O papel do espectador na dramaturgia das práticas contemporâneas

Vanessa Freitas de Paiva Macedo, Sayonara Sousa Pereira

Resumo


Este artigo discute conceitos de dramaturgia e o papel do espectador na construção de sentidos de uma obra. Como procedimento de pesquisa foram realizadas entrevistas com artistas e pesquisadores paulistanos, atuantes nas práticas contemporâneas de dança. Além disso, dialoga com autores como Ana Pais, Nicolas Bourriaud e Flávio Desgranges.


Palavras-chave


Dramaturgia. Dança contemporânea. Espectador.

Texto completo:

PDF

Referências


BOURRIAUD, Nicolas. Estética Relacional. Trad. Denise Bottmann. São Paulo: Martins, 2009.

DESGRANGES, Flávio. A inversão da Olhadela: alterações no ato do espectador teatral. São Paulo: Hucitec, 2012.

LEHMANN, Hans-Thies. O teatro pós-dramático. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Trad. Eliane Lisboa. 4.ed. Porto Alegre: Sulina, 2011.

OSTROWER, Fayga. Acasos e Criação Artística. Rio de Janeiro: Campus, 1990.

PAIS, Ana, O discurso da cumplicidade: dramaturgias contemporâneas. Lisboa: Edições Colibri, 2004.

SALLES, Cecília Almeida. Redes da Criação: construção da obra de arte. São Paulo: Horizonte, 2006.




DOI: https://doi.org/10.20396/pita.v5i1.8641811

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Pitágoras 500



Pitágoras 500, Campinas, SP - ISSN 2237-387X.