Verificação de critérios de desempenho em projetos de arquitetura com a modelagem BIM

  • Mauro Augusto Silva Junior Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo http://orcid.org/0000-0002-8647-4615
  • Claudio Vicente Mitidieri Filho Instituto de Pesquisas Tecnólogicas do Estado de São Paulo
Palavras-chave: Projeto de arquitetura. Desempenho de edifícios. ABNT NBR 15575. BIM. Verificação de código.

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo propor uma forma de incorporar a verificação de critérios de desempenho em projetos de arquitetura de edificações habitacionais utilizando a Modelagem de Informação da Construção (Building Information Modeling – BIM), como uma alternativa ao método de projeto bidimensional, tradicionalmente utilizado. Foi adotado o método baseado na pesquisa construtiva (constructive research) para o desenvolvimento do trabalho no Programa de Mestrado Profissional em Habitação do Instituto de Pesquisas Tecnológicas, IPT. Requisitos e critérios de desempenho constantes da ABNT NBR 15575:2013 Edificações Habitacionais – Desempenho, foram aplicados ao modelo BIM, no desenvolvimento de projetos de arquitetura, de forma que o projetista possa fazer uma verificação ao longo do desenvolvimento do projeto. O resultado foi promissor, considerando a possibilidade de identificar e detalhar aproximadamente um terço dos critérios constantes da ABNT NBR 15575:2013, usando somente a ferramenta da modelagem. Foram identificadas vantagens em utilizar recursos de softwares de modelagem, como etiquetas e tabelas para aplicações de regras e requisitos, que podem ser facilmente constatadas pelo modelo. Desta forma, nota-se que esse novo processo poderá resultar melhores projetos de arquitetura, com informações sobre desempenho mais completas e confiáveis. Se as ferramentas de simulação forem adotadas e associadas a projetos de arquitetura, poderão ser feitas verificações de outros requisitos e critérios, como por exemplo, simulação do desempenho térmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mauro Augusto Silva Junior, Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo
Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Mestrado Profissional em Habitação - Planejamento e Tecnologia da Construção de Edifícios no Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT). Trabalha com desenvolvimento de projetos utilizando o conceito de Modelagem de Informacão da Construção (BIM-Building Information Modeling), desenvolve materiais e ministra treinamentos para utilização de ferramentas BIM para o seguimento de AEC.
Claudio Vicente Mitidieri Filho, Instituto de Pesquisas Tecnólogicas do Estado de São Paulo
Graduação em Engenharia Civil pela Universidade de São Paulo, mestrado e doutorado em Engenharia Civil pela Universidade de São Paulo. Pesquisador senior do Laboratório de Componentes e Sistemas Construtivos do IPT, especialista em sistemas construtivos e desempenho de edificações habitacionais. Docente do Mestrado Profissional em Habitação: Planejamento e Tecnologia, do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo. Professor do Mackenzie, em curso de pós graduação, na área de gestão da qualidade na construção.

Referências

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR-15575-1: edificações habitacionais: desempenho: parte 1: requisitos gerais. Rio de janeiro: 2013a.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR-15575-1: edificações habitacionais: desempenho: parte 2: requisitos para os sistemas estruturais. Rio de janeiro: 2013b.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR-15575-1: edificações habitacionais: desempenho: parte 3: requisitos para os sistemas de pisos. Rio de janeiro: 2013c.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR-15575-1: edificações habitacionais: desempenho: parte 4: sistemas de vedações verticais internas e externas - SVVIE. Rio de janeiro: 2013d.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR-15575-1: edificações habitacionais: desempenho: parte 5: requisitos para sistemas de coberturas. Rio de janeiro: 2013e.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR-15575-1: edificações habitacionais: desempenho: parte 6: sistemas hidrossanitários. Rio de janeiro: 2013f.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA. Guia AsBEA boas práticas em BIM – Fascículo II. São Paulo, 2015. Disponível em: http://www.asbea.org.br/download/Guia_Bim_AsBEA_Fasciculo_2.pdf. Acesso em: 22 set. 2015.

ASBEA -ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS ESCRITÓRIOS DE ARQUITETURA. Guia BIM para arquitetos na aplicação da norma de desempenho ABNT NBR 15.575. São Paulo, 2015. Disponível em: http://www.caubr.gov.br/wp-content/uploads/2015/09/2_guia_normas_final.pdf. Acesso em: 05 mar. 2016.

CBIC - CAMARA BRASILEIRA DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO. Desempenho de edificações habitacionais: Guia orientativo para atendimento à norma ABNT NBR 15575/2013. Brasília, 2013.

CIC - COMPUTER INTEGRATED CONSTRUCTION RESEARCH PROGRAM, BIM Project Execution Planning Guide – Version 2.1. May, The Pennsylvania State University, University Park, PA, USA, 2011.

CORENET - Construction and Real Estate NETwork. Singapore BIM Guide Version 2 ,Singapura, 2013. Disponível em: https://www.corenet.gov.sg/media/586132/Singapore-BIM-Guide_V2.pdf Acesso em: 28 out.2018

EASTMAN, C. et. al. Automatic rule-based checking of building designs. Automation In Construction, [s.l.] v. 18, n. 8, p.1011-1033, dez.2009 Elsevier BV. DOI:https://doi.org/10.1016/j.autcon.2009.07.002

KREIDER, R. G.; MESSNER, J. I. The uses of BIM: Classifying and Selecting BIM Uses. Version 0.9, September, The Pennsylvania State University, University Park, PA, USA, 2013. Disponível em: http://bim.psu.edu/Uses/the_uses_of_bim.pdf. Acesso em: 28 out.2018

LUKKA, K. The constructive research approach. Case study research in logistics. Publications of the Turku School of Economics and Business Administration, Series B, v. 1, p. 83–101, 2003.

MITIDIERI FILHO, C.V. Avaliação de desempenho de componentes e elementos construtivos inovadores destinados a habitações: proposições específicas à avaliação do desempenho estrutural. São Paulo. 1998. 218f. Tese (Doutorado) – Departamento de Engenharia Civil, Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. São Paulo, 1998.

MOREIRA, T, P, F, A influência da parametrização dos softwares CAD arquiteturais no processo de projetação arquitetônica. 2008 165f. Dissertação (Mestrado) – Mestrado de arquitetura e urbanismo, área de concentração: tecnologia. Universidade de Brasília. Brasília, 2008

NBIS - NATIONAL INSTITUTE OF BUILDING SCIENCES. NBIMS – National Building Information Modeling Standards Version 1, Part 1: overview, principles and methodologies. Washington: NBIS, 2007. Disponível em: http://www.wbdg.org/pdfs/NBIMSv1_p1.pdf. Acesso em: 01 dez.2013

OLIVEIRA, L.; MITIDIERI FILHO, C. O PROJETO DE EDIFÍCIOS HABITACIONAIS CONSIDERANDO A NORMA BRASILEIRA DE DESEMPENHO: ANÁLISE APLICADA PARA AS VEDAÇÕES VERTICAIS. Gestão & Tecnologia de Projetos, v. 7, n. 1, p. 90-100, 14 jun. 2012. DOI:https://doi.org/10.4237/gtp.v1i1.208

SILVA JUNIOR, M.A. Parâmetros de desempenho incorporados em projetos de arquitetura com o uso de aplicativo de modelagem BIM. 2016. Dissertação (Mestrado em Habitação: Planejamento e Tecnologia) – Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo. Área de concentração: Tecnologia em Construção de Edifícios, São Paulo, 2016. Disponível em: https://www.ipt.br/dissertacoes_interna_click_pdf.php?id=894&link=cassiopea.ipt.br/teses/2016_HAB_Mauro_Augusto.pdf

SOLIHIN, W; DIMYADI, J; LEE, Y-C. In search of open and practical language-driven BIM-based automated rule checking systems. In: MUTIS, I.; HARTMANN, T. (ed.). Advances in Informatics and Computing in Civil and Construction Engineering: Proceedings of the 35th CIB W78 2018 Conference: IT in Design, Construction, and Management. Cham: Springer, 2018. p. 577-586.

Publicado
2018-12-01
Como Citar
Silva Junior, M. A., & Mitidieri Filho, C. V. (2018). Verificação de critérios de desempenho em projetos de arquitetura com a modelagem BIM. PARC Pesquisa Em Arquitetura E Construção, 9(4), 334-343. https://doi.org/10.20396/parc.v9i4.8650453
Seção
Comunicações