Modelos de avaliação pré-construção em empreendimentos habitacionais de interesse social: uma revisão sistemática da literatura

Autores

  • Katrin Rappl Universidade de São Paulo
  • Leandro Silva Medrano Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.20396/parc.v8i4.8650238

Palavras-chave:

Avaliação Pré-Construção. Método de avaliação. Método de análise. Habitação de interesse social.

Resumo

O presente estudo realiza uma Revisão Sistemática da Literatura (RSL) para mapear métodos e pesquisas existentes sobre análise e avaliação de projetos habitacionais de interesse social que possam ser aplicados como Avaliação Pré-Construção. O trabalho tem como motivação a constatação amplamente divulgada sobre a falta de qualidade arquitetônica e urbana em empreendimentos de habitação de interesse social, como os realizados pelo Programa Minha Casa Minha Vida, sobretudo na sua primeira e segunda fase. Nesse sentido, busca-se no estudo dos métodos de análise e de avaliação diretrizes que possam contribuir para melhorar a qualidade das relações urbanas nas habitações sociais no país. Destarte, o trabalho realiza uma RSL que tem como base os seguintes indexadores: a plataforma Scielo (Scientific Electronic Library Online), Scopus, Web of Science, Science Direct, o Google Scholar e a Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações. Considerando os resultados, verifica-se que as publicações e estudos sobre esse assunto ainda são escassos na literatura analítica nessa área, de modo geral, faltam referências, protocolos e parâmetros para a avaliação de projetos e sua relação com o espaço urbano antes da etapa de construção, especialmente quando considerado o caso brasileiro. Vê-se, portanto, potencial para o desenvolvimento de pesquisas e do conhecimento metodológico no campo que denominamos como Avaliação Pré-Construção (APC), sobretudo quando considerada a demanda nacional por habitações destinadas à população de menor renda.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Katrin Rappl, Universidade de São Paulo

Arquiteta e Urbanista graduada pela Universidade Estadual de Campinas (2011). Possui mestrado em Arquitetura, Tecnologia e Cidade pela Universidade Estadual de Campinas (2015), com período sanduíche na Universidad Politécnica de Madrid (2013). Atualmente é aluna regular de doutorado na FAU-USP com bolsa FAPESP, pesquisadora do grupo Pensamento Crítico e Cidade Contemporânea (PC3). Atua principalmente nos seguintes temas: habitação social, habitação coletiva, desenho urbano, métodos de análise e avaliação de projetos, políticas públicas habitacionais e urbanas.

Leandro Silva Medrano, Universidade de São Paulo

Professor Livre-docente do Departamento de História da Arquitetura e Estética do Projeto da FAUUSP. Formado pela FAUUSP onde também obteve o título de doutor, fez mestrado na Universitat Politecnica de Catalunya, pós doutorado na Universitad Politecnica de Madrid e livre-docência na Unicamp. Seus principais trabalhos abordam questões relacionadas ao desenvolvimento urbano das cidades. Teoria da arquitetura e do urbanismo, urbanismo, desenho urbano, espaço urbano, habitação coletiva, habitação de interesse social e ensino superior, são alguns dos campos envolvidos em suas pesquisas recentes.

Referências

AMORE, C. S., SHIMBO, L. Z., RUFINO, M.B. C. (Org.). Minha Casa e a Cidade? Avaliação do Programa Minha Casa Minha Vida em seis estados Brasileiros. 1ed. Rio de Janeiro, Letra Capital, 2015.

BONDUKI, Nabil. Política habitacional e inclusão social no Brasil: revisão histórica e novas perspectivas no governo Lula. São Paulo, ARQ.URB, n.1, p. 70-101, 2008.

BONDUKI, Nabil. Do Projeto Moradia ao Programa Minha Casa Minha Vida. TD. Teoria e Debate, v. 82, p. 1, 2009.

CAMPOS, Vicente Falconi. Controle da Qualidade Total. Rio de Janeiro: Editora Bloch, 3ª edição, 1992.

CARDOSO, Adauto Lucio (Org.). O programa Minha Casa Minha Vida e seus efeitos territoriais. 1ª ed. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2013.

CARMONA, Matthew.; HEATH, Tim; OC, Taner; TIESDELL, Steve. Public Places – Urban Spaces: the dimensions of urban design. 1ª ed. Architectural Press, 2003.

DRESCH, Aline; LACERDA, Daniel Pacheco; ANTUNES JÚNIOR, José Antonio Valle. Design science research: método de pesquisa para avanço da ciência e tecnologia. Porto Alegre: Bookman, 2015.

ELOY, Claudia Magalhães; COSTA, Fernanda; ROSSETTO, Rossella. Direito à moradia no Brasil: A política de subsídios habitacionais. In: FONSECA, Ana (Org.); FAGNANI, Eduardo (Org.). Políticas sociais, desenvolvimento e cidadania: Educação, seguridade social, pobreza, infraestrutura urbana e transição demográfica. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, v. 2, 2013, p. 337-368.

FERREIRA, João Sette Whitaker (Coord.). Produzir casas ou construir cidades? Desafios para um novo Brasil Urbano. 1ª ed. São Paulo: Fupam, 2012.

GERRITSE, K. Controlling costs and quality in the early phases of the accommodation process. Delft: VSSD, 2008.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2010.

JONES, J. C. A Method of Systematic Design. In: CROSS, Nigel. Developments in Design Methodology. John Wiley & Sons, 1984. p. 9-30.

KERNAHAN, D.; GRAY, J.; DAISH, J.; JOINER, D. User participation in building design and management. Butterworth Architecture, Oxford, 1992.

KOWALTOWSKI, D. C. C. K.; GRANJA, A. D.; MOREIRA D. de C.; SILVA, V. G. da S.; PINA, S. A. M. Métodos e instrumentos de avaliação de projetos destinados à habitação social. In: ORNSTEIN, Sheila Walbe; VILLA, Simone Barbosa (Org.). Qualidade Ambiental na Habitação: avaliação pós-ocupação. São Paulo: Oficina de Textos, 2013. p. 149-184.

KOWALTOWSKI, D. C. C. K.; GRANJA, A. D.; MOREIRA D. de C.; PINA, S. A. M.; OLIVA, C. A.; CASTRO, M. R. The Brazilian Housing program “Minha Casa Minha Vida”: a systematic literature review. Journal of the Korean Housing Association, v. 26, n. 6, p. 35−42, 2015.

KRAUSE, C.; BALBIM, R.; NETO, V. C. L. Minha Casa Minha Vida, Nosso Crescimento: Onde Fica a Política Habitacional? Brasília: IPEA, 2013.

KLINK; J. DENALDI, R. On financialization and state spatial fixes in Brazil. A geographical and historical interpretation of the housing program My House My Life. Habitat International, v. 44, p. 220-226, 2014.

LAWSON, B. How designers think: the design process demystified. 3 ª ed. Oxford: Architectural, 1997.

LOPES, J. M. de A.; SHIMBO, L. Z. Projeto e produção da habitação na região central do estado de São Paulo: condições e contradições do PMCMV. In: AMORE, C. S., SHIMBO, L. Z., RUFINO, M.B. C. (Org.). Minha Casa e a Cidade? Avaliação do Programa Minha Casa Minha Vida em seis estados Brasileiros. 1ed. Rio de Janeiro, Letra Capital, 2015, p. 229-253.

MACMILLAN, S. Added value of good design. Building Research & Information, 34 (3), p. 257-271, 2006.

MARICATO, E. É preciso repensar o modelo. Revista Arquitetura e Urbanismo, n. 186, p. 44-49, set. 2009.

MARQUES, E.; RODRIGUES, L. O Programa Minha Casa Minha Vida na Metrópole Paulistana: Atendimento Habitacional e Padrões de Segregação. Revista brasileira de estudos urbanos e regionais,15 (2), p. 159-177, 2013.

MEDRANO, L.; SPINELLI, J. Urban policies and projects for social housing in central areas. The case of the Habitasampa competition (São Paulo, Brazil). Habitat International, v. 42, p. 39-47, 2014.

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, DESENVOLVIMENTO E GESTÃO. 4° Balanço do PAC 2015-2018. Brasília: Governo Federal, 2017.

MONTANER, Josep Maria. Arquitetura e Crítica. 2ª edição, Barcelona, Gustavo Gili, 2007.

NAGLE, C. B.; RAPPL, K.; MEDRANO, L. S. Métodos de análise de projetos habitacionais: Uma discussão sobre o método I+D+VS. Gestão de Tecnologia de Projetos, São Paulo, v. 8, n. 2, p. 105-115, maio, 2014.

PEQUENO, R.; ROSA, S. V. Inserção urbana e segregação espacial: análise do Programa Minha Casa Minha Vida em Fortaleza. In: AMORE, C. S., SHIMBO, L. Z., RUFINO, M.B. C. (Org.). Minha Casa e a Cidade? Avaliação do Programa Minha Casa Minha Vida em seis estados Brasileiros. 1ed. Rio de Janeiro, Letra Capital, 2015, p. 131-164.

PINTO, Carolina Celeste. Habitação Coletiva de Interesse Social e Cidade: Análise dos Concursos Renova SP (São Paulo, Brasil) e Vallecas 49 (Madri, Espanha). 2014. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

PULTAR, M. A conceptual framework for value in the built environment. In: Evolving Environmental Ideals - Changing Way of Life, Values and Design Practices: IAPS 14, 1996, Stockholm, Sweden, 1996.

RAPPL, K. Políticas públicas e habitação de interesse social: similaridades e diferenças entre o caso Brasileiro e o Espanhol. 2015. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual de Campinas.

ROLNIK, R. (Coord.); BISCHOF, R.; KLINTOWITZ, D.; REIS, J. Como produzir moradia bem localizada com recursos do programa minha casa minha vida? Implementando os instrumentos do Estatuto da Cidade. Brasília: Ministério das Cidades, 2010.

ROLNIK et al. Ferramentas para avaliação da inserção urbana dos empreendimentos do MCMV. Relatório de Pesquisa MCTI/CNPq/MCIDADES Nº 11/2012, 2014.

RUFINO, M. B. C. Um olhar sobre a produção do PMCMV a partir de eixos analíticos. In: AMORE, C. S., SHIMBO, L. Z., RUFINO, M.B. C. (Org.). Minha Casa e a Cidade? Avaliação do Programa Minha Casa Minha Vida em seis estados Brasileiros. 1ed. Rio de Janeiro, Letra Capital, 2015, p. 51-70.

SAUNDERS, W. S. (Ed.). Judging Architectural Value. University of Minnesota Press, 2007.

THOMSON, D. S.; AUSTIN, S. A.; DEVINE-WRIGHT, H.; MILLS, G. R. Managing value and quality in design. Building Research & Information, 31 (5), p. 334-345, 2003.

VALENÇA, M. M.; BONATES, M. F. The trajectory of social housing in Brazil: From the National Housing Bank to the Ministry of the Cities. Habitat International, v. 34, p. 165-173, 2010.

VOORDT, D. J. VAN DER; WEGEN, H. B. R. VAN. Arquitetura sob o olhar do usuário: programa de necessidades, projeto e avaliação de edificações. São Paulo: Oficina de Textos, 2013.

VOLKER, L. Deciding about Design Quality: value judgements and decision making in the selection of architects by public clients under European tendering regulations. Leiden: Sidestone Press, 2010.

ZEIN, R. V. O lugar da crítica: ensaios oportunos de arquitetura. Porto Alegre: Faculdades Integradas do Instituto Ritter dos Reis, 2001.

Downloads

Publicado

2017-12-31

Como Citar

RAPPL, K.; MEDRANO, L. S. Modelos de avaliação pré-construção em empreendimentos habitacionais de interesse social: uma revisão sistemática da literatura. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 8, n. 4, p. 286–300, 2017. DOI: 10.20396/parc.v8i4.8650238. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8650238. Acesso em: 30 set. 2022.