Caracterização do fluxo de calor em alvenaria com blocos EVA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/parc.v9i4.8651603

Palavras-chave:

Bloco EVA. Temperatura. Resistência térmica. Fluxo de calor.

Resumo

Vários tipos de resíduos são gerados na fabricação de calçados, entre eles, os de Etileno Acetato de Vinila (EVA). Uma alternativa para reduzir o impacto ambiental no tratamento de tais resíduos é utilizá-los como agregados leves na produção de blocos cimentícios para vedações verticais de edificações. O presente artigo relata uma pesquisa que visa caracterizar o fluxo de calor através de vedações executadas com os blocos EVA, baseada em análises comparativas entre amostras construídas com blocos EVA e outros tipos de componentes convencionais (tijolos cerâmicos e blocos de concreto). A caracterização do fluxo de calor seguiu vários passos, dentre os quais se destaca: determinar a diferença de temperatura (ΔT) entre as faces de cada amostra em ensaios na câmara térmica; e calcular a resistência térmica (RT) e demais propriedades previstas na NBR 15220-2 (ABNT, 2005b). Os resultados experimentais (ΔT) e calculados (RT) obtidos foram aplicados numa equação específica, utilizada para determinar o fluxo de calor através da amostra. A análise demonstra que o menor fluxo de calor (1.467 W) entre as amostras com blocos cimentícios corresponde ao maior percentual de EVA (80%) presente no compósito, cujo valor foi próximo ao verificado pela amostra executada com tijolos cerâmicos (1.276 W). Os procedimentos adotados para determinar o fluxo de calor através das amostras evidenciaram as diferenças entre os tipos de blocos cimentícios e cerâmicos, considerando suas diferentes geometrias (vazios internos e espessuras), materiais e teor de resíduos de EVA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Emmily Gérsica Santos Gomes, Faculdades Integradas de Patos

Graduada em Design de interiores pelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraíba-IFPB (2011). Mestrado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Paraíba, PPGAU/UFPB (2015). Professora da Faculdade Integrada de Patos-FIP, no curso de Arquitetura e Urbanismo. Professora temporária do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia-IFPB, no curso de Edificações. Coordenadora do Laboratório de Conforto Ambiental na Faculdade Integrada de Patos-FIP.

Aluísio Braz de Melo, Universidade Federal da Paraíba

Arquiteto pela UFPB (1983). Metrado em Arquitetura pela USP, Escola de Engenharia de São Carlos (1996). Doutorado pela USP em Ciência e Engenharia de Materiais, em São Carlos (2000). Pós-Doutorado no LNEC-Lisboa/Portugal (2008/2009). Professor associado na UFPB, no Departamento de Arquitetura e Urbanismo, no PPGAU e no PPGECAM. Linhas de pesquisa que atua: 1 - Qualidade do Ambiente Construído e 2 - Tecnologia dos Materiais e Adequação Ambiental.

Referências

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15220-3: Desempenho térmico de edificações- Parte 3: Zoneamento bioclimático brasileiro e diretrizes construtivas para habitações unifamiliares de interesse social. Rio de Janeiro, 2005a.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15220-2: Desempenho Térmico das Edificações- Parte 2: Método de cálculo da transmitância térmica, da capacidade térmica, do atraso térmico e do fator solar de elementos e componentes construtivos. Rio de Janeiro, 2005b.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15220-5: Desempenho térmico de edificações - Parte 5: Medição da resistência térmica e da condutividade pelo método fluximétrico. Rio de Janeiro 2005c.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 12118. Blocos vazados de concreto simples para alvenaria–Métodos de ensaio. Rio de Janeiro, 2013a.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15575-4: - Edificações habitacionais — Desempenho Parte 4: Sistemas de vedações verticais internas e externas - SVVIE. Rio de Janeiro, 2013b.

AL-JABRI, K.S., HAGO, A.W.; AL-NUAIMI, A.S., AL-SAIDY, A.H. Concrete blocks for thermal insulation in hot climate. Cement and Concrete Research, v. 35, n. 8, p. 1472– 1479, aug. 2005. ISSN: 0008-8846. DOI:https://doi.org/10.1016/j.cemconres.2004.08.018.

ALAVEZ-RAMIREZ, R.; CHIÑAS-CASTILLO, F.; MORALES-DOMINGUEZ, V.J.; ORTIZ-GUZMAN, M. Thermal conductivity of coconut fibre filled ferrocement sandwich panels. Construction and Building Materials. v. 37, p. 425-431, dec., 2012. ISSN: 0950-0618. DOI:http://dx.doi.org/10.1016/j.conbuildmat.2012.07.053

ASTM - AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS. ASTM C177-97, Standard Test Method for Steady-State Heat Flux Measurements and Thermal Transmission Properties by Means of the Guarded-Hot-Plate Apparatus, ASTM International, West Conshohocken, PA, 1997. Disponível em: https://www.astm.org/DATABASE.CART/HISTORICAL/C177-97.htm. Acesso em: 22/10/2018

BEZERRA, A. J. V. Utilização do Resíduo da Indústria de Calçados (EVA – Etileno Acetato de Vinila) como agregado Leve na Produção de Blocos Vazados de Concreto para Alvenaria sem Função Estrutural. 2002. 138f. Dissertação (Mestrado em Engenharia) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, UFPB. Campina Grande.

BEZERRA, L. A. C. Análise do desempenho térmico de sistema construtivo de concreto com EPS como agregado graúdo 2003. 50f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica. UFRN. Natal.

BITTENCOURT, L; CÂNDIDO, C. Introdução à ventilação natural, p.173, 3ª ed. EDUFAL, Maceió, 2008.

BÓ, M. D; NEVES W. F; AMARAL, S. Substituição do mercúrio por água na determinação da densidade aparente do suporte cerâmico cru. Cerâmica industrial, v. 7, n.2, p. 42-46. São Paulo, 2002. Disponível em: http://www.ceramicaindustrial.org.br/pdf/v07n02/v7n2_8.pdf. Acesso em: 22/10/2018.

FROTA, A. B.; SCHIFFER, S. R. Manual de conforto térmico. 5ª Ed. Studio Nobel Editora. São Paulo, 2001, 248p.

GOULART, S. V. G.; LAMBERTS, R.; FIRMINO, S. Dados climáticos para projeto e avaliação energética de edificações para 14 cidades brasileiras. 2 ed. Florianópolis: Núcleo de Pesquisa em Construção/UFSC. 1998, 345p.

GARLET, G. Aproveitamento de Resíduos de E.V.A. (Ethylene Vinyl Acetate) como Agregado para Concreto Leve na Construção Civil. 1998. 146f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Escola de Engenharia, UFRGS. Porto Alegre, 1998.

GIVONI, B. Comfort Climate Analysis and Building Design Guidelines. Energy and Buildings, v.18, n.1, p. 11-23, 1992. DOI: https://doi.org/10.1016/0378-7788(92)90047-K.

GRANJA, A. D.; LABAKI, L. C. Paredes orientadas a leste e a oeste: uma abordagem crítica em relação ao conforto e à eficiência energética. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 4, n. 4, p. 65-75, out./dez. 2004. ISSN 1415-8876.

LAMBERTS, Roberto; DUTRA, Luciano; PEREIRA, Fernando. O. R. Eficiência Energética na Arquitetura. 3ª Ed. Editora Eletrobras/Procel. Rio de Janeiro, 2014.

MELO, A.B.; LIMA FILHO, M.R.F.. Avaliação de desempenho estrutural de protótipo com paredes construídas com blocos EVA. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 9, n. 4, p. 141-155, out./dez. 2009. ISSN 1415-8876. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/ambienteconstruido/article/view/9471. Acesso em 21/10/2018

MORAES. S. R. P.; OLIVEIRA. A. L. R.; SIMÃO, P. S.; RODRIGUES. J. S. Eficiência bioclimatológica dos termômetros construídos com Luminária plástica e bola de pingue-pongue, em comparação ao Globo negro padrão - outono e primavera. Enciclopédia Biosfera. Goiânia. vol.7, n.12; p. 1-14. 2011. ISSN 2317-2606. Disponível em: http://www.conhecer.org.br/enciclop/2011a/exatas/eficiencia%20bioclimatologica.pdf. Acesso em 22/10/2018.

POLARI FILHO, R.S. Contribuição ao processo de reciclagem dos resíduos da Indústria de calçados na Construção Civil: Bloco EVA – Uma alternativa às alvenarias das construções. 2005. 88f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Urbana). – Programa de Pós-Graduação em Engenharia Urbana. UFPB. João Pessoa.

ROCHA, F.M.D.; MELO, A. B.; SILVA, E. P.; TORRES, S. M. Pré-moldado (bloco EVAi) para alvenaria intertravada: projeto, produção, desempenho e simulação de uso em habitação social. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 13, n. 2, p. 47-60, abr./jun. 2013. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/ambienteconstruido/article/view/35265. Acesso em 22/10/2018.

SILVA, E. P. da; CAHINO J. E. M.; MELO A. B. de. Avaliação de desempenho térmico de blocos EVA. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 14., 2012, Juiz de Fora. Anais ... Porto Alegre: ANTAC, 2012, p. 1478-1484. . Disponível em http://www.infohab.org.br/entac2014/2012/docs/1131.pdf. Acesso em 22/10/218

TURGUT, Paki; YESILATA, Bulent. Physico-mechanical and thermal performances of newly developed rubber-added bricks. Energy and Buildings. v. 40, n. 5, p. 679-688, 2008. ISSN: 0378-7788. DOI:https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2007.05.002

Downloads

Publicado

2018-12-01

Como Citar

GOMES, E. G. S.; MELO, A. B. de. Caracterização do fluxo de calor em alvenaria com blocos EVA. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 9, n. 4, p. 290–304, 2018. DOI: 10.20396/parc.v9i4.8651603. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8651603. Acesso em: 27 nov. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)