Divulgação científica e educação patrimonial em arqueologia: a experiência do I Workshop de Arqueologia da UNESC

Autores

  • Josiel dos Santos Universidade do Extremo Sul Catarinense
  • Diego Moser Universidade do Extremo Sul Catarinense
  • Lucy Cristina Ostetto Universidade do Extremo Sul Catarinense
  • Marcos Cesar Pereira Santos Universidade do Extremo Sul Catarinense
  • Juliano Bitencourt Campos Universidade do Extremo Sul Catarinense http://orcid.org/0000-0002-0300-1303

DOI:

https://doi.org/10.20396/rap.v11i2.8649867

Palavras-chave:

Divulgação científica. Educação patrimonial. Arqueologia.

Resumo

Este artigo apresenta as atividades desenvolvidas durante o I Workshop de Arqueologia da UNESC, realizado no âmbito da VII Semana de Ciência e Tecnologia, durante os dias 17 e 21 de outubro de 2016. Além de uma exposição arqueológica, foram realizadas oficinas temáticas de confecção de réplicas de cerâmica arqueológica, de arte rupestre e de escavação arqueológica. Tais atividades estiveram pautadas pela concepção da Divulgação Científica e da Educação Patrimonial objetivando a aproximação da produção do conhecimento arqueológico com o público local, se colocando como ferramentas de formação cultural, crítica e cidadã. Como previsto foi atendido um amplo e variado público de acadêmicos, funcionários e professores da Universidade, turmas de estudantes do ensino básico das escolas da região e visitantes externos ocasionais. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josiel dos Santos, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Graduado em História, Mestre em Arqueologia/Antropologia pela Universidade Federal de Pelotas, Pesquisador do Grupo de Pesquisa Arqueologia e Gestão Integrada de Território, Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC).

Diego Moser, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Graduado em História pela Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC).

Lucy Cristina Ostetto, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Doutoranda em História pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Professora dos Departamentos de Pedagogia e História da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC).

Marcos Cesar Pereira Santos, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Doutorando pela Universitàdegli Studi di Ferrara − InternationalDoctorate in QuaternaryandPrehistory (IDQP). Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz (LAPIS). Grupo de Pesquisa em Arqueologia e Gestão Integrada do Território. Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC).

Juliano Bitencourt Campos, Universidade do Extremo Sul Catarinense

Doutor em Arqueologia. Grupo de Pesquisa em Arqueologia e Gestão Integrada do Território. Laboratório de Arqueologia Pedro Ignácio Schmitz (LAPIS). Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCA). Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC).

Referências

ALMEIDA, Marcia Bezerra. O Público e o Patrimônio Arqueológico: Reflexões para a Arqueologia Pública no Brasil. Habitus, Goiânia, v. 1, n.1, p. 275-296, 2003.

ALMEIDA, Marcia Bezerra. Arqueologia e Educação. In: BARRETO, Éuder Arrais et al. Patrimônio Cultural e Educação: artigos e resultados. Goiânia: UFG, 2008, p. 57-65.

BAIMA, Carlúcio; BIONDO, Fernanda; NITO, Mariana Kimie. Educação Patrimonial no Campo da Arqueologia: desafios e contribuições. Revista de Arqueologia Pública, Atas da Segunda Semana de Arqueologia - Parte 1, v. 9, n. 3(13), p. 1-11, 2015.

CAMPOS, Juliano Bitencourt. Arqueologia Entre Rios e a Gestão Integrada do Território no Extremo Sul de Santa Catarina – Brasil. Vila Real: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, p.261, 2015. (Tese de Doutorado em Quaternário, Materiais e Cultura) - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Portugal, 2015.

CAMPOS, Juliano Bitencourt; SANTOS, Marcos César Pereira; ROSA, Rafael Casagrande da; RICKEN, Claudio; ZOCCHE, Jairo José. Arqueologia Entre Rios: do Urussanga ao Mampituba. Registros arqueológicos pré-históricos no extremo sul catarinense. Cadernos do LEPAARQ, v. 10, n. 20, p. 9-40, 2013.

CAMPOS, Juliano Bitencourt; SANTOS, Marcos Cesar Pereira; PESTANA, Marlon Borges; SANTOS, Josiel dos; MATIAS, Carlos dos Passos Paulo. Patrimônio e Cidadania: A Educação Patrimonial nas escolas e a formação cidadã. Revista Memorare, Tubarão/SC, v. 3, n. 1, p. 95-113, 2016.

CARTA de Atenas (Out/1931). Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Carta%20de%20Atenas%201933.pdf. Acesso em: 02 mar. 2017.

GRUNBERG, Evelina. Manual de atividades práticas de Educação Patrimonial. Brasília, DF: IPHAN, 2007.

GRUNBERG, Evelina. Educação Patrimonial: trajetórias. In: BARRETO, Éuder Arrais et al. Patrimônio Cultural e Educação: artigos e resultados. Goiânia: UFG, 2008, p. 37-41.

HORTA, Maria de Lourdes Parreiras. Educação Patrimonial. In: BARRETO, Éuder Arrais et al. Patrimônio Cultural e Educação: artigos e resultados. Goiânia: UFG, 2008, p. 15-21.

IPHAN, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Educação Patrimonial: histórico, conceitos e processos. IPHAN, 2014.

MATIAS, Carlos dos Passos Paulo; ZOCCHE, Jairo José; SANTOS, Marcos Cesar Pereira; SANTOS, Josiel dos; RONCONI, Richard Vieira; CAMPOS, Juliano Bitencourt. Socialização do Conhecimento: Reflexões Educacionais sobre o Patrimônio Histórico do Extremo Sul Catarinense. In: CAMPOS, Juliano Bitencourt; ZOCCHE, Jairo José; CEREZER, Jedson Francisco; OOSTERBEEK, Luiz Miguel (Org.). Arqueologia Iberoamericana e Transatlântica: Arqueologia, Sociedade e Território. Erechim: Habilis Press, 2014, p. 377-388.

MOSER, Diego; SANTOS, Josiel dos; CAMPOS, Juliano Bitencourt. Ações de Educação Patrimonial desenvolvidas pelo Grupo de Pesquisa Arqueologia e Gestão Integrada do Território da Unesc: o caso do Sambaqui da Lagoa dos Freitas – Balneário Rincão/SC. In: I SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO, CONHECIMENTO E PROCESSOS EDUCATIVOS: UNIVERSIDADE, EDUCAÇÃO E SOCIEDADE. 2015. Criciúma, SC. Anais... Criciúma: Unesc, 2015.

RECOMENDAÇÃO de Nova Delhi (Dez/1956). Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Recomendacao%20de%20Nova%20Dheli%201956.pdf. Acesso em: 02 mar. 2017.

RECOMENDAÇÃO Paris Paisagens e Sítios (Dez/1962). Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Recomendacao%20de%20Paris%201962.pdf. Acesso em: 02 mar. 2017.

SANTOS, Marcos Cesar Pereira; PAVEI, Diego Dias; CAMPOS, Juliano Bitencourt. Arqueologia Entre Rios: do Urussanga ao Mampituba: paleoambiente, cultura material e ocupação humana na paisagem litorânea do Extremo Sul Catarinense entre 3500-200 anos antes do Presente. Cadernos do CEOM, v. 29, n. 45, p. 64-86, 2016.

SILVA, Henrique César da. O que é Divulgação Científica? Ciência & Ensino, v. 1, n. 1, p. 53-59, 2006.

Downloads

Publicado

2017-11-30

Como Citar

SANTOS, J. dos; MOSER, D.; OSTETTO, L. C.; SANTOS, M. C. P.; CAMPOS, J. B. Divulgação científica e educação patrimonial em arqueologia: a experiência do I Workshop de Arqueologia da UNESC. Revista Arqueologia Pública, Campinas, SP, v. 11, n. 2[19], p. 43–65, 2017. DOI: 10.20396/rap.v11i2.8649867. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rap/article/view/8649867. Acesso em: 3 fev. 2023.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)