Pae tupane

Deus enunciado no Brasil Colônia

Palavras-chave: Semântica histórica da enunciação, Designação, História do Brasil

Resumo

Este artigo objetiva analisar, a partir da perspectiva da Semântica Histórica da Enunciação, um recorte da carta V, Informação das Terras do Brasil (1549), de padre Manoel da Nóbrega. Nesta investigação, analisa-se o acontecimento de enunciação, o espaço de enunciação e a cena enunciativa da passagem selecionada. Além disso, analisa-se a designação dos nomes Tupane, em língua tupi, e Deus e Pae Tupane, em língua portuguesa, enunciados no mesmo recorte. Tal estudo propõe uma análise enunciativa de interesse sobre o funcionamento da linguagem, e permite novas interpretações, que constroem sentidos outros, sobre aspectos pontuais da colonização jesuítica e portuguesa do Brasil no século XVI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lidiana Garcia Geraldo, Universidade Estadual de Campinas

Doutoranda em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP/IEL).

 

Referências

EPIPHANIUS (374). The Nicene Creed. In: BETTENSON, H. (org.). Documents of the Christian Church. New York, London: Oxford University Press, p. 37, 1947.

GUIMARÃES, E. Semântica: enunciação e sentido. Campinas: Pontes, 2018.

GUIMARÃES, E. Espaço de enunciação, Cena enunciativa, Designação. Fragmentum, Santa Maria: Laboratório Corpus: UFSM, v. 40, p. 49-76. 2014.

GUIMARÃES, E. Os limites do sentido: um estudo histórico e enunciativo da linguagem. 4ª ed, Campinas: Editora RG, 2010.

GUIMARÃES, E. A enumeração: funcionamento enunciativo e sentido. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas: IEL/Unicamp, n. 1, v. 57, p. 49-68. 2009.

GUIMARÃES, E. Domínio Semântico de Determinação. In: GUIMARÃES, E.; MOLLICA, M. C. (Orgs.). A Palavra: Forma e Sentido. Campinas: Pontes, p. 77-96, 2007.

GUIMARÃES, E. Semântica do Acontecimento: um estudo enunciativo da designação. 2ª ed Campinas: Pontes, 2005.

GUIMARÃES, E. A Língua Portuguesa no Brasil. Ciência e Cultura, n. 2, v. 57, p. 24-28. São Paulo: SBPC, 2005.

GUIMARÃES, E. Enunciação e História. In: GUIMARÃES, E. (Org.); COLLINA, A. [et. al.]. História e Sentido na Linguagem. Campinas: Pontes, p. 71-79, 1989.

MOREAU, F. E. Os índios nas cartas de Nóbrega e Anchieta. São Paulo: Annablume, 2003.

NÓBREGA, M. V. Informação das Terras do Brasil (1549). In: NÓBREGA, M. V. Cartas do Brasil, 1549-1560. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, p. 97-102, 1988.

ORLANDI, E. P. As formas do silêncio: no movimento dos sentidos. 6ª ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2007.

POPE PAUL III. (1537). ““Sublimis Deus” of Pope Paul III in 1537”. In: ADIELE, P. O. The Popes, the Catholic Church and the Transatlantic Enslavement of Black Africans 1418-1839. Hildesheim, Zurich, New York: Georg Olms Verlag, p. 529-30, 2017.

RANCIÈRE, J. O Desentendimento. Trad. de Ângela Leite Lopes. São Paulo: Editora 34.

THEODORE OF MOPSUESTIA; THEODORET OF CYRUS; IBAS OF EDESSA. (553). The Canons of the Second Council of Constantinople. In: BETTENSON, H. (org.). (1947). Documents of the Christian Church. New York, London: Oxford University Press, p. 128-29, 1996.

Publicado
2020-04-30
Como Citar
Geraldo, L. G. (2020). Pae tupane. Línguas E Instrumentos Línguísticos, 23(45), 138-163. https://doi.org/10.20396/lil.v23i45.8659386
Seção
Artigo