Banner Portal
Aplicação da Análise do Ciclo de Vida na construção civil: discussão sobre alocação de impactos entre o aço e suas escórias
PDF

Palavras-chave

Alocação de impactos. Análise de Ciclo de Vida. ACV. LCA. Aço. Escórias siderúrgicas. SimaPro.

Como Citar

SAADE, M. R. M.; OLIVEIRA, B. M. de; SILVA, M. G. da; SILVA, V. G. da. Aplicação da Análise do Ciclo de Vida na construção civil: discussão sobre alocação de impactos entre o aço e suas escórias. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 1, n. 6, p. 97–114, 2011. DOI: 10.20396/parc.v1i6.8634489. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8634489. Acesso em: 3 mar. 2024.

Resumo

O setor siderúrgico brasileiro é reconhecido pela disseminação de ações relacionadas com a reciclagem das escórias siderúrgicas. Há, porém, algumas dificuldades para avaliação da carga ambiental do produto e dos seus co-produtos, ambos formados no mesmo processo. A metodologia da Análise de Ciclo de Vida (LCA) constitui uma ferramenta holística para a distribuição de impactos ambientais entre produtos e co-produtos, possibilitando a alocação de impactos com base em diferentes critérios. Visando à compreensão da influência do critério de alocação de impactos sob os resultados da LCA, e, portanto, a uma visão mais consciente do processo de produção do aço e da reciclagem de suas escórias como matéria-prima para materiais de construção, o presente artigo objetiva a condução de uma LCA simplificada (streamlined LCA) do aço e das escórias siderúrgicas, com a realização de uma avaliação comparativa dos resultados decorrentes do uso de critérios de alocação de impactos com base na massa e no valor econômico; e, mais especificamente, visa analisar a diferença entre resultados obtidos a partir do uso de dados de inventários internacionais e de dados específicos de uma empresa siderúrgica brasileira. Para o tratamento e a interpretação dos resultados foi utilizada a plataforma de apoio SimaPro 7.1 e a avaliação dos impactos foi realizada por meio do EcoIndicator 99. Os resultados encontrados demonstraram a relevância da discussão quanto ao critério de alocação de impactos para avaliar a competitividade mercadológica das escórias siderúrgicas em relação às suas alternativas para a produção de materiais de construção, e, também, comprovaram a importância de utilização de dados específicos de uma determinada empresa, setor ou país para a construção de inventários representativos e para estimular a definição de indicadores e de metas de desempenho ambiental, que impulsionem o crescimento mais sustentável da indústria siderúrgica nacional.
https://doi.org/10.20396/parc.v1i6.8634489
PDF

A PARC Pesquida em Arquitetura e Construção utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.