Avaliação ambiental de alternativas construtivas de um edifício contêiner

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/parc.v11i0.8654887

Palavras-chave:

Edifícios de contêiners, Avaliação do Ciclo de Vida, Zonas Bioclimáticas

Resumo

Contêineres vêm sendo utilizados como edifícios nos últimos anos. Para isto, devem atender requisitos de desempenho térmico obtidos, a depender do clima, com o uso de materiais isolantes e fechamentos adicionais. Assim, o objetivo desse estudo é comparar o desempenho ambiental de um edifício contêiner de uso comercial com diferentes estratégias construtivas da envoltória. A metodologia baseou-se em: (a) definição de alternativas construtivas da envoltória do edifício contêiner; (b) simulações termoenergéticas com auxílio do software DesignBuilder para quatro cidades de diferentes zonas bioclimáticas (ZB) brasileiras: São Paulo (ZB3), Brasília (ZB4), Teresina (ZB7) e Rio de Janeiro (ZB8); (c) Avaliação do Ciclo de Vida (ACV), com escopo do berço ao túmulo, considerando as seguintes categorias de dano: (1) Mudanças Climáticas, (2) Saúde Humana, (3) Qualidade do Ecossistema e (4) Depleção de Recursos.  A alternativa construtiva da envoltória composta por drywall e isolante térmico foi a mais vantajosa dentre as avaliadas. A absortância solar das fachadas influenciou significativamente nos resultados, principalmente para as ZB7 e ZB8. A cidade de Teresina foi a que apresentou maior consumo de energia operacional e, consequentemente, maiores impactos ambientais. Ao final, apresentam-se algumas diretrizes ambientais para esta tipologia de projeto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Rosse Caldas, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutor em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Consultor da EDGE Buildings.

Loyde Vieira de Abreu-Harbich, Universidade Federal de Goiás

Doutora em Arquitetura, Tecnologia e Cidades pela Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual de Campinas. Pós-Doutorado no Instituto de Meteorologia da Universidade Freiburg (Meteorologisches Institüt, Universität Freiburg). Professora na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Karla Emmanuela Ribeiro Hora, Universidade Federal de Goiás

Doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Paraná. Professora associada da Universidade Federal de Goiás.

Referências

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15220-2: Desempenho Térmico de Edificações. Parte 2: Métodos de cálculo da transmitância térmica, da capacidade térmica, do atraso térmico e do fator solar de elementos e componentes de edificações. Rio de Janeiro, 2005.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15575-1: edificações habitacionais: desempenho: parte 1: requisitos gerais. Rio de janeiro, 2013.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR ISO 14040: avaliação do ciclo de vida: princípios e estrutura. Rio de Janeiro, 2009a.

ATMACA, A.; ATMACA, N. Comparative life cycle energy and cost analysis of post-disaster temporary housings. Applied Energy, v. 171, 429-443, 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.apenergy.2016.03.058 DOI: https://doi.org/10.1016/j.apenergy.2016.03.058

BUENO, C. et al. Sensitivity analysis of the use of Life Cycle Impact Assessment methods: a case study on building materials. Journal of Cleaner Production, v.112, n.20, p.2208-2220, jan. 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2015.10.006 DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2015.10.006

CABEZA, L. F. et al. Life cycle assessment (LCA) and life cycle energy analysis (LCEA) of buildings and the building sector: A review. Renewable and Sustainable Energy Reviews, v.29, n.1, p. 394-416, jan. 2014. DOI: https://doi.org/10.1016/j.rser.2013.08.037 DOI: https://doi.org/10.1016/j.rser.2013.08.037

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil. Tabela de Custos de Composições Analítica. 2018. Disponível em: <http://www.caixa.gov.br/poder-publico/apoio-poder-publico/sinapi/Paginas/default.aspx>. Acesso em: 18 abr. 2018.

CALDAS, L. R.; LIRA, J. S. de M. M.; SPOSTO, R. M. Avaliação do ciclo de vida de habitações de alvenaria estrutural de blocos cerâmicos e painéis pré-moldados de concreto considerando diferentes zonas bioclimáticas. LALCA - Revista Latino-amer. em Aval. do Ciclo de Vida, Brasília, v. 1, n. 1, p. 138-167, jul./dez. 2017. DOI: https://doi.org/10.18225/lalca.v1i1.3823 DOI: https://doi.org/10.18225/lalca.v1i1.3823

CARBONARI, L. T.; BARTH, F. Reutilização de contêineres padrão ISO na construção de edifícios comerciais no sul do Brasil. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, v. 6, n. 4, p. 255-265, dez. 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.20396/parc.v6i4.8641165. DOI: https://doi.org/10.20396/parc.v6i4.8641165

GARRIDO, L. Green container architecture. 1. ed. Barcelona: MONSA, v. 1, 2015.

HUMBERT et al. IMPACT 2002+: User Guide. Quantis, 2012. Disponível em: <https://www.quantis-intl.com/pdf/IMPACT2002_UserGuide_for_vQ2.21.pdf> Acesso em 29 abr. 2019.

INVIDIATA, A., E.; GHISI, E. Impact of climate change on heating and cooling energy demand in houses in Brazil, Energy and Buildings, v. 130, p. 20-32, 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2016.07.067 DOI: https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2016.07.067

ISLAM, H.; ZHANG, G.; SETUNGE, S.; BHUIYAN, M. A. Life cycle assessment of shipping container home: A sustainable construction. Energy and Buildings n.128, p. 673-685. 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2016.07.002

LabEEE - LABORATÓRIO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA DE EDIFICAÇÕES. Arquivos Climáticos. Disponível em: <http://www.labeee.ufsc.br/> Acesso em 10. Jan. 2019.

LEVASSEUR, A.; LESAGE, P.; MARGNI, M.; DESCHÊNES, L.; SAMSON, R. Considering time in LCA: dynamic LCA and its application to global warming impact assessments. Environmental Science Technology, n. 44, p.3169-3174, 2010. DOI:https://doi.org/10.1016/j.destud. 10.1021/es9030003

LOPES, C. F. M. Análise do desempenho termo-energético de um edifício Residencial concebido a partir de container na cidade do Rio de Janeiro. 2016. 76f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Urbana) – Centro de tecnologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.

LUNA, et al. Solar Photovoltaic Distributed Generation in Brazil: The Case of Resolution 482/2012. Energy Procedia, v. 159, p. 484-490, 2019. DOI: https://doi.org/10.1016/j.egypro.2018.12.036 DOI: https://doi.org/10.1016/j.egypro.2018.12.036

MEDEIROS, L. M.; DURANTE, L. C.; CALLEJAS, I, J. A. Contribuição para a avaliação de ciclo de vida na quantificação de impactos ambientais de sistemas construtivos. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 18, n. 2, p. 365-385, abr./jun. 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s1678-86212018000200259 DOI: https://doi.org/10.1590/s1678-86212018000200259

MAURIELLO, M. J. This old shipping container. St. Louis Business Journal. News, Real State: A Quarterly Report. Abr. 2007. apud ISLAM, H.; ZHANG, G.; SETUNGE, S.; BHUIYAN, M. A. Life cycle assessment of shipping container home: A sustainable construction. Energy and Buildings n.128, p. 673-685. 2016. DOI:https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2016.07.002 DOI: https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2016.07.002

PEREIRA, I. M.; ASSIS, E. S. Avaliação de Modelos de Índices Adaptativos Para Uso no Projeto Arquitetônico Bioclimático. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 10, n. 1, p. 31-51, jan./mar. 2010. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1678-86212010000100002 DOI: https://doi.org/10.1590/S1678-86212010000100002

PEREIRA, E.; SPOSTO, R. M.; CALDAS, L. R. Balanço de emissões de CO2 na exportação e importação do minério de ferro entre Brasil e China. In: CONGRESSO LUSO-BRASILEIRO DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEIS, 2., João Pessoa. 2016. Anais […]. João Pessoa: CLBMCS, 2016, p. 8-19.

ROMANO, L; PARIS, S. de; NEUENFELDT JÚNIOR, A. L. Retrofit de contêineres na construção civil. Labor e Engenho, Campinas, SP, v. 8, n. 1, p. 83-92, fev. 2014. DOI: https://doi.org/10.20396/lobore.v8i1.225 DOI: https://doi.org/10.20396/lobore.v8i1.225

SCHRIJVERS, D. L.; LOUBET, P.; SONNEMANN, G. Developing a systematic framework for consistent allocation in LCA. The International Journal of Life Cycle Assessment, July 2016, vol.21, n° 1, p. 976-933. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2016.07.069

SILVA, M. G. da; GOMES, V.; SAADE, M. R. M. The contribution of life-cycle assessment to environmentally preferable concrete mix selection for breakwater applications. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 18, n. 2, p. 413-429, abr./jun. 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s1678-86212018000200262 DOI: https://doi.org/10.1590/s1678-86212018000200262

SOUZA, D. M., et al. Comparative life cycle assessment of ceramic brick, concrete brick and castin-place reinforced concrete exterior walls. Journal of Cleaner Production, v.137, n. 20, p. 70-82, jan. 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2016.07.069 DOI: https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2016.07.069

SONG, Y.; MITHRARATNE, N; ZHANG, H. Life-time performance of post-disaster temporary housing: A case study in Nanjing. Energy and Buildings, n. 128, p. 394-404, 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2016.07.019 DOI: https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2016.07.019

UN ENVIRONMENT AND INTERNATIONAL ENERGY AGENCY. Towards a zero-emission, efficient, and resilient buildings and construction sector: Global Status Report 2017. Geneva, Bangkok, Nairobi: UNEP, 2017. p. 43.

VIANA, F. S.; SOUZA, H. A. de; GOMES, A. P. Residência em contêiner: comparativo de estratégias para a melhoria do desempenho térmico. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 10, p. e019011, mar. 2019. DOI:https://doi.org/10.20396/parc.v10i0.8652794. DOI: https://doi.org/10.20396/parc.v10i0.8652794

WORLD SHIPPING COUNCIL. Containers. 2014. Acesso em: 15 abr. 2019.

WORLDSTEEL ASSOCIATION. Life Cycle assessment methodology report. Brussels: World Steel Association, 2011. Disponível em: https://www.worldsteel.org/en/dam/jcr:6a222ba2-e35a-4126-83ab-5ae5a79e6e46/LCA+Methodology+Report.pdf

Downloads

Publicado

2020-06-29

Como Citar

CALDAS, L. R.; ABREU-HARBICH, L. V. de; HORA, K. E. R. Avaliação ambiental de alternativas construtivas de um edifício contêiner . PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 11, p. e020008, 2020. DOI: 10.20396/parc.v11i0.8654887. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8654887. Acesso em: 6 out. 2022.