Banner Portal
Método triplo para estimativa anual de luz natural (EALN) usando radiosidade
PDF

Palavras-chave

Simulação dinâmica de luz natural
Eficiência energética
Aproveitamento de luz natural
Estimativa anual de luz natural
Iluminação natural em arquitetura

Como Citar

CLARO, Anderson. Método triplo para estimativa anual de luz natural (EALN) usando radiosidade. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 13, n. 00, p. e022009, 2022. DOI: 10.20396/parc.v13i00.8665545. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8665545. Acesso em: 17 abr. 2024.

Resumo

Além do conforto visual humano e estética, a luz natural tem importante papel no consumo de energia elétrica, por permitir substituir o uso de luz artificial ao longo dos dias. Hoje existe a Simulação Dinâmica usando Arquivos Climáticos digitais, que descrevem característica típica anual da disponibilidade de radiação e luz, em muitas localidades do planeta. Esta simulação usa o conceito de Daylight Coefficient (DLC), que associa à determinadas porções do céu a quantidade de luz que chega a pontos dos planos de ambientes, permitindo estimar disponibilidade diária/horária de luz natural durante um ano típico. Propõe-se aqui o Coeficiente de Radiosidade (CR), relacionando Iluminância inicial, de uma porção de plano, num ambiente com Iluminância parcial que, após várias inter-reflexões, chegam a outras porções de planos do ambiente, partindo daquela porção inicial. Apresenta-se o conceito de Estimativa Anual de Luz Natural – EALN, que propõe uma abordagem tríplice baseada na Radiosidade e usando o Coeficiente de Radiosidade, o Daylight Coefficient numa versão desenvolvida para Radiosidade e também o novo Conceito de Radiosidade Plena (RP), este usando ciclos integrais de Radiosidade no método clássico, de acordo com uma análise do ambiente que determina qual dos três métodos é mais rápido para a circunstância do projeto. Os três métodos conduzem aos mesmos valores de EALN, como é demonstrado, otimizando o tempo de estudos, além de outras vantagens. Modelos simulados pelos três métodos em diferentes graus de resolução mostram a consistência e confiabilidade da abordagem, como se demonstra nos resultados obtidos.

https://doi.org/10.20396/parc.v13i00.8665545
PDF

Referências

CIE. COMMISSION INTERNATIONALE DE L´ECLAIRAGE. Spatial Distribution of Daylight. CIE Standard General Sky: ISO 15469: 2004(E) / CIE S 011/E:2003. Vienna: CIE Central Bureau, 2004.

CLARO, A. Método para Determinação da Estimativa Anual de Luz Natural Utilizando o Modelo Vetorial Esférico para Radiosidade. 2015. 165 f. Tese (Concurso para Professor Titular) – Centro Tecnológico,Departamento de Arquitetura e Urbanismo. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2015. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/136390/ANDERSON%20CLARO%20-%20TESE%20TITULAR%20UFSC%20OUTUBRO%202015.pdf?sequence=1&isAllowed=y Acesso em: 26 de jan. 2021.

CLARO, A. Modelo Vetorial Esférico para Radiosidade Aplicado à Iluminação Natural. 1998. 178 p. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianpolis,1998. http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/77897. Acesso em 26 jan. 2021.

COHEN, M. F.; CHEN, S. E.; WALLACE, J. R; GREENBERG, D. P. A Progressive Refinement Approach to Fast Radiosity Image Generation. Computer Graphics, v.22, n.4, 1988, p. 75-84. Disponível em: http://www.cs.cmu.edu/afs/cs/academic/class/15462-f10/www/lec_slides/p75-cohen.pdf. Acesso em: 27 jan. 2021.

COHEN, M. F.; GREENBERG, D. P. The Hemi-Cube: a Radiosity Solution for Complex Environments. In: ACM SlGGRAPH Computer Graphics, v. 19, n. 3, p. 31-40, jul., 1985. DOI: https://doi.org/10.1145/325165.325171.

GEEBELEN, B. Daylighting Computation Methods - From Dot Chart to Digital Simulation. Syllabus Studiedag Daglichttoetreding in Gebouwen, Antwerpen: KVIV, 2003. Disponível em: https://lirias.kuleuven.be/bitstream/123456789/160607/1/kviv_geebelen.pdf%20-. Acesso em: 27 jan. 2021.

MORO, J.; KRUGER, E.; CLARO, A. Análise por meio de Simulação Computacional dos Sistemas de Iluminação do Edifício Sede do Tribunal de Contas do Paraná. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 15., Maceió, 2014. Anais [...], Maceió: UFAL, 2014. DOI: http://doi.org/10.17012/entac2014.

PEREZ, R.; SEALS, R.; MICHALSKY, J. All-weather model for sky luminance distribution – Preliminary configuration and validation. Solar Energy, v. 50, n. 3, p 235-245. 1993.

TREGENZA, P. R. The Monte Carlo method in lighting calculations. Lighting Research and Technology. v.5, n. 4, p. 163-170. 1983. DOI: https://doi.org/10.1177/096032718301500401.

TREGENZA, P. R.; WATERS, I. Daylight coefficients. Lighting Research and Technology, v. 49, n. 7, p. 65-71. 1983. DOI: https://doi.org/10.1177/1477153516653786

WARD, G. J. The RADIANCE Lighting Simulation and Rendering System. Computer Graphics. In: SIGGRAPH’94, 1994, Orlando. Proceedings […]. Orlando: Association for Computing Machinery, 1994, p. 459-72. Disponível em: http://radsite.lbl.gov/radiance/papers/sg94.1/ . Acesso em 27 jan. 2021.

WHITTED, T. An Improved Illumination Model for Shaded Display Graphics and Image Processing. Communications of the ACM, New Jersey, v. 23, n. 6. 1980. DOI: https://doi.org/10.1145/358876.358882

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção

Downloads

Não há dados estatísticos.