Loucura da língua e o assassinato do vivente 1

Autores

  • Ossip Mandelstani

Palavras-chave:

Desejo de simplificação. Privilégio. Ética, . Psicanálise

Resumo

Este artigo tenta demonstrar, apoiado sobre o conceito de desejo de simplificação de Primo Levi, que uma língua que perde sua capacidade de metaforização se torna uma língua totalitária, cuja única referência é a morte e, assim, um vetor do extermínio do vivente.

Abstract:

This article intends to demonstrate, based on the concept of simplifying fram Primo Levi, that when a language loosesits capacityof metaphorization it becomes a totalitarian language, referred to death and in such case one determination to the murder of live.

Key-words: Simplifying. Priviledge. Ethics. Psychoanalysis

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ossip Mandelstani

Osip Mandelstam ou Ossip Mandelstam (Varsóvia, 15 de Janeiro de 1891 — 27 de Dezembro de 1938) foi um poeta russo, um dos principais nomes do Acmeísmo.

Osip, após um período de afastamento dos agrupamentos literários de então, acabou por falecer num campo de prisioneiros stalinista, em 1938, na Sibéria.

Após escrever um poema anti-stalinista chamado Epigrama de Stalin, essa obra causou sua prisão, em 1934

Referências

ABRAHAM, Nicolas; TOROK. Maria. L'Ecorce elle nf!YaJI.Paris: Flammarion, 1987. Le verbierde I'hommeaux loups.Paris: Aubier Flammarion, 1976.

DERRIDA, J. Fors.In: ABRAHAM, Nicolas; TOROK, Maria. Le verbierde I'hommeaux loups.Paris: Aubier Flammarion, 1976.

FÉDIDA, Pierre. L'absence.Paris: Gallimard, 1978.

LACOUE-LABARTHE, Philipe. La poésie commeexpérience.Paris: Christian Bourgeois, 1986.

LANDA, Fábio. Ensaio sobrea criaçãoleóricaempsicanálise.São Paulo: Unesp, 2000.

LEVI, Primo. Les naufragésel lesrescaPés.Paris: Arcades Gallimard, 1986.

MANDELSTAM, Ossip. De I'interlocuteur. In: BRODA, M. Dans Ia maio de personne, Cerf, Paris, 1986.

Downloads

Publicado

2016-03-07

Como Citar

MANDELSTANI, O. Loucura da língua e o assassinato do vivente 1. Pro-Posições, Campinas, SP, v. 13, n. 3, p. 11-17, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/proposic/article/view/8643920. Acesso em: 30 out. 2020.

Edição

Seção

Dossiê