Banner Portal
Psicologia e Licenciatura: crenças, dilemas e contribuições
PDF

Palavras-chave

Psicologia Educacional. Licenciarura. Cursos de graduação. Crenças

Como Citar

SADALLA, Ana Maria Falcão de Aragão. Psicologia e Licenciatura: crenças, dilemas e contribuições. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 16, n. 1, p. 241–257, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643768. Acesso em: 12 jun. 2024.

Resumo

Uma das contribuições que a Psicologia oferece à formação de professores é a análise das crenças - idéias sobre experiências que afetam diretamente as ações - dos envolvidos nesse processo. Este trabalho teve como proposta identificar não apenas as crenças de licenciandos de uma universidade pública acerca dos saberes que julgavam necessários para a atuação docente, mas também as contribuições da Psicologia para sua docência. A análise dessas crenças apontou para a necessidade de uma gestão pedagógica democrática, como base para reflexão, diálogo, trabalho coletivo, formação de senso crítico, formação contínua e respeiro às diferenças como forma de promover auronomia profissional. É fundamental que se tenha um novo olhar sobre a disciplina Psicologia da Educação, presente nos cursos de Licenciarura, concebendo-a como uma disciplina que, dotada de conhecimentos pCl)prios, considere tanto os farores psicológicos, quanto a realidade dos processos educativos, admitindo-os numa inter-relação, ao invés de uma simples aplicação de teorias à prática educativa.

Abstract:

One of (he contriburions oHcred by Psychology ro the formation of teachers is rhe analysis of bcliefs - ideas about experiences that directly affecr the action - of those involved in rhis processoThis work was aimed at identifYing bcliefs oflicenciaring students from a public universiry, regarding the knowledge thought as necessary for the teaching practice and rhe contriburions of Psychology ro teaching. The analysis of these beliefs indicated the need for a democratic pedagogic management as a basisfor reflection, dialogue, group work, devclopment of critical sense, continuous formation and respect for the differences as a way of promoting professional auronomy. Ir'sextremely necessary to regard educational psychology, present in licenciateship courses (graduation courses) as a discipline which, endowed with its own knowledge, takes into account not only the psychological aspects, but also the facts of the learning processes, taking them rogether inter-related, instead of regarding them as a simplc application of theories ro the educational practicc.

Key words: Educational Psychology. Licenciateship courses. Graduatio. Courses. Beliefs

PDF

Referências

BZUNECK, José AJoyseo.A PsicologiaEducacional e a Formação de Professores:Tendências Contemporâneas. PsicologiaEscolare Educacional. v.3, n.l, pAI-52, 1999.

COLL, C Psicologia e educação: aproximação aos objetivos e conteúdos da Psicologia da Educação. In: COLL; PALACIOS e MARCHESI (org.). Desenvolvimento psicológico e educação- Psicologiada Educação. Porto Alegre: Artes Médicas, v.2. 19%.

DIAS-DA-SIlYA, M.H.G.E Sabedoria Docente: repensando a prática pedagógica. Cadernos de Pesquisa. n. 48, 1994.

GATTI, Bernadete. Formaçãodeprofessorese carreira.Campinas: Autores Associados, 2000.

GERALDI, CM.G., FIORENTINI, D. e PEREIRA, E.M.A. (org.). Cartografias do trabalho docente:professor(a)-pesquisador(a).Campina:s: Mercado de Letras eAssociação de Leitura do Brasil, 1998.

LAROCCA, Priscila. A Psicologiana FormaçãoDocente. Campinas: Editora Alínea, 1999.

MONTEIRO, Ana Maria Ferreira da Costa. Professores: entre saberes e práticas. Revista Educação e Sol'ÍetÚlde.Campinas: Cedes, 2001, n.74.

NUNES, Célia Maria Fernandes. Saberes docentes e formação de professores: um panorama da pesquisa brasileira. Revista Educação e Sociedade. Campinas: Cedes, 2001, n.74.

PEREIRA, Júlio Emílio. A formação de professores nas licenciaturas: velhos problemas, novas questões. Anais do IX ENDIPE. Águas de Lindóia: 1998, v. 11.

PEREIRA, Júlio Emílio. Formação de Professores:pesquisa, representaçõese poder. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores - Saberes da Docência e Identidade do Professor".RevistadaFaculrladedeEducaçãoda USP.São Paulo, 1996, v.22, n.2 PERRENOUD, Philippe. Ensinar:agir na urgência,decidir na incerteza. São Paulo: Artmed, 2001.

RAYMOND, A.M.; SANTOS, V. Preservice elementary teachers and self-reflection: how innovation in Mathematics teacher preparation challenges mathematics beliefs. Journal of TeacherEducation, jan-feb, vol 46, n.l. 1995.

SADALLA, A.M.F.A.; AZZI, R., Contribuições da afetividade para a Educação. In: RIBEIRO DO VALLE (org.). TemasMultidisciplinares de Neuropsicologia eAprendizagem.

São Paulo: Robe EditOrial, 2003.

SADALLA, AM.F.A; SARETTA, P.;ESCHER,C.A, Análise de Crenças e SuasImplicações para a Educação. In: AZZI; SADALLA (org.). Psicologiae Formação Docente: desafios e conversas.São Paulo:Casa do Psicólogo,2002.

SIMÃO, L.M. Estudo descritivo de relações professor-aluno I: a questão do procedimento de coleta de dados. Psicologia,São Paulo, 8(2): 19-38, 1982 a.

SIMÃO. L.M. EstUdo descritivo de relações professor-aluno 11:alguns resultados. Psicologia, São Paulo, 8(3): 37-59,1982 b.

TUNES, E. Identificação da natureza e origem das dificuldades de alunos de pós-graduação para formularem problemas de pesquisa, através de seus relaros verbais. 1981. Tese (DoutOrado) - Universidade de São Paulo.

ZANELLI, J.c. Formação profissional e atividades de trabalho: análise das necessidades identificadas por psicólogos organizacionais. Tese (DoutOrado). 1992. Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP.

Proposições utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.