Treinamento de operários de obras: análise estatística da transferência de conhecimento

Autores

  • Ana Maria de Souza Santana de Oliveira Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Ricardo Rocha de Oliveira Universidade Estadual do Oeste do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.20396/parc.v6i4.8639503

Palavras-chave:

Transferência de conhecimentos. Treinamentos. Operários de obras. Construção.

Resumo

Para que um treinamento seja considerado eficaz, é necessário que após os cursos ou processos de qualificação, o que foi ensinado seja efetivamente utilizado no ambiente de trabalho. O presente artigo discute esta questão e tem como objetivo apresentar uma análise estatística referente à transferência de conhecimentos adquiridos em programas de treinamentos por operários de obras. Enquanto delineamento para coleta dos dados e verificação da transferência de conhecimentos, a pesquisa constou do desenvolvimento de instrumentos para medir se os conhecimentos aprendidos estavam sendo efetivamente utilizados pelos operários em três obras de três diferentes empresas da construção, através de Protocolos de Observação Direta (POD), bem como análises quantitativas realizadas por testes estatísticos. Uma primeira análise foi em relação a dois momentos distintos de coleta, considerados como teste e reteste, verificando-se se houve diferenças entre transferência de conhecimentos, através da verificação de diferenças de médias de notas obtidas nos instrumentos de medição (Teste T). Também foram analisadas diferenças entre módulos de treinamento, através de testes estatísticos de comparação de médias (teste Tukey HSD e Bonferroni). Os resultados indicam que em relação aos dois momentos de análise (teste e reteste), houve uma tendência de não alteração de valores e quanto aos módulos de treinamento, as análises permitiram identificar diferenças de valores entre eles. Dentre as conclusões destaca-se a importância de realização de avaliação da transferência de conhecimentos de treinamentos no âmbito da construção, para que se possa analisar e melhorar os diversos métodos instrucionais e, desta forma, tornar os treinamentos mais efetivos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Maria de Souza Santana de Oliveira, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará (1990), Mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (1994) e Doutorado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina (2010). Atualmente é professor adjunta da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE). Tem experiência na área de Engenharia Civil, com ênfase em Gerenciamento das Construções e Patologia das Construções. Atua principalmente nos seguintes temas: construção civil, edificações, qualidade, estudo das manifestações patológicas nas edificações,empresas construtoras, gestão de segurança na construção, gestão de RH, treinamento na construção ciivil, transferência de treinamento e padronização.

Ricardo Rocha de Oliveira, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Engenheiro Civil pela Universidade Estadual de Londrina (1988), mestrado em Engenharia pela Universidade Federal de Santa Catarina (1993) e doutorado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina (2010). Atualmente é professor adjunto da Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Na Unioeste foi Coordenador de Curso de Engenharia Civil de 1995 a 1997, Chefe do Departamento de Engenharia de 1998 a 1999, Diretor do Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CCET) de 2000 a julho de 2003, Reitor Pró-Tempore de julho de 2003 a janeiro de 2004, Assesor da Direção do Campus Cascavel de fevereiro de 2004 a maio de 2005.

Referências

AGAPIOU, A. A review of recent developments in constructions operative training in the UK. Construction Management and Economics. v.16, n. 5, p. 512 –520. 1998. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1080/014461998372051 . Acesso em: 14 jun. 2009.

ALWI, S. Training Field Personnel for Small to Medium Construction Companies: An Alternative Tool to Increase Productivity. In: International Group of Lean Construction Conference, 12, 2004, Copenhagen, Proceedings.... Copenhagen, IGLC, 2004. Disponível em: http://eprints.qut.edu.au/4492/1/4492.pdf. Acesso em: 20 mar. 2008.

BALDWIN, T. T.; FORD, J. K. Transfer of training: A review and directions for future research. Personnel Psychology, v. 4, n.1, p. 63-105, Apr. 1988. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1111/j.1744-6570.1988.tb00632.x. Acesso em: 05 jan. 2008.

BARONE, R. E. M. Canteiro-Escola: Os embates presentes na educação do trabalhador da construção civil. In: CONGRESSO LATINO-AMERICANO: TECNOLOGIA NA PRODUÇÃO DE EDIFÍCIOS – SOLUÇÕES PARA O TERCEIRO MILÊNIO, São Paulo, 1998, Anais... São Paulo: Departamento de Engenharia da Construção Civil - PCC-USP, 1998.

BLUME, B.D; FORD, J.K, BALDWIN, T.T; HUANG, J.L Transfer of training: A meta-analytic review. Journal of Management. v. 36, n. 4, p.1065-1105, jul. 2010. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1177/0149206309352880. Acesso em: 16 nov. 2015.

BROAD, M.L; NEWSTROM, J.W. Transfer of training: Action-Packed strategies to ensure high payoff from training investiments. Reading, MA: Addison-Wesley, 1992.

CHENG, E. W. L; HAMPSON, I. Transfer of training: A review and new insights. International Journal of Management Reviews. v. 10, n.4, p. 327-341, 2008. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1108/00483480110380163 . Acesso em: 12 jul. 2011.

FERRÃO, A.M.A.; PAVONI, F.T. Dados sobre a qualificação profissional de trabalhadores da construção civil na região de Campinas (SP). In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE GESTÃO E ECONOMIA DA CONSTRUÇÃO. 2., 2001, Fortaleza, Anais... Fortaleza: ANTAC, 2001. p. 436-443.

GLOVER, R.W.; LONG, D.W.; HASS, C.T.; ALEMANY, C. Return-on-Investment (ROI) Analysis of Education and Training in the Construction Industry. 1999. Center for Construction Industry Studies - CCIS. Report. n. 6. The University of Texas at Austin. Mar.1999. 59p.

HOLANDA, E.P.T. Novas tecnologias construtivas para produção de vedações verticais: Diretrizes para o treinamento da mão de obra. 2003. 159 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Construção Civil e Urbana) - Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo.

MUTTI, C.N. Treinamento de mão de obra na construção civil: Um estudo de caso. 1995. 132f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Curso de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

NARAYAN, A; STEELE-JOHNSON, D. Relationships between prior experience of training, gender, goal orientation and training attitudes. International Journal of Training and Development. v. 11, n. 3, p. 166-180, Sept. 2007. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1111/j.1468-2419.2007.00279.x . Acesso em: 18 jun. 2009.

NEWSTROM, J. W. Leveraging management development through the management development through the management of transfer. Journal of Management Development. v. 5, n. 5, p. 33-45. 1986. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1108/eb051628. Acesso em: 09 nov. 2015.

OLIVEIRA, A. M. S. S. Construção e validação de um modelo de transferência do conhecimento com base em treinamento de operários da construção civil. 2010. 407 p. Tese (Doutorado em Engenharia Civil) - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

OLIVEIRA, A. M. S. S. O processo de Gestão de Recursos Humanos nas empresas construtoras de Florianópolis. Relatório de Pesquisa. Florianópolis: NPC/GDA/UFSC. 2007.

SAKS, A.M; BURKE, L.A. An investigation into the relationship between training evaluation and the transfer of training. International Journal of Training and Development. v. 16, n. 2, p. 118-127, Jun. 2012. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1111/j.1468-2419.2011.00397.x . Acesso em: 09 nov. 2015.

TASSE, A.; HRIMECH, M. Increasing learning transfer amongst newly trained employees: The role of the supervisor. In: The Changing Face of Work and Learning. 2003, Alberta, Proceedings... Alberta, University of Alberta, 2003. v. 33, p. 96. Disponível em: http://www.wln.ualberta.ca/events_con03_proc.htm. Acesso em: 15 fev. 2006.

TAYLOR, M. Transfer of learning in workplace literacy programs. Adult Basic Education: An Interdisciplinary Journal for Adult Literacy Educators. v. 10, n. 1, p. 3-20. Spring. 2000. Disponível em: http://www.adulterc.org/proceedings/2000/taylorm1-final.pdf . Acesso em: 08 jan. 2007

VAN DER KLINK, M. R.; GIELEN, E.W.M.; NAUTA, C. Supervisory support as a major condition to enhance transfer. International Journal of Training and Development. v. 5, n. 1, p. 52-63, Mar. 2001. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1111/1468-2419.00121. Acesso em: 22 fev. 2009.

VELADA, A.R.R. Avaliação da eficácia da formação Profissional: Factores que afectam a transferência da formação para o local de trabalho. 2007. 192 p. Tese (Doutorado em Psicologia Social e Organizacional) - Departamento de Psicologia Social e das Organizações, ISCTE-Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, Lisboa.

WELLS, J. (Org.). The construction industry in the twenty-first century: its image, employment prospects and skill requirements. Report for discussion at the Tripartite Meeting on the Construction Industry in the Twenty-first Century (TMCIT/2001). 2001. Geneve: International Labour Office. 68 p. Disponível em: http://www.ilo.org/public/libdoc/ilo/2001/101B09_246_engl.pdf. Acesso em: 15 nov. 2008.

Downloads

Publicado

2015-12-31

Como Citar

OLIVEIRA, A. M. de S. S. de; OLIVEIRA, R. R. de. Treinamento de operários de obras: análise estatística da transferência de conhecimento. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 6, n. 4, p. 304–316, 2015. DOI: 10.20396/parc.v6i4.8639503. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8639503. Acesso em: 30 nov. 2021.