Banner Portal
Percepção espacial estudantil de pátios em escolas públicas de ensino fundamental em Palmitinho, RS, Brasil
PDF

Palavras-chave

Pátio escolar. Percepção espacial. Psicologia ambiental.

Como Citar

RECH, Gracielle Rodrigues da Fonseca; VALLE, Ângela do; LERMEN, Bruna Cristina. Percepção espacial estudantil de pátios em escolas públicas de ensino fundamental em Palmitinho, RS, Brasil. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 9, n. 1, p. 57–68, 2018. DOI: 10.20396/parc.v9i1.8649936. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8649936. Acesso em: 23 maio. 2024.

Resumo

Em arquitetura, o processo de apropriação espacial é facilitado por espaços qualificados para os usuários, com aspectos ambientais que proporcionam bem-estar. Partindo do tema arquitetura de pátios escolares, a pesquisa teve por objetivo analisar o pátio de escolas públicas de ensino fundamental, segundo o ponto de vista do estudante. O enfoque foi dado ao pátio escolar, enquanto ambiente de lazer e aprendizado. Investigou-se e caracterizou-se a qualidade das áreas livres e do ambiente construído, com o propósito de analisar as relações de uso e apropriação desses espaços. Com base no reconhecimento da importância do pátio escolar como uma recorrência referencial na percepção dos usuários, é possível considerar o pátio escolar como um lugar de socialização, de troca e de convívio, bem como de exploração e de experimentação. Realizou-se uma revisão de literatura para elencar os possíveis elementos capazes de facilitar a apropriação nos pátios escolares por parte dos alunos. O artigo apresenta a avaliação realizada em duas instituições públicas de ensino fundamental localizadas no município de Palmitinho – Rio Grande do Sul, com ênfase nos instrumentos de análise aplicados: mapa cognitivo, poema dos desejos e mapa comportamental. A participação dos usuários mostrou-se fundamental para a obtenção de espaços de qualidade.

https://doi.org/10.20396/parc.v9i1.8649936
PDF

Referências

AZEVEDO, G. A. N.; BASTOS, L. E. Qualidade de vida nas escolas: produção de uma arquitetura fundamentada na interação usuário-ambiente. In: DEL RIO, V.; DUARTE, C. R.; RHEINGANTZ, P. A. (Orgs.), Projeto do lugar: colaboração entre psicologia, arquitetura e urbanismo. Rio de Janeiro: ContraCapa/PROARQ. 2002, p. 153-160.

AZEVEDO, G. A. N.; RHEINGANTZ, P. A.; TÂNGARI, V. R. (Orgs). O lugar do pátio escolar no sistema de espaços livres: uso, forma e apropriação. Rio de Janeiro, UFRJ/FAU/PROARQ, 2011. 203 p. (Coleção PROARQ)

BRASIL, Ministério da Educação e da Cultura. Secretaria Geral. Centro de Desenvolvimento e Apoio Técnico à Educação (CEDATE). Manual para construções escolares. Brasília: MEC/SEF, 1985.

DISCHINGER, M. Designing for al senses: accessible spaces for visually impaired citizens. 2000. 260f. Thesis (Doctor of Philosophy) - Department of Space and Process School of Architecture, Chalmers University of Technology, Göteborg, Suécia, 2000.

ELALI, Gleice Azambuja. O ambiente da escola - o ambiente na escola: uma discussão sobre a relação escola-natureza em educação infantil. Estud. psicol. (Natal), Natal, v. 8, n. 2, p. 309-319, Aug. 2003. doi:http://dx.doi.org/10.1590/S1413-294X2003000200013.

ELALI, G. A.; PINHEIRO, J. Q. Edificando espaços, enxergando comportamentos. In: MARQUES, S.; LARA, F. (Orgs.), Projetar: desafios e conquistas da pesquisa e do ensino de projeto. Rio de Janeiro: EVC. 2003, p. 130-144.

FEDRIZZI, B. Paisagismo no pátio escolar. Porto Alegre: Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 1999.

FEDRIZZI, B. A Organização Espacial em Pátios Escolares Grandes e Pequenos, In: DEL RIO, V.; DUARTE, C.; RHEINGANTZ, P. A. (Orgs). Projeto do Lugar: Colaboração entre Psicologia, Arquitetura e Urbanismo. Rio de Janeiro: ContraCapa/PROARQ, 2002, p 221-229.

GONÇALVES, F. M.; FLORES, L. R. Espaços livres em escolas: questões para debate. In: AZEVEDO, G. A. N.; RHEINGANTZ, P. A.; TÂNGARI, V. R. (Org.). O lugar do pátio escolar no sistema de espaços livres: uso, forma e apropriação. Rio de Janeiro, UFRJ/FAU/PROARQ. v.1, 2011, p.23-33.

KOWALTOWSKI, D. K. Arquitetura escolar. O projeto do ambiente de ensino. São Paulo, Oficina de Textos, 2011.

KOWALTOWSKI, D. C. C. K. Arquitetura e humanização. Projeto, 126, 129-132. 1989.

MACEDO, S. S.. Prefácio. In: AZEVEDO, G. A. N.; RHEINGANTZ, P. A.; TÂNGARI, V. R. (Org.). O lugar do pátio escolar no sistema de espaços livres: uso, forma e apropriação. Rio de Janeiro, UFRJ/FAU/PROARQ, 2011. 203 p. (Coleção PROARQ).

MARTINS, V. R. O lugar do pátio escolar: reunindo descobertas produzidas na observação de quatro escolas públicas do município do Rio de Janeiro. 2013. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2013.

NORBERG-SCHULZ, C.; DIGERUD, J. G. (colaboração). Louis I. Kahn, Idea e imagen. Madrid: Xarait editiones, 107 p., il. 1981.

RECH, G.R.da F. Apropriação espacial em pátios escolares de Ensino Fundamental Público em Palmitinho-RS. 2017. 229 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2017.

RHEINGANTZ, P. A.; AZEVEDO, G.; BRASILEIRO, A.; ALCANTARA, D.; QUEIROZ, M. Observando a Qualidade do Lugar: procedimentos para a avaliação pós-ocupação. Rio de Janeiro: FAU-UFRJ (Coleção PROARQ), 2009.

RIBEIRO, A.C.S.; SOARES, G.L.; VILHENA, T.F.P.; MUNHOZ, J.M.; STEFENON, V.M. Qualidade de vida no ambiente escolar como componente da formação do cidadão: desejos e carências no espaço físico. Monografias Ambientais, v. 8, n. 8, p. 1850-1857, ago. 2012. doi:http://dx.doi.org/10.5902/223613086192.

RIOLI, T.O. Pátio escolar coberto: a qualidade ambiental, estética e funcional em escolas de Educação Infantil.2016. 104 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação, Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2016. http://hdl.handle.net/11449/144671

ROTTA, M. B. A qualidade do lugar na escola pública de periferia urbana: o caso da escola municipal de ensino fundamental Ferreira Vianna, Pelotas, RS. 2012. 197 f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2012.

SANOFF, H. School design. New York: John Willey and Sons, 1994.

SANOFF, H.. School Building Assessment Methods. Washington: National Clearinghouse for Educational Facilities, 2001. Disponível em:http://www4.ncsu.edu/~sanoff/schooldesign/schoolassess.pdf. Acesso em: jun. 2016.

TAVARES FILHO, A. C. Reflexões sobre a Noção de Tipo Morfológico e o Programa Arquitetônico: Os Casos das Escolas Municipais Estados Unidos e República Argentina. 2005. 200 f. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-graduação em Arquitetura, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2005.

.

A PARC Pesquida em Arquitetura e Construção utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.