Animação como Método de Projeto

Autores

  • Eduardo Marotti Corradi Curso de Arquitetura e Urbanismo. Universidade Estadual de Campinas.

DOI:

https://doi.org/10.20396/parc.v1i3.8634513

Palavras-chave:

Arquitetura. Animação. Tecnologia. Método de Projeto.

Resumo

Animação é conhecida por todos quando se trata de seu uso na indústria de entretenimento, no entanto, quando aplicado à arquitetura, até arquitetos a desconhecem. Na grande maioria dos casos, a animação na arquitetura tem sido adotada no final do processo de projeto, quando todas decisões de desenho do projeto foram tomadas, soluções para problemas arquitetônicos foram adotados. Este artigo busca mostrar como as técnicas de animação vêm sendo utilizadas no processo de projeto, como podem auxiliar e otimizar o projeto arquitetônico, além de obter resultados dificilmente alcançados sem o seu uso. Ao longo da pesquisa também foi desenvolvido um exercício projetual de uma instalação artística utilizando técnicas de animação, apresentando todas suas etapas de desenvolvimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Marotti Corradi, Curso de Arquitetura e Urbanismo. Universidade Estadual de Campinas.

O autor é estudante, graduando em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, da Universidade Estadual de Campinas. Este artigo foi feito a partir de uma Iniciação Científica de mesmo título, no período de agosto/2007 a julho/2008, financiada pela PIBIC/CNPq, sob orientação da Profa. Dra. Gabriela Celani.

Downloads

Publicado

2008-11-01

Como Citar

CORRADI, E. M. Animação como Método de Projeto. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 1, n. 3, p. 111–134, 2008. DOI: 10.20396/parc.v1i3.8634513. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8634513. Acesso em: 5 dez. 2022.