Banner Portal
Discursos sobre homossexualidade e gênero na formação em pedagogia
PDF

Palavras-chave

Homossexualidade. Gênero. Formação docente

Como Citar

DINIS, Nilson Fernandes. Discursos sobre homossexualidade e gênero na formação em pedagogia. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 19, n. 2, p. 99–109, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643475. Acesso em: 22 jun. 2024.

Resumo

Este artigo pretende discutir algumas concepções sobre o tema homossexualidade e gênero produzidas por estudantes de um curso de Pedagogia da Universidade Federal do Paraná. A análise quantitativa dos dados observados aponta inicialmente para uma melhor aceitação das diferenças sexuais e de gênero, porém uma análise mais detalhada aponta para uma assimilação do discurso politicamente correto, mas sem uma mudança significativa das concepções binaristas e excludentes sobre a produção das identidades sexuais e de gênero ou sobre a formação de novos modelos familiares no mundo contemporâneo. Destaca-se, por fim, a necessidade de maior espaço no currículo de formação em Pedagogia para discussão dos temas sexualidade e gênero.

Abstract:

This article intends to discuss some conceptions about the theme homosexuality and gender produced by undergraduating students of a pedagogy course in Federal University of Paraná. The quantitative analysis of the observed data points in the beginning to a better acceptance of sexual and gender differences, however a more detailed analysis points to an assimilation of politically correct discourse, but without a significative change in the binary and excluding conceptions about the production of sexual and gender identities or a about the formation of new models of family in the contemporary world. Finally it remarks the necessity of more space in the curriculum of pedagogys formation to discuss themes such as sexuality and gender.

Key words: Homosexuality. Gender. Teachers formation

PDF

Referências

ALTMANN, H. Orientação sexual nos parâmetros curriculares nacionais. Revista de Estudos Feministas, Florianópolis, v. 9 n. 2, p. 575-595, 2001.

BRITZMAN, D. O que é essa coisa chamada amor: identidade homossexual, educação e currículo. Revista Educação & Realidade, Porto Alegre: v. 21, n.1, p. 71-96, 1996.

COSTA, J. F. A inocência e o vício: estudos sobre o homoerotismo. Rio de Janeiro: RelumeDumará, 1992.

DINIS, N. F. Educação, cidadania e as minorias sexuais e de gênero. In: SCHMIDT, M. A.; STOLTZ, T. (Org.). Educação, cidadania e inclusão social. Curitiba: Aos Quatro Ventos, 2006. p. 131-135.

FOUCAULT, M. História da sexualidade In: A vontade de saber. 16. ed. Rio de Janeiro: Graal, 2005.

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal, 1992.

KATZ, J. N. A invenção da heterossexualidade. Rio de Janeiro: Ediouro, 1996.

LOURO, G. L. Um corpo estranho: ensaios sobre sexualidade e teoria queer. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

LOURO, G. L. Currículo, gênero e sexualidade O normal, o diferente e o excêntrico. In: LOURO, L.G.; NECKEL, F.J., GOELLNER V.S. (Orgs.). Corpo, gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na educação. Petrópolis: Vozes, 2003. p. 41-52.

LOURO, G. L. Gênero sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. Petrópolis: Vozes, 1999.

LOURO, G. L. Sexualidade: lições da escola. In: MEYER, D. (Org.). Saúde e sexualidade na escola. Porto Alegre: Mediação, 1998. p. 85-109.

MEYER, E. D. Gênero e Educação: teoria e política. In: LOURO, L. G.; NECKEL, F. J.; GOELLNER, V. S. (Orgs.). Corpo, gênero e sexualidade: um debate contemporâneo na educação. Petrópolis: Vozes, 2003. p. 9-27.

MORENO M. Como se ensina a ser menina: o sexismo na escola. São Paulo: Moderna, 1999.

STREY, M. N. Gênero. In: CORRÊA JACQUES, M. G. et al. Psicologia social contemporânea. Petrópolis: Vozes, 1998. p. 181-193. Receb

Proposições utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.