Inserção de simulações de desempenho térmico no processo de projeto

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/parc.v12i00.8657346

Palavras-chave:

Definição de parâmetros, Estrutura de trabalho, Simulação de edificações, Desempenho térmico, Processo de projeto

Resumo

O crescente aumento de consumo energético em edificações é uma questão preocupante. O modo como as edificações se comportam em relação ao clima em que estão inseridas é importante no seu consumo final, e assim, diretrizes iniciais de projeto voltadas ao seu comportamento térmico podem reduzir boa parte do consumo durante a operação. Isso porque essas diretrizes visam otimizar o desempenho das edificações, minimizando o uso de equipamentos de resfriamento para garantir o conforto dos usuários. No entanto, essas análises de desempenho térmico são realizadas com o projeto já consolidado, dificultando o alcance de bons níveis de desempenho e sem grande margem de alteração de projeto com este foco. Visando unir o processo a essas análises, o objetivo deste trabalho é o levantamento de dados sobre o processo de projeto de arquitetos para compreender quais parâmetros de desempenho já são considerados, quais outros poderiam ser incorporados, e quais as fases de maior relevância do ponto de vista térmico. Percebeu-se que os participantes deste estudo, apesar de considerarem relevante a avaliação de critérios como insolação e ventilação natural na concepção de projeto, o fazem com métodos pouco precisos. Além disso, evidenciou-se o desconhecimento de aspectos importantes, como a NBR 15575, a etiqueta de eficiência energética e o uso de simulações computacionais. Portanto, propõe-se uma estrutura de trabalho integrando as respostas sobre definições de projeto com os critérios de análise de desempenho. O desenvolvimento de uma estrutura de trabalho permitirá futuros experimentos de inserção de simulações no processo de projeto para validação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa Pereira de Souza, Universidade Federal de Santa Catarina

Arquiteta e Urbanista formada pela Universidade Federal de Santa Catarina. Mestrado em andamento pelo Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da mesma instituição. 

Mateus Vinícius Bavaresco, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestre em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina. Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal de Santa Catarina.

Carlos Eduardo Verzola Vaz, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorado em engenharia civil pela Universidade Estadual de Campinas. Docente da Universidade Federal de Santa Catarina.

Roberto Lamberts, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorado em Engenharia Civil pela University of Leeds. Atualmente é professor titular da Universidade Federal de Santa Catarina. 

Referências

AIA - THE AMERICAN INSTITUTE OF ARCHITECTS. Architect’s Guide to Building Performance - Integrating performance simulation in the design process. [s.l: s.n.]. Disponível em: http://content.aia.org/sites/default/files/2019-06/Energy_Design_Modeling_Guide_v4.pdf. Acesso em: jul. 2019.

ALMIRO, Pedro Armelim. Uma nota sobre a desejabilidade social e o enviesamento de respostas. Avaliação Psicológica, v. 16, n. 3, jul. 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.15689/ap.2017.1603.ed. Acesso em: out. 2019.

BLEIL DE SOUZA, Clarice. Studies into the use of building thermal physics to inform design decision making. Automation in Construction, [s. l.], v. 30, p. 81–93, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.autcon.2012.11.026

BLEIL DE SOUZA, Clarice; TUCKER, Simon. Thermal simulation software outputs: what do building designers propose? In: CONFERENCE OF INTERNATIONAL BUILDING PERFORMANCE SIMULATION ASSOCIATION, 13., 2013, Chambéry, Proceedings […]. Chambéry: IBPSA, 2013, p. 468–475.

CAU/BR – CONSELHO DE ARQUITETURA E URBANISMO DO BRASIL. Módulo I: Renumeração do projeto arquitetônico de edificações. Brasília: CAU/BR, 2014. Disponível em: https://honorario.caubr.gov.br/doc/TAB-livro1-final.pdf. Acesso em: jun. 2021.

CHERRY, K. The Hawthorne Effect and Behavioral Studies. Verywellmind, Basics, out 2020.Disponível em: https://www.verywellmind.com/what-is-the-hawthorne-effect-2795234. Acesso em: jun. 2021.

ELBELTAGI, Emad et al. Visualized strategy for predicting buildings energy consumption during early design stage using parametric analysis. Journal of Building Engineering, [s. l.], v. 13, n. July, p. 127–136, 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.jobe.2017.07.012.

EPE - EMPRESA DE PESQUISA ENERGÉTICA. Balanço energético nacional: Ano base 2018. Empresa de Pesquisa Energética, [s. l.], p. 67, 2019. Disponível em: https://www.epe.gov.br/sites-pt/publicacoes-dados-abertos/publicacoes/PublicacoesArquivos/publicacao-377/topico-494/BEN%202019%20Completo%20WEB.pdf. Acesso em: jul. 2019.

IEA - INTERNATIONAL ENERGY AGENCY. The Future of Cooling. [s.l], 2018. Disponível em: https://www.iea.org/reports/the-future-of-cooling. Acesso em: jun. 2021.

LAWSON, Brian. Como arquitetos e designers pensam. 1.ed. São Paulo: Editora Oficina de Textos, 2011.

MACIEL, Alexandra Albuquerque. Integração de Conceitos Bioclimáticos ao Projeto Arquitetônico. 2006. Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, Florianópolis, 2006. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/88974. Acesso em: jul. 2019

MITCHELL, William J. A Lógica da Arquitetura. 1.ed. Campinas: Editora Unicamp, 2009.

NEMBRINI, Julien; SAMBERGER, Steffen; LABELLE, Guillaume. Parametric scripting for early design performance simulation. Energy and Buildings, [s. l.], v. 68, n. PART C, p. 786–798, 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.enbuild.2013.09.044

ØSTERGÅRD, Torben; JENSEN, Rasmus L.; MAAGAARD, Steffen E. Building simulations supporting decision making in early design - A review. Renewable and Sustainable Energy Reviews, [s. l.], v. 61, p. 187–201, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.rser.2016.03.045

SAMUELSON, Holly et al. Parametric energy simulation in early design: High-rise residential buildings in urban contexts. Building and Environment, [s. l.], v. 101, p. 19–31, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.buildenv.2016.02.018

SHI, Xing et al. A review on building energy efficient design optimization from the perspective of architects. Renewable and Sustainable Energy Reviews, [s. l.], v. 65, p. 872–884, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.rser.2016.07.050

Downloads

Publicado

2021-06-14

Como Citar

SOUZA, L. P. de .; BAVARESCO, M. V.; VAZ, C. E. V.; LAMBERTS, R. Inserção de simulações de desempenho térmico no processo de projeto. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 12, n. 00, p. e021011, 2021. DOI: 10.20396/parc.v12i00.8657346. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8657346. Acesso em: 20 out. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)