Banner Portal
Impacto da absortância no conforto térmico em três zonas bioclimáticas
Neste volume apresentamos na capa a Residência para professores em Gando, Burkina Faso. Projetada por Francis Kéré. Imagem do Wikimedia Commons
PDF

Palavras-chave

Conforto térmico
Absortância solar
Habitações unifamiliares

Como Citar

CÂNDIDO, Carolina Dieguez; DORNELLES, Kelen Almeida; LUKIANTCHUKI, Marieli Azoia. Impacto da absortância no conforto térmico em três zonas bioclimáticas. PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção, Campinas, SP, v. 14, n. 00, p. e023003, 2023. DOI: 10.20396/parc.v14i00.8668202. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/parc/article/view/8668202. Acesso em: 23 maio. 2024.

Resumo

A incidência de radiação solar nos edifícios é considerada uma das principais responsáveis pela sua carga térmica e seu impacto dependerá, entre outros fatores, da absortância solar das superfícies externas da edificação. Este trabalho analisa o conforto térmico dos usuários de uma habitação unifamiliar térrea, pela metodologia da ASHRAE 55/2013, no contexto de três cidades classificadas em diferentes zonas bioclimáticas: Curitiba (ZB1), Maringá (ZB3) e Belém (ZB8). O método é composto das seguintes etapas: 1. Seleção da tipologia e cidades representativas; 2. Seleção dos valores de absortância; 3. Simulações através do software EnergyPlus e 4. Análise dos resultados. Os resultados demonstraram que a absortância das envoltórias apresentou influência significativa no conforto térmico dos usuários e no aumento da carga térmica interna. As telhas e as tintas, com valores de absortância mais elevados, foram responsáveis, respectivamente, pelo acréscimo de até 24,74% e 17,55% no total de horas anuais em desconforto por calor. No inverno, telhas e tintas com maior absortância apresentaram influência no decréscimo de até 17,07% e 13,7% no total de horas anuais em desconforto por frio. Conforme esperado, é recomendada a utilização de absortâncias mais baixas e altas para zonas bioclimáticas mais quentes e mais frias, respectivamente. Em relação a regiões em que tanto o desconforto por calor quanto por frio é significativo, recomenda-se a escolha criteriosa da absortância, considerando fatores como diferentes sistemas construtivos, uso de ventilação natural e de dispositivos de sombreamento, entre outras soluções, visando a melhoria do conforto térmico dos usuários.

https://doi.org/10.20396/parc.v14i00.8668202
PDF

Referências

ABNT. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15220-3: desempenho térmico de edificações. Rio de Janeiro: ABNT, 2005.

AKBARI, H.; BRETZ, S.; KURN, D. M.; HANFORD, J. Peak power and cooling energy savings of high-albedo roofs. Energy and Buildings, v. 25, n. 2, p. 117–126, 1997. DOI: https://doi.org/10.1016/S0378-7788(96)01001-8.

AKBARI, H.; DAMON, H.; SETO, D. The long-term effect of increasing the albedo of urban areas. Environmental Research Letters, v.7, n. 2, 2012. DOI: 10.1088/1748-9326/7/2/024004.

AKBARI, H.; LEVINSON, R.; MILLER, W.; BERDAHL, P. Cool colored roofs to save energy and improve air quality. In: PASSIVE AND LOW ENERGY ARCHITECTURE - PLEA, 22.; 2005, Beirute. Proceedings [...]. London: University of Westminster, 2005.

AKBARI, H.; ROSE, L. S.; TAHA, H. Analyzing the land cover of an urban environment using high-resolution orthophotos. Landscape and Urban Plan, v. 63, n. 1, p. 1-14, Mar. 2003. DOI: 10.1016/S0169-2046(02)00165-2.

ANSI/ASHRAE. AMERICAN NATIONAL STANDARDS INSTITUTE/ AMERICAN SOCIETY OF HEATING, REFRIGERATING AND AIR-CONDITIONING ENGINEERS. ANSI/ASHRAE Standard 55: Thermal Environmental Conditions for Human Occupancy. Atlanta, 2013.

AMORIM, R. P. L.; MONTEIRO, J. R. V. A influência das cores no ganho térmico de superfícies cerâmicas. Revista Latino-Americana de Inovação e Engenharia de Produção, v. 2, n. 2, out. 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.5380/relainep.v2i2.38350.

BRITO, A. C.; AKUTSU, M. Contribuição da cor da cobertura na melhoria do desempenho térmico de habitação no período de verão. In: ENCONTRO NACIONAL DE CONFORTO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 13.; ENCONTRO LATINOAMERICANO DE CONFORTO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 9., 2015, Campinas. Anais [...]. Porto Alegre: ANTAC, 2015.

CÂNDIDO, C. D. Influência da absortância solar da envoltória opaca no desempenho térmico do edifício e no conforto térmico do usuário. 2021. 171p. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2021.

CASTRO, A. P. A. S. Análise da refletância de cores de tintas através da técnica espectrofotométrica. 2002. 113 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) – Faculdade de Engenharia Civil, Universidade Estadual de Campinas, Campinas. 2002. Disponível em: https://hdl.handle.net/20.500.12733/1592410. Acesso em: 20 nov. 2021.

CAVALCANTI, F. S. Impacto da absortância e transmitância das fachadas na eficiência energética e conforto térmico para habitação de interesse social. Paranoá, v. 28, ju/.dez. 2020. DOI: https://doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n28.2020.10.

CHVATAL, K. M. S. Avaliação do procedimento simplificado da NBR 15575 para determinação do nível de desempenho térmico de habitações. Ambiente Construído, v. 14, n. 4, p. 119-134, dez. 2014. DOI: https://doi.org/10.1590/S1678-86212014000400009.

COELHO, T. C. C.; GOMES, C. E. M.; DORNELLES, K. A. Desempenho térmico e absortância solar de telhas de fibrocimento sem amianto submetidas a diferentes processos de envelhecimento natural. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 17, n. 1, p. 147-161, jan./mar. 2017. DOI: https://doi.org/10.1590/s1678-86212017000100129.

COSTA, V. A. C. Trocas de calor entre edificações térreas e o solo e sua modelagem no pré-processador Slab. 2017, 237 p. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Instituto de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo. São Carlos, 2017. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/102/102131/tde-04092017-150856/publico/DissCorrigidaVanessaCaieiro.pdf. Acesso em: 20 ago. 2021.

COTANA, F.; ROSSI, F.; FILIPPONI, M.; COCCIA, V.; PISELLO, A.L.; BONAMENTE, E.; PETROZZI, A.; CAVALAGLIO, G. Albedo control as an effective strategy to tackle Global Warming: a case study. Applied Energy, v. 130, p.641–647. Oct. 2014. DOI: https://doi.org/10.1016/j.apenergy.2014.02.065.

COUTO, L. S. B. ALTA II: uma alternativa aos métodos de medição de refletância solar para telhas cerâmicas e de fibrocimento. 2019, 67 p. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Instituto de Arquitetura e Urbanismo, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2019.

COUTO, L.; BANQUERI, D.; DORNELLES, K. A. Absortância solar e as normas internacionais e brasileiras. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 17., 2018, Foz do Iguaçu. Anais [...]. Porto Alegre: ANTAC, 2018. Disponível em: https://eventos.antac.org.br/index.php/entac/article/view/1465/1253. Acesso em: 20 jun. 2020.

DIAS, A. S. Avaliação do desempenho térmico de coberturas metálicas utilizadas em edificações estruturadas em aço. 2011. 110 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Departamento de Engenharia Civil, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2011. Disponível em: https://www.repositorio.ufop.br/bitstream/123456789/3402/1/DISSERTA%c3%87%c3%83O_Avalia%c3%a7%c3%a3oDesempenhoT%c3%a9rmico.pdf. Acesso em: 20 outo. 2020.

DORNELLES, K. A. Absortância solar de superfícies opacas: métodos de determinação e base de dados para tintas látex acrílica e PVA. 152 p. Tese (Doutorado em Engenharia Civil) - Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2008. DOI: https://doi.org/10.47749/T/UNICAMP.2008.429167.

DORNELLES, K. A. Biblioteca de absortância de telhas: base de dados para análise de desempenho termoenergético de edifícios. São Carlos: Tropicus; USP/ Instituto de Arquitetura e Urbanismo, 2021. 61 p. DOI: https://doi.org/10.11606/9786586810103.

FERREIRA, F. L., PRADO, R. T. A. Medição do albedo e análise da sua influência na temperatura superficial dos materiais utilizados em coberturas de edifícios no Brasil. Boletim Técnico da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, 351– Série BT-PCC. São Paulo: EPUSP. 2003.

GIVONI, B. Climate considerations in building and urban design. New York: John Wiley, 1998. 480 p.

INMETRO. INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA. Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de Edificações Comerciais, de Serviços e Públicas. Portaria nº 372, de 17 de setembro de 2010. Brasília, DF, Disponível em: https://pbeedifica.com.br/etiquetagem/comercial/manuais. Acesso em: 26 dez. 2022.

INMETRO. INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA. Manual para aplicação do RTQ-R. 4.2. Residencial. Rio de Janeiro: INMETRO, 2014. Disponível em: https://www.pbeedifica.com.br/sites/default/files/projetos/etiquetagem/residencial/downloads/Manual_de_aplica%C3%A7%C3%A3o_do_%20RTQ-R-v01.pdf. Acesso em: 20 jan. 2020.

LABEEE. Laboratório em Eficiência Energética em Edificações. Arquivos climáticos em formato EPW. Florianópolis: UFSC, 2012. Disponível em: http://www.labeee.ufsc.br/downloads/arquivos-climaticos/format-epw. Acesso em: 15 ago. 2021.

LAMBERTS, R.; DUTRA, L.; PEREIRA, F.O.R. Eficiência energética na arquitetura. 3. ed. Rio de Janeiro: Eletrobras: Procel, 2014. Disponível em: https://labeee.ufsc.br/sites/default/files/apostilas/eficiencia_energetica_na_arquitetura.pdf.

MARQUES, T. H. T.; CHVATAL, K. M. S. A Review of the Brazilian NBR15575 Norm: applying the simulation and simplified methods for evaluating a social house thermal performance. In: SYMPOSIUM ON SIMULATION FOR ARCHITECTURE AND URBAN DESIGN, 4., San Diego, 2013. Proceedings [...]. San Diego, 2013.

MARTINS, L. H. A. A Influência do sombreamento e da absortância da envoltória no desempenho térmico e energético de edificações residenciais multipavimentos na cidade de João Pessoa-PB. 2013. 203 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Urbana) – Centro de Tecnologia, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2013. Disponível em: https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5515. Acesso em: 20 nov. 2020.

MULHALL, C.; AYNSLEY, R. Solar absorptance and uninsulated houses in the humid tropics. In: CONFERENCE ON PASSIVE AND LOW ENERGY ARHITECTURE PLEA, 16., 1999, Brisbane. Refereed paper […]. Brisbane, 1999.

MUSELLI, M. Passive cooling for air-conditioning energy savings with new radiative low-cost coatings. Energy and Buildings, v. 42, n. 6, p, 945–954, June 2010. DOI: https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2010.01.006.

OITICICA, M. L. G. R.; BARBIRATO, G. M.; SILVA, C. A. C.; MACHADO, I. B. L. Refletância de cores em superfícies construtivas. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 5., 2000, Fortaleza. Anais [...]. Salvador, 2000.

PEREIRA, I. M.; FERREIRA, C. C. Avaliação dos Impactos da ABNT NBR 15575 no Conforto Térmico e no Consumo de Energias nas Novas Edificações Habitacionais Brasileiras. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 15., Maceió 2014. Anais [...]. Maceió: ANTAC, 2014. DOI: http://doi.org/10.17012/entac2014.326.

PISELLO, A. L.; CASTALDO, V. L.; PIGNATTA, G.; COTANA, F.; SANTAMOURIS, M. Experimental in-lab and in-field analysis of waterproof membranes for cool roof application and urban heat island mitigation. Energy and Buildings, v. 114, p. 180–190, Feb. 2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2015.05.026.

RORIZ, M. Classificação de Climas do Brasil - Versão 2. 2013. Disponível em: https://labeee.ufsc.br/sites/default/files/Climas_v2.pdf. Acesso em: 04 de agosto de 2021.

RORIZ, M. Classificação de Climas do Brasil - Versão 3.0. 2014. Disponível em: https://labeee.ufsc.br/sites/default/files/Climas_v3.pdf. Acesso em: 04 de agosto de 2021.

RORIZ, M. Arquivos Climáticos de Municípios Brasileiros. 2012. Disponível em: https://labeee.ufsc.br/sites/default/files/arquivos_climaticos/sobre_epw.pdf. Acesso em: 04 de agosto de 2021.

ROSADO, C.; PIZZUTTI, J. L. A influência das cores no conforto térmico-lumínico e na redução do consumo de energia nas edificações. In: ENCONTRO NACIONAL SOBRE CONFORTO NO AMBIENTE CONSTRUÍDO, 4., 1997, Salvador. Anais [...]. Salvador, 1997

ROSSI, F., COTANA, F., FILIPPONI, M., NICOLINI, A., MENON, S., ROSENFELD, A. Cool roofs as a strategy to tackle global warming: economical and technical opportunities. Advances in Building Energy Research, v. 7, n. 2, p. 254–268, Dec. 2013. DOI: https://doi.org/10.1080/17512549.2013.865555.

SANTAMOURIS, M.; PAVLOU, K.; SYNNEFA, A.; NIACHOU, K.; KOLOKOTSA, D. Recent progress on passive cooling techniques: Advanced technological developments to improve survivability levels in low-income households. Energy and Buildings, v.3 9, n. 7, p.859–866, July 2007. DOI: https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2007.02.008.

SARVEZUK, L. Análise bioclimática em projetos de habitação de interesse social: contribuições ao zoneamento bioclimático brasileiro – ZB3. 2020. 129p. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2020.

SEPLAN. SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO E URBANISMO DE MARINGÁ. Projeto de Habitação Jardim Oriental. Maringá, 10 de abril de 2018. 1 arquivo. Autocad formato DWG.

SHEN, H.; TAN, H.; TZEMPELIKOS, A. The effect of reflective coatings on building surface temperatures, indoor environment and energy consumption - An experimental study. Energy and Buildings, v. 43, n. 2-3, p.573–580, Feb./Mar. 2011. DOI: https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2010.10.024

SHI, Z.; ZHANG, X. Analyzing the effect of the longwave emissivity and solar reflectance of building envelopes on energy-saving in buildings in various climates. Solar Energy, v. 85, n. 1, p. 28–37, Jan. 2011. DOI: https://doi.org/10.1016/j.solener.2010.11.009.

SHIRAKAWA, M. A.; LIMA, L. N.; GAYLARDE, C. C.; SILVA JUNIOR, J. A.; LOZ, P. H. F.; JOHN, V. M. Effects of natural aging on the properties of a cool surface exposed in different Brazilian environments. Energy and Buildings, v. 221, p. 110031, Aug. 2020. DOI: https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2020.110031.

SYNNEFA, A.; SANTAMOURIS, M.; APOSTOLAKIS, K. On the development, optical properties and thermal performance of cool colored coatings for the urban environment. Solar Energy, v. 81, n. 4, p. 488-497, Apr. 2007. DOI: https://doi.org/10.1016/j.solener.2006.08.005.

SYNNEFA, A.; SANTAMOURIS, M.; LIVADA, I. A study of the thermal performance and of reflective coatings for the urban environment. Solar Energy, v. 80, n. 8, p. 968-981, Aug. 2006. DOI: https://doi.org/10.1016/j.solener.2005.08.005.

WANG, Y.; BERARDI, U.; AKBARI, H. Comparing the effects of urban heat island mitigation strategies for Toronto, Canada. Energy and Building, v. 114, p. 2–19, Feb.2016. DOI: https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2015.06.046.

YU, B.; CHEN, Z.; SHANG, P.; YANG, J. Study on the influence of albedo on building heat environment in a year-round. Energy and Buildings, v. 40, n. 5, p. 945–951, 2008. DOI: https://doi.org/10.1016/j.enbuild.2007.07.009.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 PARC Pesquisa em Arquitetura e Construção

Downloads

Não há dados estatísticos.