Ruído e configuração espacial urbana: um estudo de caso na cidade de Belém do Pará

Autores

  • Vania Raposo Moura Universidade Federal do Pará
  • Gustavo da Silva Vieira de Melo Universidade Federal do Pará
  • Wagner Sousa Santos Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.20396/parc.v7i4.8647164

Palavras-chave:

Ruído. Forma. Configuração urbana.

Resumo

Grande parcela da população que habita os centros urbanos já sofreu ou vem sofrendo por problemas decorrentes do ruído urbano, devido, dentre outros fatores, especialmente à proximidade de vias de tráfego intenso de veículos. Estudos em diversas áreas de conhecimento vêm apresentando os possíveis malefícios causados aos indivíduos em consequência do grande tempo em que ficam submetidos aos elevados níveis de ruído. Em se tratando dos ambientes externos às edificações poucas medidas têm sido tomadas. Os estudos a esse respeito revelam conflitos entre as diretrizes urbanísticas para o planejamento, uso e ocupação do solo e o conforto acústico. O objetivo principal deste trabalho é estudar as interações entre ruído urbano (em especial, o ruído de tráfego) e a configuração espacial urbana, utilizando uma região do bairro do Marco, em Belém-PA, às proximidades da Avenida Almirante Barroso, como campo experimental. Para tanto, foi criada uma metodologia baseada em teorias e em normas que abordam esse tema e que possibilitam a obtenção de índices característicos (rugosidade, porosidade e centralização) da massa edificada. A comparação destes índices com os níveis sonoros obtidos a partir dos valores coletados in loco (com o auxílio de um aparelho medidor de nível de pressão sonora), favorece a identificação das características físicas da forma urbana que influenciam no ambiente sonoro exterior e podem servir como subsídios ao planejamento e desenho das cidades, impedindo a formação de futuras áreas de extrema insalubridade sonora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vania Raposo Moura, Universidade Federal do Pará

Mestra em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Pará. Membro Associado da Academia Paraense de Ciências desde maio de 2012 (seção Ciências Arquitetônicas). Desde 1999 tem feito vários projetos arquitetônicos em Belém, pelo interior do Pará (Bragança, Castanhal, Moju, Igarapé-Açu,...), e em outras cidades brasileiras (Macapá e Dores do Indaiá). Sua experiência profissional enfoca o Conforto Ambiental, o Planejamento e o Projeto da Edificação. Tem experiência também na área de ensino, pois teve a oportunidade de ministrar aulas de desenho artístico, Autocad (básico e avançado) e informática para concursos públicos. Além disso, como estagiária, ministrou aulas de acessibilidade, noções de estrutura e bioclimatismo aos alunos do curso de graduação em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Pará.

Gustavo da Silva Vieira de Melo, Universidade Federal do Pará

Bacharel em Física pela UFPE (1996) e Doutor em Engenharia Mecânica, com ênfase em Vibrações e Acústica, pela UFSC (2002), com Doutorado Sanduíche na University of Liverpool (1999-2001), tendo obtido Mudança de Nível do Mestrado para o Doutorado, sem defesa de Dissertação, por mérito acadêmico (1998). Foi Pesquisador Recém Doutor do CNPq no Departamento de Eng. Mecânica da UFPE (2002-2004) e desde 2004 é Professor da Faculdade de Eng. Mecânica da UFPA, atualmente em nível de Associado II. Desde 1996 atua na área da Acústica, especialmente em Acústica de Salas, Controle de Ruído e Segurança do Trabalho, Ruído Ambiental, desenvolvimento de Painéis Acústicos à base de Fibras Naturais, Modelagem Numérica por Elementos Finitos e Raios Acústicos e medição de parâmetros vibroacústicos.

Wagner Sousa Santos, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestre em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Pará. Bacharel em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Pará. Licenciado Pleno em Matemática pela Universidade do Estado do Pará. Atualmente é professor do Centro Universitário Estácio / SC, e Doutorando do Programa de Pós Graduação em Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde desenvolve atividades principalmente nas áreas de avaliação de integridade de estruturas, avaliação de vibração estrutural, controle de vibração e ruído, vibro-acústica ocupacional e acústica de salas.

Referências

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6405: Rugosidade das Superfícies. Rio de Janeiro: ABNT, 1988.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10.151: Avaliação do nível do ruído em áreas habitadas visando o conforto da comunidade. Rio de Janeiro: ABNT, 2000.

BARRIO, I. L. Medio ambiente y salud. Impacto del ruido. Papeles del Psicólogo: Revista del Colegio Oficial de Psicólogos, n. 67, p. 55-61, 1997.

BISTAFA, S. R. Acústica aplicada ao controle do ruído. Edgard Blücher, 2011.

BRIOSCHI, R.; VIVEIROS, E. A Influência dos afastamentos frontais das edificações na formação dos ambientes sonoros no nível do pedestre. In: ENCONTRO NACIONAL DE CONFORTO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 11., 2011, Búzios. Anais ... Búzios: ANTAC, 2011.

BRITO, E.; NOGUEIRA, M. C.; PINTO, M.; CALLEJAS, I. J.; FRANCO, F.; DURANTE, L. Ruído ambiental em região de ocupação mista com enfoque no desconforto em edifício residencial: estudo de caso. In: ENCONTRO NACIONAL DE CONFORTO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 11., 2011, Búzios. Anais ... Búzios: ANTAC, 2011.

BUENO, M. O grande livro da casa saudável. São Paulo: Roca, 1995. 279p.

CALIXTO, A. O. Ruído gerado pelo tráfego de veículos em “Rodovias–Grandes Avenidas” situadas dentro do perímetro urbano de Curitiba, analisado sob parâmetros acústicos objetivos e seu impacto ambiental. 2002. 122 pag. 2002. Dissertação de mestrado. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Faculdade de Engenharia Mecânica, Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

CALLAI, Sérgio Copetti. Estudo do ruído causado pelo tráfego de veículos em rodovias com diferentes tipos de revestimentos de pavimentos. 2011. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Transportes) - Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. doi:http://dx.doi.org/10.11606/D.3.2011.tde-19072011-171244.

CARVALHO, T.; MORAES, E.; SIMON, F. Percepção subjetiva do ruído de tráfego em espaço hospitalar. In: ENCONTRO NACIONAL DE CONFORTO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 11., 2011, Búzios. Anais ... Búzios: ANTAC, 2011.

ÇELENK, E. et al. Ankara city traffic impact assessment study. ESRI International User Conference, California, 1997.

FHWA. Highway Traffic Noise Analysis and Abatement Policy and Guidance. Washington: Federal Highway Administration, U.S. Department of Transportation, 1995.

FITCH, J. M., American Building: The Environmental Forces that Shape it. , New York: Schocken Books, 1976.

GERGES, S. N. Y. Ruído: Fundamentos e Controle. 2.ed., Florianópolis: Editora NR, 2000.

GUEDES, I. C. M. Influência da forma urbana em ambiente sonoro: um estudo no bairro Jardins em Aracaju (SE). 2005. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Campinas, 2005. Disponível em: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000375678

JOSSE, R., La Acústica en la Construcción. Barcelona: Ed. Gustavo Gili, 1975.

ISO - INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 4287:1997. Geometrical product specifications (GPS) - Surface texture: Profile method - Terms, definitions and surface texture parameters. Genebra: International Organization for Standardization, 1997.

ISO - INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 4288:1996. Geometrical product specifications (GPS) - Surface texture: Profile method - Rules, and procedures for the assessment of surface texture. Genebra: International Organization for Standardization, 1996.

LAMAS, J. M. R. G. Morfologia urbana e desenho da cidade. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1974.

LIMA, S.; MORAES, E. Ruído urbano no centro histórico e patrimonial de Belém-PA. In: ENCONTRO NACIONAL DE CONFORTO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 11., 2011, Búzios. Anais ... Búzios: ANTAC, 2011.

LONG, Marshall. Architectural acoustics. Elsevier, 2005.

MARQUES, C. Acústica Urbana de Umuarama: avaliação e metodologia para procedimentos de reurbanização. 2010. Dissertação (Mestrado em Engenharia Urbana) - Universidade Estadual de Maringá, Centro de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil, Maringá, 2010. Disponível em: http://nou-rau.uem.br/nou-rau/document/?code=vtls000211197

MORAES, E. M. L; COUTINHO, M.; SIMÓN, F. O impacto do ruído com a inplantação de um Shopping Center. In: CONGRESSO LUSO BRASILEIRO PARA O PLANEJAMENTO URBANO, REGIONAL, INTEGRADO, SUSTENTÁVEL (PLURIS), 4., 2010, Faro. Anais .... Universidade do Algarve:PLURIS, Faro, 2010.

MORAES, E. M. L; SIMÓN, F. Actualización del mapa acústico de Belém a través del Método de Cálculo Matemático Predictivo. In: CONGRESO IBEROAMERICANO DE ACÚSTICA, 6., 2008, Buenos Aires. Anais ... Buenos Aires: FIA, 2008.

NASCIMENTO, C. C. Clima e Morfologia Urbana em Belém. Belém: UFPA / NUMA, 1995.

OLIVEIRA, P. Cidade apropriada ao clima: a forma urbana como instrumento de controle do clima urbano. Brasília: UNB, 1987.

PEREIRA, L. V. Definição da forma urbana no planejamento físico. L.N.E.C, Memória n. 570, Lisboa, 1982.

RAMON, F. Ropa, sudor y arquitectura. Blume Ediciones, 1980.

SAPATA, A. M. Monitoramento, modelagem e simulação dos impactos e efeitos do ruído de tráfego em trecho de cânion urbano da avenida Horácio Racanello da cidade de Maringá-PR, 2010, 120 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Urbana). Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2010. Disponível em: http://www.peu.uem.br/Dissertacoes/Ana.pdf

VILLAS BOAS, M.; OLIVEIRA, P. M. Dimensão ambiental do processo de urbanização. In: Relatório da pesquisa “Dimensões morfológicas do processo de urbanização”, convenio FUB/FINEP. Brasília, 1985.

WIERINGA, J.; DAVENPORT, A. G.; GRIMMOND, C. S. B. New Revision of Davenport Roughness Classification. In: EUROPEAN-AFRICAN CONFERENCE ON WIND ENGINEERING, 3., 2001, Eindhoven. Proceedings... Eindhoven: EACWE, 2001.

Downloads

Publicado

2016-12-31

Como Citar

MOURA, V. R.; MELO, G. da S. V. de; SANTOS, W. S. Ruído e configuração espacial urbana: um estudo de caso na cidade de Belém do Pará. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 7, n. 4, p. 237–251, 2016. DOI: 10.20396/parc.v7i4.8647164. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8647164. Acesso em: 28 nov. 2022.