Modelagem e animação para análise de espaços em projetos não construídos

Autores

  • Wilson Florio Universidade Presbiteriana Mackenzie
  • Ana Tagliari Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/parc.v7i1.8643565

Palavras-chave:

Modelagem. Simulação. Animação. Percepção. Vilanova Artigas.

Resumo

Esta pesquisa, realizada entre os anos de 2012 e 2015, investigou doze projetos não construídos do arquiteto Vilanova Artigas por meio de modelagem paramétrica e animação. A análise a partir da animação permitiu visualizar a conexão espacial entre diferentes ambientes durante o percurso virtual. Neste texto o foco reside nos procedimentos metodológicos adotados para a análise dos espaços dos projetos selecionados. O artigo está estruturado em três tópicos. O primeiro pormenoriza o critério de seleção dos projetos, assim como os procedimentos metodológicos relativos à modelagem geométrica e paramétrica, com o auxílio do Rhinoceros e do Grasshopper. No segundo tópico são explicitados os conceitos sobre os tipos de simulações, as subetapas do processo de simulação de espaços internos no programa 3D Max, bem como a produção das animações. No terceiro tópico é realizada uma discussão sobre as dificuldades e descobertas inesperadas ocorridas durante a investigação, e os resultados obtidos. A contribuição original do artigo reside na investigação de projetos pouco estudados, assim como os procedimentos metodológicos de análise de espaços internos, que envolvem a interpretação por desenhos e simulações amparados pelas novas tecnologias digitais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wilson Florio, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Mackenzie (1986), Especialização em Didática do Ensino Superior (1995), Mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Mackenzie (1998) e Doutorado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo (2005). É Professor Adjunto do quadro permanente do programa de Pós-Graduação em Arquitetura da Universidade Presbiteriana Mackenzie e Professor Adjunto do Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Arquitetura Contemporânea, com ênfase em projeto de edificações e tecnologia da informação na construção civil, atuando principalmente nos seguintes temas: cognição e processo de projeto, reflexão sobre a prática, criatividade, tecnologia da arquitetura, sistemas de representação e fabricação digital. Líder do Grupo de Pesquisa "Arquitetura, Processo de Projeto e Análise Digital", cujo objetivo é investigar os princípios operativos da prática de projeto na arquitetura contemporânea a partir do uso das novas tecnologias digitais.

Ana Tagliari, Universidade Estadual de Campinas

Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Mackenzie (FAU-MACK 2002), Mestrado pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas ( IA-UNICAMP 2008 - Prêmio Franklin Delano Roosevelt 2009) e Doutorado em Arquitetura (FAUUSP 2012), área de concentração Projeto de Arquitetura (Bolsa CNPq). Docente do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), credenciada no Programa de Pós-Graduação "Arquitetura, Tecnologia e Cidade", onde realiza pesquisa financiada pelo CNPq e Faepex. É autora do livro "Frank Lloyd Wright. Princípio, Espaço e Forma na Arquitetura Residencial", 2011 (Menção Honrosa - Premiação IAB 2011). Atualmente é líder do Grupo de Pesquisa "Arquitetura: Projeto, Representação e Análise", além de integrar os Grupos de pesquisa "Arquitetura, Processo de Projeto e Análise Digital" da FAU-Mackenzie e "Arquitetura: Projeto, Pesquisa e Ensino" da FAUUSP. Tem experiência na área de Arquitetura, atuando principalmente nos seguintes temas: Projeto de Arquitetura, Arquitetura Moderna, Desenho, Habitação, Análise Gráfica e Processo de Projeto, Análise de projeto por desenhos e maquetes, Frank Lloyd Wright e Vilanova Artigas.

Referências

AUMONT, J. A Imagem. 2ª. Edição. Campinas: Papirus Editora, 1995. 317p.

COLLINS, G. R. Visionary Drawings of Architecture and Planning: 20th Century through the 1960s. Art Journal, v.38, n.4, 244-256, Summer 1979. http://doi.org/10.2307/776374

LE CORBUSIER. The Modulor: A Harmonious Measure to the Human Scale Universally applicable to Architecture and Mechanics. London: Faber and Faber Ltda, 1951.

FLORIO, W. Animações, Renderizações e Panoramas VR em Arquitetura. In: Congresso Nacional de Ambientes Hipermídia para Aprendizagem, 3º CONAPHA, São Paulo, 2008. Anais… São Paulo: Universidade Anhembi Morumbi, 2008, p. 1-12.

FLORIO, W. Da Representação à Simulação Infográfica dos Espaços Arquitetônicos. 1998, p. 511, Dissertação (Mestrado em Arquitetura) - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo. Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo.

FOSCARI, A. Andrea Palladio. Unbuilt Venice. Baden: Lars Muller Publishers, 2010. 287p.

GALLI, M.; MÜHLHOFF, C. Virtual Terragni. CAAD In Historical and Critical Research. Basel, Boston, Berlin: Birkhäuser, 2000. 93p.

LARSON, K. Louis I. Kahn. Unbuilt Masterworks. New York: The Monacelli Press, 2000. 232p.

MITCHELL, W. J. The Reconfigured Eye, Visual truth in the post-photographic era. Massachusetts/London: The MIT Press, 1994. 273p.

TSCHUMI, B. Architecture and Disjunction. Cambridge: The MIT Press, 1996. 268p.

Downloads

Publicado

2016-06-30

Como Citar

FLORIO, W.; TAGLIARI, A. Modelagem e animação para análise de espaços em projetos não construídos. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 7, n. 2, p. 61–74, 2016. DOI: 10.20396/parc.v7i1.8643565. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8643565. Acesso em: 30 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos