas, SP: Pontes Editores, 2018a.

GUIMARAES, E. Relações apositivas: dinâmica dos lugares de enunciação nas relações de designação. Traços de Linguagem, Cáceres, MT, v. 2, n. 1, p. 83-94, 2018b.

HAROCHE, C.; HENRY, P.; PÊCHEUX, M. La Sémantique et la Coupure Saussurienne: Langue, Langage, Discours. Langages, [s.l.], n. 6 (24), p. 93-106, 1971. Disponível em:<https://www.persee.fr/doc/lgge_0458726x_1971_num_6_24_2608> Acesso em: 05/07/2019.

MATO GROSSO. Secretaria de Estado de Educação. Políticas de Formação dos Profissionais da Educação Básica de Mato Grosso. Cuiabá: MT/SEDUC, 2010a.

MATO GROSSO. Secretaria de Estado de Educação. Parecer Orientativo. Referente ao Desenvolvimento do Projeto Sala de Professor para o ano de 2010. Cuiabá: SUFP/SEDUC/MT, 2010b.

MATO GROSSO. Secretaria de Estado de Educação. Parecer Orientativo. Referente ao Desenvolvimento do Projeto Sala de Educador para o ano de 2011. Cuiabá: SUFP/SEDUC/MT, 2011.

MATO GROSSO. Secretaria de Estado de Educação. Parecer Orientativo. Referente ao desenvolvimento do Projeto de Formação Docente na Escola. Cuiabá: SUFP/SEDUC/MT, 2017.

MATO GROSSO. Secretaria de Estado de Educação. Parecer Orientativo. Referente ao desenvolvimento do Pró-escolas Formação na Escola. Cuiabá: SUFP/SEDUC/MT, 2018.

ZATTAR, N. A corte portuguesa mudou-se ou fugiu para o Brasil. Webrevista discursividade, Campo Grande, MS, 9. ed., jan-mai, 2012.

A revista Línguas e Instrumentos Linguísticos utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.