Banner Portal
Nascer de novo na cidade-jardim da República: Belo Horizonte como lugar de cultivo de corpos (1891-1930)
Remote

Palavras-chave

Educação. Corpo. Cidade. Escolarização

Como Citar

MORENO, Andrea; VAGO, Tarcísio Mauro. Nascer de novo na cidade-jardim da República: Belo Horizonte como lugar de cultivo de corpos (1891-1930). Pro-Posições, Campinas, SP, v. 22, n. 3, p. 67–80, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643245. Acesso em: 19 maio. 2024.

Resumo

O advento da República envolveu Minas Gerais em uma experiência inédita em seus domínios, na última década dos Oitocentos. Em apenas seis anos, protagonistas diversos participaram de eventos marcantes, em torno da construção de uma nova capital, que redefiniram lugares de sociabilidade e modos de viver. Nascia Belo Horizonte, planejada e construída para ser a capital das Minas Gerais, vitrine da República, com suas praças, ruas e avenidas projetadas a régua e compasso. A pretensão era obrigar seus habitantes, antigos e novos, a “nascer de novo” com ela, como a poesia de Drummond de Andrade sintetiza. É em meio a tantas e tais vicissitudes que procuramos examinar, em diferentes espaços de sociabilidade urbana da nova capital, dispositivos de natureza diversa que encontravam no corpo o seu destino, como lugar de uma educação, de um cultivo, de uma civilização.

Abstract:

The advent of the Republic in the last decade of 1800 was to Minas Gerais state a significant experience. In only six years, several protagonists were involved in remarkable events related to the building of the new capital city, which redefined the places for socialization and different lifestyles. The city of Belo Horizonte was born, planned and built to become the capital of Minas Gerais, a model for the Republic, with its squares, streets and avenues accurately projected with ‘rulers and compass’. The main purpose was to make its old and new dwellers ‘be born again’ with Belo Horizonte, as later summed up in Drummond de Andrade’s poem. Based on these aspects, our study focused on examining in different places of urban socialization provided by the new capital city different devices that found in people’s bodies their destination, as a place for education, cultivation and civilization.

Key words: Education. Body. City. Schooling

Remote

Referências

COSTA E SILVA, M. G. da. A moral e os bons costumes: a experiência da cidade nas narrativas policiais (Belo Horizonte por volta de 1900). Dissertação (Mestrado) — Programa de PósGraduação em Educação, Faculdade de Educação, UFMG, Belo Horizonte, 2009.

ESCOLANO, A.; VINÃO FRAGO, A. Currículo, espaço e subjetividade: a arquitetura como programa. Rio de Janeiro: DP&A, 1998.

GIOVANAZ, M. Em busca da cidade ideal: o planejamento urbanístico como objeto da história cultural. Anos 90 — Revista do Programa de Pós-Graduação em História — UFRS, Porto Alegre, p. 38-46, 2000.

SANT’ANNA, D. B. de. O receio dos “trabalhos perdidos”: corpo e cidade. Projeto História — Educ, São Paulo, n. 13, p.121-128, 1996.

SEGANTINI, V. C. Educando os sentidos, fundando sensibilidades: Belo Horizonte, uma capital no ano de 1900. Dissertação (Mestrado) — Programa de Pós-Graduação, Faculdade de Educação da UFMG, Belo Horizonte, 2010.

VEIGA, C. G. Cidadania e educação na trama da cidade: a construção de Belo Horizonte em fins do século XIX. Bragança Paulista: EDUSF, 2002. 347 p.

Decretos MINAS GERAIS. Decreto n. 1.211, de 31 de outubro de 1898. Promulga as posturas da cidade de Minas. Cidade de Minas: Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais, 1898.

MINAS GERAIS. Decreto n. 1.358, de 6 de fevereiro de 1900. Aprova o regulamento que crea a secção de hygiene na Prefeitura da cidade de Minas. Cidade de Minas: Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais, 1900a.

MINAS GERAIS. Decreto n. 1.360, de 14 de fevereiro de 1900. Estabelece o regulamento para os theatros. Cidade de Minas: Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais, 1900b.

MINAS GERAIS. Decreto n. 1.435, de 27 de dezembro de 1900. Aprova o regulamento de mendigos. Cidade de Minas: Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais, 1900c.

MINAS GERAIS. Decreto n. 1.436, de 27 de dezembro de 1900. Aprova o regulamento contendo diversas posturas da cidade de Minas. Cidade de Minas: Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais, 1900d.

MINAS GERAIS. Decreto n. 1.535, Cidade de Minas Gerais: Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais, 1902

Proposições utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.