Mapa acústico como ferramenta de avaliação de ruído de tráfego veicular em Aracaju – Brasil

Autores

  • Italo César Montalvão Guedes Universidade Federal de Sergipe
  • Stelamaris Rolla Bertoli Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/parc.v5i2.8634537

Palavras-chave:

Ruído ambiental. Ruído de tráfego. Mapas acústicos. Simulação acústica.

Resumo

O ruído de tráfego é uma das principais questões que afetam o bem - estar e a saúde humana em ambientes urbanos. Este artigo mostra uma aplicação de mapa acústico como ferramenta para avaliação do ruído de tráfego veicular urbano através de simulações acústicas (software Predictor, versão 9.0 - Brüel & Kjær). O objeto de estudo foi um trecho da Av. Augusto Franco, importante avenida na zona urbana da cidade de Aracaju, Brasil. A modelagem acústica e simulações foram baseadas em medições de dados acústicos, de tráfego e geométricos coletados em novembro/dezembro de 2013 e junho de 2014. Os resultados foram discutidos com base em mapas acústicos do cenário atual, seguidos pela criação e simulação de cenários hipotéticos de composição e fluxo de veículos. Foram feitas análises comparativas entre descritores acústicos dos mapas e legislação municipal, normas - internacional e nacional, além da literatura técnica de ruído urbano. Os resultados revelam a existência do impacto do ruído de tráfego no trecho analisado, o que pode causar desconforto ou até mesmo efeitos adversos à saúde da população exposta. Este estudo aponta a importância do desenvolvimento de mapas acústicos para análise do ruído ambiental por meio de diversos cenários com alteração de características de tráfego de uma dada região, visando melhores condições de conforto acústico nas cidades e podendo subsidiar a tomada de decisão de políticas públicas de urbanização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Italo César Montalvão Guedes, Universidade Federal de Sergipe

Doutorando pelo Programa de Pós - graduação em Arquitetura, Tecnologia e Cidade - FEC/Unicamp.Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Tiradentes (2000), graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Sergipe (2003) e mestrado em Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual de Campinas (2005). Professor efetivo do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Stelamaris Rolla Bertoli, Universidade Estadual de Campinas

Professora Associada e Livre Docente, do Departamento de Arquitetura e Construção da Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo (FEC) da UNICAMP. Obteve o Doutorado (1989) e o Mestrado (1984) em Física pela Universidade Estadual de Campinas. Na Graduação (1980) concluiu o Bacharelado e a Licenciatura em Física no Instituto Gleb Wataghin da Universidade Estadual de Campinas.

Referências

ARACAJU. Lei nº 2.410, de 17 de junho de 1996. Dispõe sobre medidas de combate à poluição sonora entre outras providências no município de Aracaju. Disponível em: http://www.leismunicipais.com.br. Acesso em: 09 fev. 2015.

______ Lei nº 1.789, de 17 de janeiro de 1992. Dispões sobre o Código de Proteção Ambiental do Município de Aracaju e dá providências correlatas. Disponível em: http://www.aracaju.se.gov.br/userfiles/concursos/lei_1789-1992_meio-ambiente.pdf. Acesso em: 09 fev. 2015.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10151: Acústica – avaliação do ruído em áreas habitadas, visando o conforto da comunidade – procedimento. Rio de Janeiro, 2000.

BERGLUND, B; LINDVALL, T; SCHWELA, D H. Guidelines for community noise. 1999. Disponível em: http:// whqlibdoc.who.int/hq/1999/a68672.pdf. Acesso em: 10 mai. 2014.

BRÜEL & KJÆ. Environmental noise. Denmark: Brüel & Kjær Sound & Vibration Measurement A/S, 2000. 65 p.

CALIXTO, A. O Ruído gerado pelo tráfego de veículos em “Rodovias – Grandes Avenidas” situadas dentro do perímetro urbano de Curitiba, analisado sob parâmetros acústicos objetivos e seu impacto ambiental. 2002. 122f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) – Faculdade de Engenharia Mecânica, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2002.

DACOL, K. Ruídos mapeados. Construtoras apostam na cartografia sonora e em simulações de computador para garantir desempenho acústico de seus projetos. Revista Téchne, São Paulo, n. 191, p. 26 – 29, fev. 2013.

DENATRAN. Divisão de Estatística do Departamento de Trânsito do Governo do Estado de Sergipe – Frota de Veículos 2004 a 2014.

Disponível em: http://www.denatran.gov.br/. Acesso em: 30 out. 2014.

DINTRANS, A; PRÉNDEZ, M. A method of assessing measures to reduce road traffic: a case study in Santiago, Chile. Applied Acoustics, v.74, n. 12, p. 1486–1491, dez. 2013. http://dx.doi.org/10.1016/j.apacoust.2013.06.012

FIEDLER, P. E. K. Poluição sonora nos eixos estruturais de transporte da cidade de Curitiba – PR. 2013. 167f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambiental) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Recursos Hídricos e Ambiental, Setor de Tecnologia, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2013.

GARAVELLI, S. L; MORAES, A. C. M; NASCIMENTO, J. R. R; NASCIMENTO, P. H. D. P; MAROJA, A. M. Mapa de ruído como ferramenta de gestão da poluição sonora: estudo de caso de Águas Claras – DF. In: CONGRESSO LUSO – BRASILEIRO PARA O PLANEAMENTO URBANO, REGIONAL, INTEGRADO, SUSTENTÁVEL, FARO. 4., 2010. Anais.... Faro: PLURIS, 2010. Disponível em: http://pluris2010.civil.uminho.pt/Actas/PDF/Paper377.pdf. Acesso em: 30 out. 2014.

GUEDES, I. C. M. Influência da forma urbana em ambiente sonoro: um estudo no bairro Jardins em Aracaju (SE). 2005. 126f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo. Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

GUEDES, I. C. M., BERTOLI, S. R.; ZANNIN, P. H. T. Influence of urban shapes on environmental noise: A case study in Aracaju, Brazil. Science of the Total Environment, v. 412–413, p. 66–76, 2011. http://dx.doi.org/10.1016/j.scitotenv.2011.10.018

GUEDES, I. C. M; KOHLER, R.; CARVALHO, R. M. Estudo de impacto do ruído de tráfego veicular em Aracaju (SE) – Brasil. In: XXIV ENCONTRO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ACÚSTICA, Campinas, 2014. Anais... Campinas: SOBRAC, 2014. p. 26 – 33.

HAMMER, M. S.; SWINBURN, T. K.; NEITZEL, R.L. Environmental noise pollution in the United States: developing an effective public health response. Environ Health Perspect, v. 122, p. 115 – 119. 2014. http://dx.doi.org/10.1289/ehp.1307272

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 1996-2 Acoustics -- Description, measurement and assessment of environmental noise -- Part 2: Determination of environmental noise levels. Geneva, 2007.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 9613-2 Acoustics -- Attenuation of sound during propagation outdoors -- Part 2: General method of calculation. Geneva, 1996.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO/R 1996 Acoustics -- Assessment of noise with respect to community response. Geneva, 1971.

KANG, J. Urban sound environment. 1. ed. New York: Taylor and Francis, 2007, 286p.

MAIA, M. A. L. Contribuição ao mapeamento do ruído urbano na cidade de Porto Alegre – RS. 2003. 146f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2003.

MARDONES, M. D. M. Mapeamento dos níveis de ruído em Copacabana, Rio de Janeiro, através de simulação computacional. 2009. 59f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) – Programa de Pós-graduação em Engenharia Mecânica, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.

MURGEL, E. Fundamentos de acústica ambiental. 1. ed. São Paulo: Editora Senac, 2007, 131p.

NAGEM, M. P. Mapeamento e análise do ruído ambiental: diretrizes e metodologia. 2004. 119f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Faculdade de Engenharia Civil, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2004.

NARDI, A. S. L. V. Mapeamento sonoro em ambiente urbano. Estudo de caso: área central de Florianópolis. 2008. 162f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e urbanismo, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2008.

PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO. Diretiva 2002/49/CE de 25 de junho de 2002. Relativa à avaliação e gestão do ruído ambiente.

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACAJU. Empresa Municipal de Urbanização. EMURB. Base Cartográfica Digital do Município de Aracaju. 2004 (CD-ROM).

SANTOS, L. C; VALADO, F. O mapa de ruído municipal como ferramenta de planeamento. In: Acustica, Guimarães, 2004. Anais ... Guimarães: Universidade do Minho, 2004. p. 1-8. Disponível em: http://www.sea-acustica.es/Guimaraes04/ID162.pdf. Acesso em: 30 out. 2014.

SEONG, J. C.; PARK, T. H.; KO; J. H.; CHANG, S. I.; KIM, M.; HOLT, J. B.; MEHDI, M. R. Modeling of road traffic noise and estimated human exposure in Fulton County, Georgia, USA. Environment International, v. 37, p. 1336–1341, 2011. http://dx.doi.org/10.1016/j.envint.2011.05.019

SINGAL, S. P. Noise pollution and control strategy. Oxford: Alpha Science International, 2005. 323p.

SOUZA, R. B. E. O som nosso de cada dia: uma análise do comportamento da acústica urbana a partir de modificações na forma urbana. 2010. 141f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Urbano) – Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Urbano, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.

SOUZA FILHO, J. J. Avaliação do ruído urbano na cidade de Campo Grande/MS. 2012. 138f. Dissertação (Mestrado em Tecnologias Ambientais) – Centro de ciências exatas e tecnologias Ambientais na Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2012.

WG–AEN, Working Group Assessment of Exposure to Noise. Good practice guide for strategic noise mapping and production of associated data on noise exposure, version 2, 2006. Disponível em: http://ec.europa.eu/environment/noise/pdf/wg_aen.pdf. Acesso em: 19 jan. 2015.

ZANNIN, P.H.T.; SANT’ANA, D.Q. Noise mapping at different stages of a freeway redevelopment project: a case study in Brazil. Applied Acoustics, v. 72, p.479 – 486, 2011. http://dx.doi.org/10.1016/j.apacoust.2010.09.014

Downloads

Publicado

2014-12-31

Como Citar

GUEDES, I. C. M.; BERTOLI, S. R. Mapa acústico como ferramenta de avaliação de ruído de tráfego veicular em Aracaju – Brasil. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 5, n. 2, p. 40–51, 2014. DOI: 10.20396/parc.v5i2.8634537. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8634537. Acesso em: 21 set. 2021.