Banner Portal
Reutilização de contêineres padrão ISO na construção de edifícios comerciais no sul do Brasil
PDF

Palavras-chave

Reutilização. Contêiner ISO. Edificação. Construção.

Como Citar

CARBONARI, Luana Toralles; BARTH, Fernando. Reutilização de contêineres padrão ISO na construção de edifícios comerciais no sul do Brasil. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 6, n. 4, p. 255–265, 2015. DOI: 10.20396/parc.v6i4.8641165. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8641165. Acesso em: 13 jun. 2024.

Resumo

Os contêineres marítimos, padronizados pela International Standard Organization (ISO), têm sido reutilizados em diversos países, como forma de racionalizar e agilizar a construção de edifícios. Após o final do seu ciclo de vida, esses contêineres podem ser reutilizados na construção por ainda apresentarem elevada capacidade estrutural e grande resistência às intempéries. Essa reutilização exige adequações a esse novo uso. Neste contexto, busca-se avaliar os principais parâmetros construtivos representativos dessas transformações e das adequações que se mostraram necessárias em três edificações comerciais, situadas na região sul do Brasil. A caracterização e análise do sistema construtivo com contêineres foram realizadas a partir de levantamentos de documentação, fotografias e entrevistas com projetistas e construtores.  O preparo, a logística operacional e os procedimentos adotados nas transformações dos contêineres mostram-se eficazes e adequados para o seu uso nas três edificações comerciais analisadas. Os resultados obtidos mostram, em caráter indicativo, que os contêineres ISO, mediante rápidas transformações, aumentam a rapidez e a racionalização da construção. Por fim, esses contêineres, que apresentam grande potencial de uso na construção de edifícios, também podem reduzir os desperdícios e os impactos ambientais associados, fazendo com que esse sistema construtivo possa contribuir para edificações mais sustentáveis.

https://doi.org/10.20396/parc.v6i4.8641165
PDF

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS DE LIMPEZA PÚBLICA E RESÍDUOS ESPECIAIS. Panorama dos resíduos sólidos no Brasil. 2013. ABRELPE. São Paulo. Disponível em: <http://www.abrelpe.org.br/>. Acesso em: 15 out. 2014.

ARAUJO, C. Contêiner ganha espaço em projetos de construção civil. 2012. Disponível em: <http://www.sinduscon-rio.com.br/sindusletter/sindusletter_280312/n7.htm>. Acesso em: 15 mai. 2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR ISO 668: contêineres Série 1: classificação, dimensões e capacidades. Rio de Janeiro, 2000. 68 p.

CARBONARI, L. T. Reutilização de contêineres ISO na arquitetura: aspectos projetuais, construtivos e normativos do desempenho térmico em edificações no sul do Brasil. 2015. 196 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo)- Universidade Federal de Santa Catarina, Santa Catarina, 2015.

CASTILHO, P. Delta containers na rede globo. 2014. Disponível em: <https://www.youtube.com/user/deltacontainers>. Acesso em: 10 mar. 2015.

CORBAS, D. Entrevista Jornal Band. 2012. Disponível em: <http://www.youtube.com/watch?v=ZjUK3cvJPCU>. Acesso em: 22 jul. 2013.

DELTACONTAINERS. Construção usando containers: perguntas e respostas. 2014. Disponível em: <http://www.deltacontainers.com.br/projetos-especiais-containers-faq.html>. Acesso em: 22 ago. 2014.

FIGUEROLA, V. Contêineres de navio se tornam matéria-prima para a construção de casas. Téchne, São Paulo, dez. 2013. Disponível em: <http://techne.pini.com.br/engenharia-civil/201/conteineres-de-navio-se-tornam-materia-prima-para-a-construcao-de-302572-1.aspx>. Acesso em: 10 mar. 2014.

ILOS. Portos 2021: avaliação de demanda e capacidade do segmento portuário de contêineres no Brasil, 2012. Disponível em: <http://www.abratec-terminais.org.br/files/Portos2021_Avaliacao_de_Demanda_e_Capacidade_do_Segmento_Portuario_de_Conteineres_no_Brasil.pdf.> Acesso em: 19 mai. 2014.

KOTNIK, J. Container Architecture. Barcelona: Links, 2008. 253 p.

RESIDENTIAL SHIPPING CONTAINER PRIMER. Everything about ISO cargo shipping containers. 2013. Disponível em: <http://residentialshippingcontainerprimer.com/>. Acesso em: 03 mai. 2014.

SANTOS, H. N.; CÂNDIDA, A.; FERREIRA, T. K. S. Ações referentes a gestão de resíduos da construção civil em Araguari-MG. In: ENCONTRO NACIONAL DOS GEÓGRAFOS, 16, 2010, Porto Alegre. Anais eletrônicos... Porto Alegre.

SLAWIK, H. et al. Container Atlas: A Practical Guide to Container Architecture. Berlin: Gestalten, 2010.

WORLD SHIPPING COUNCIL. Containers. 2014. Disponível em: <http://www.worldshipping.org/about-the-industry/containers>. Acesso em: 15 abr. 2014.

YAZBEK, P. Containers viram casas com apelo moderno e preços atraentes. Exame, São Paulo: ed. abril, 2015. Disponível em: <http://exame.abril.com.br/seu-dinheiro/noticias/containers-viram-casas-com-apelo-moderno-e-precos-atraentes>. Acesso em: 15 abr. 2015.

A PARC Pesquida em Arquitetura e Construção utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.