Banner Portal
Análise do processo de projeto de sistemas hidrossanitários prediais
PDF

Palavras-chave

Gestão. Sistemas hidrossanitários prediais. BIM. Desempenho. NBR 15.575.

Como Citar

LIMA, Camila Fonseca Melo; ANDERY, Paulo Roberto Pereira; VEIGA, Ana Cecília Rocha. Análise do processo de projeto de sistemas hidrossanitários prediais. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 7, n. 2, p. 102–113, 2016. DOI: 10.20396/parc.v7i2.8645049. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8645049. Acesso em: 21 jun. 2024.

Resumo

Esse artigo apresenta um diagnóstico sobre o processo de projeto de sistemas hidrossanitários em empreendimentos de incorporação imobiliária, com ênfase na análise dos mecanismos de contratação e coordenação dos projetos, incluindo os desafios da implementação da NBR 15.575 e do BIM (Building Information Modeling). Utilizou-se o método do estudo de caso, sendo conduzidas entrevistas semiestruturadas com distintos agentes: projetistas, construtores, coordenadores de projeto e arquitetos. Adicionalmente, foram analisadas outras fontes de evidência, como desenhos, documentos de projeto, contratos e registros de coordenação. Os resultados sugerem que as deficiências no processo de projeto de sistemas hidrossanitários são decorrentes, principalmente, do envolvimento tardio dos projetistas na concepção do projeto e de sua participação descontinuada e pontual, deixando de incluir o desenvolvimento do as built e avaliações pós-ocupação. Percebe-se dificuldades associadas à implementação da NBR 15.575 e do BIM, consequência do desconhecimento pleno de ambos e de serem recentes no cenário projetual de instalações hidrossanitárias. Para os desafios gerenciais encontrados neste trabalho, bem como para as lacunas previamente demarcadas no referencial teórico e confirmadas a posteriori pelos casos investigados, são propostas recomendações visando a melhoria da gestão do processo de projeto de sistemas hidrossanitários. Ao evidenciar as deficiências processuais e encaminhar essas recomendações, o presente trabalho acrescenta relevantes contribuições para além de diagnósticos, constituindo-se como fonte de proposições que impactam o desempenho das edificações e que podem ser estendidas às melhores práticas de mercado e de gestão.

https://doi.org/10.20396/parc.v7i2.8645049
PDF

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15.575: Desempenho de edificações habitacionais. Rio de Janeiro, 2013.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENGENHARIA DE SISTEMAS PREDIAIS. Ferramentas BIM para a Engenharia de Sistemas Prediais. 2011. Disponível em: http://piniweb.pini.com.br/construcao/tecnologia-materiais/artigo208522-2.aspx

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENGENHARIA DE SISTEMAS PREDIAIS. Manual de Escopo de Projetos e Serviços de Hidráulica. 2012. Disponível em: http://www.sinaenco.com.br/downloads/manual_Hidraulica.pdf

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA. Manual de Contratação dos Serviços de Arquitetura e Urbanismo. São Paulo, 2012. Disponível em: http://www.manuaisdeescopo.com.br

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS GESTORES E COORDENADORES DE PROJETOS. Manual de Escopo de Serviços para Coordenação de Projetos. 2012. Disponível em: http://www.sinaenco.com.br/downloads/Manual_Coordenacao_Projetos.pdf

BARRETO, F. de S.P.; ANDERY, P.R.P. Contribuição à gestão de riscos no processo de projeto de incorporadoras de médio porte. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 15, n. 4, p. 71-85, out./dez. 2015. http://dx.doi.org/10.1590/s1678-86212015000400040

BELINAZO, M.; BELINAZO, H.; ILHA, M.S.O. Diagnóstico da situação dos sistemas hidráulicos prediais em edificações. In: CONGRESO IBEROAMERICANO DE PATOLOGIA DE LAS CONSTRUCCIONES, 5., CONGRESO DE CONTROL DE CALIDAD, 7., Montevidéu, 1999. Anais… Montevidéu, 1999. p. 935-942.

BONI, A.; FABRICIO, M. M. Sistemas Prediais Hidráulicos e Sanitários (SPHS) e de gás – interface entre projetos e produção. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE QUALIDADE DO PROJETO – SBQP, 2., 2011, Rio de Janeiro. Anais ... Porto Alegre: ANTAC, 2011. Disponível em: http://www.iau.usp.br/ocs/index.php/sbqp2011/sbqp2011/paper/viewFile/364/211

COSTA, C. H. A. Incorporação de parâmetros de desempenho em componentes BIM para sistemas prediais hidráulicos e sanitários. Dissertação.2015. 180 p. (Mestrado em Engenharia Civil). Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil, Faculdade de Engenharia Civil, Universidade de Campinas, Campinas, 2015. Disponível em: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000957846

CUPERTINO, D.; BRANDSTETTER, M.C.G. de O. Proposição de ferramenta de gestão pós-obra a partir dos registros de solicitação de assistência técnica. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 15, n. 4, p. 243-265, out./dez. 2015. http://dx.doi.org/10.1590/s1678-86212015000400049

EASTMAN, C. et al. BIM Handbook. A guide to Building Information Modeling for owners, managers, designers, engineers and contractors. 1. ed. New York: John Wiley and Sons, 2008. 490 p.

EMMITT, Stephen. Gestão do processo de projeto em arquitetura, engenharia e construção: origem e tendências. Gestão & Tecnologia de Projetos, Brasil, v. 5, n. 3, p. p. 27-38, dec. 2010. ISSN 1981-1543. doi:http://dx.doi.org/10.4237/gtp.v5i3.173.

FARINA, H. et al. Programa de necessidades para sistemas prediais e a qualidade do projeto. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 9., 2002, Foz do Iguaçu. Anais ... Porto Alegre: ANTAC, 2002. Disponível em: http://www.infohab.org.br/entac2014/2002/Artigos/ENTAC2002_1921_1930.pdf

GRAÇA, M.E.A.; FREIRE, C.C.A.; FARINA, H. A produção de projetos de sistemas prediais: fase conceitual e fase preliminar. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DA PRODUÇÃO, 18., Niterói, 1998. Anais… Niterói: ENEGEP, 1998. Disponível em: http://www.abepro.org.br/biblioteca/ENEGEP1998_ART400.pdf

ILHA, M. S. de O. et al. Caracterização da produção científica na área dos sistemas prediais hidráulicos, sanitários e de gás combustível. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 11., 2006, Florianópolis. Anais ... Porto Alegre: ANTAC, 2006. Disponível em: http://www.infohab.org.br/entac2014/2006/artigos/ENTAC2006_3383_3391.pdf

JERNIGAN, F. BIG BIM little bim: The practical approach to building information Modeling. 1. ed. Salisbury: 4Site. 2007.

KERN, A.P.; SILVA, A.; KAZMIERCZAK, C.S. O processo de implantação de normas de desempenho na construção: um comparativo entre a Espanha (CTE) e Brasil (NBR 15575/2013). Gestão e Tecnologia de Projetos, São Paulo, v. 9, n. 1, p. 89-101, jan./jun. 2014. http://dx.doi.org/10.11606/gtp.v9i1.89989

LIMA, Camila Fonseca Melo. Gestão do Processo de Projetos Hidrossanitários. 2016. 292f. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Construção Civil / Universidade Federal de Minas Gerais.

NEVES, F.; GUERRINI, F.M. O modelo de requisitos e componentes técnicos para formação e gerência de redes de cooperação entre empresas da construção civil. Gest. Prod., São Carlos, SP, v. 17, n. 1, p. 195-206, 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-530X2010000100015

OKAMOTO, P.S.; MELHADO, S. B. A. Norma Brasileira de Desempenho e o Processo de Projeto de Empreendimentos Residenciais. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 15., 2014, Maceió. Anais... Porto Alegre: ANTAC, 2014. Disponível em: http://www.infohab.org.br/entac2014/artigos/paper_244.pdf

RUSCHEL, Regina Coeli; ANDRADE, Max Lira Veras Xavier de; MORAIS, Marcelo de. O ensino de BIM no Brasil: onde estamos? Ambient. constr., Porto Alegre , v. 13, n. 2, p. 151-165, June 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S1678-86212013000200012.

SUCCAR, B. Building Information Modelling Framework: a research and delivery foundation for industry stakeholders. Automation in Construction, v. 18, n. 3, p. 357-375, 2009. http://dx.doi.org/10.1016/j.autcon.2008.10.003

YWASHIMA, L. A.; ILHA, M. S. de O. Concepção de projeto dos sistemas hidráulicos sanitários prediais: mudanças no processo de projeto com a utilização de Building Information Modeling (BIM). In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 13., 2010, Canela. Anais ... Porto Alegre: ANTAC, 2010. Disponível em: http://www.infohab.org.br/entac2014/2010/arquivos/502.pdf

YIN, R.K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010. Tradução de: Ana Thorell.

A PARC Pesquida em Arquitetura e Construção utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.