O potencial gastronômico e a redução da sociobiodiversidade

notas sobre o projeto baunilha do cerrado e seu fracasso

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rap.v17i00.8668267

Palavras-chave:

Gastronomia, Kalunga, Sociobiodiversidade, Instituto atá, Baunilha do cerrado

Resumo

Este artigo reúne notas a partir de uma pesquisa em andamento, de um trabalho de campo impedido, e do fracasso do Projeto Baunilha do Cerrado, desenvolvido entre 2015 e 2019 no território e comunidade Kalunga pelo Instituto Atá, do chef Alex Atala. O último caso ficou especialmente marcado pela denúncia das tentativas de registro de uma marca para as baunilhas à revelia da comunidade. Tais fatos nos levaram a repensar e a questionar as ações de valorização de ingredientes provenientes da sociobiodiversidade por parte da gastronomia brasileira, incluindo os discursos de seus representantes quanto a necessidade de descolonizá-la. Após retomarmos alguns dados da pesquisa, faremos a inferência que o modo como essa valorização tem se construído pode tornar a busca por ingredientes, como as baunilhas nativas, tanto predatória quanto redutora da sociobiodiversidade e sua importância.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Talitha Alessandra Ferreira, Universidade Estadual de Campinas

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Sociologia pela Universidade Estadual de Campinas.

 

Referências

ABREU, Fellipe; Hedler, Henrique. O lado amargo da baunilha, Superinteressante, Abril Mídia, 3 de julho de 2017. Editado por Tiago Jokura. Disponível em: https://super.abril.com.br/sociedade/

o-lado-amargo-da-baunilha/. Último acesso: 30/01/2022.

ABREU, Fellipe; Hedler, Henrique. O verdadeiro preço da baunilha [minissérie], Superinteressante, Abril Mídia, 19 de março de 2018. Disponível em: https://super.abril.com.br/sociedade/o-verdadeiro-preco-da-baunilha/. Acesso: 30/01/2022.

ALMEIDA, Maria G. de [org]. O território e a comunidade Kalunga: quilombolas em diversos olhares. Goiânia: Gráfica UFG, 2015.

ANDRADE, Andreza Silva de. Da aldeia à alta gastronomia: a trajetória da Pimenta Baniwa, práticas de consumo e representação midiática. Brasília, Universidade de Brasília, p.167, 2021. (Dissertação de mestrado - Faculdade de Comunicação)

ASSOCIAÇÃO. Associação do Quilombo Kalunga, 2020. Disponível em: https://www.quilombokalunga.org/. Último acesso: 30/01/2022.

ATALA, Alex. D.O.M - Redescobrindo ingredientes brasileiros. São Paulo: Melhoramentos, 2013.

BOURDIEU, Pierre. Sociologia Geral, vol.1: Lutas de classificação. Curso no Collège de France (1981-1982). Petrópolis: Editora Vozes, 2020. Tradução de Fábio Ribeiro.

BOURDIEU, Pierre. Sociologia Geral, vol.2: Habitus e Campo. Curso no Collège de France (1982-1983). Petrópolis: Editora Vozes, 2021. Tradução de Fábio Ribeiro.

BOLDRINI, Angela; MIRAGAIA, Marília; CONSIGLIO, Marina. Quilombolas de GO culpam chef Alex Atala, do D.O.M., por fracasso de projeto, Ilustrada, Folha de S.Paulo, 01 de agosto de 2019. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2019/08/quilombolas-de-go-culpam

-chef-alexatala-do-dom-por-fracasso-de-projeto.shtml. Último acesso: 27/05/2021.

BRASIL. Lei Nº 3.123, de 20 de maio de 2015. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/

ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13123.htm. Último acesso: 10/03/2020.

BRIGUGLIO, Bianca. Cozinha é lugar de mulher? A divisão sexual do trabalho em cozinhas profissionais. Campinas, Universidade Estadual de Campinas, p.252, 2020. (Tese de Doutorado - Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais)

CARNEIRO, Henrique. Transformações do significado da palavra "droga": das especiarias coloniais ao proibicionismo contemporâneo. In: VENÂNCIO, Renato Pinto; CARNEIRO, Henrique. Álcool e drogas na história do Brasil. São Paulo: Alameda; Belo Horizonte: PUCMinas, 2005.

CARTA. Instituto ATÁ, sem data. Disponível em: http://www.institutoata.org.br/pt-br/carta.php. Último acesso: 04/05/2021.

CERRADO. Baunilha do Cerrado é considerada a joia da Chapada dos Veadeiros [trecho],

Globo Repórter, TV Globo, 02 de março de 2018. Disponível em: <http://g1.globo.com/globo-

reporter/edicoes/2018/03/02.html. Último acesso: 05/04/2021.

DEJEAN, Joan. The essence of style: how the French invented high fashion, fine food, chic cafés, style, sophistication and glamour. New York: Free Press, 2006.

DIAS, Vercilene F. O Direito Cultural Alimentar Quilombola: o exemplo Kalunga, Anais Eletrônicos do X COPENE, Uberlândia, 2018. Disponível em: https://www.copene2018.eventos.dype.com.br/resources/anais/8/1538343067_ARQUIVO_ODIREITOALIMENTARCULTURALQUILOMBOLAOEXEMPLOKALUNGA.pdf. Acesso em: 09/05/2021.

DÓRIA, Carlos Alberto. A formação da culinária brasileira. São Paulo: PubliFolha, 2009.

DÓRIA, Carlos Alberto. Formação da culinária brasileira: escritos sobre a cozinha inzoneira. São Paulo: Três Estrelas, 2014.

EDWARDS, William H. A voyage up the river Amazon including a residence at Pará. New York: D. Appleton & Company/ Philadelphia: Geo. S. Appleton, 1847. Versão digital. Disponível em: https://digital.bbm.usp.br/handle/bbm/4986. DOI: https://doi.org/10.5962/bhl.title.58649

ENGELS, Mathias E.; ROCHA, Lilien C. F. Vanilla appendiculata (Orchidaceae): primeiro registro para o estado do Mato Grosso, Brasil, Nota Científica, Rodriguésia, 67 (3), 2016. p.855-858. DOI: https://doi.org/10.1590/2175-7860201667323

FAUSTO, Carlos; NEVES, Eduardo. Was there ever a Neolithic in the Neotropics? Plant familiarisation and biodiversity in the Amazon, Antiquity, Vol. 92, Issue 366, December 2018, pp. 1604 - 1618. DOI: https://doi.org/10.15184/aqy.2018.157 DOI: https://doi.org/10.15184/aqy.2018.157

FERNANDES, Cecília R. Saberes e sabores da cultura Kalunga: origens e consequências das alterações nos sistemas alimentares. Brasília, Universidade de Brasília, p.139, 2014. (Dissertação de Mestrado - Centro de Desenvolvimento Sustentável)

FERREIRA, Talitha A. O amor pelo gosto: sobre a gastronomia e os food trucks na cidade de São Paulo. Campinas, Universidade Estadual de Campinas, p.259, 2018. (Dissertação de Mestrado - Programa de Pós-Graduação em Sociologia)

FERREIRA, Lara C.G.; ALMEIDA, Maria G. Usos e conflitos na APA do Pouso Alto (GO): uma abordagem sobre a percepção dos atores locais de Colinas do Sul e Cavalcante, Ateliê Geográfico, Goiânia, v.8, n.1, abril de 2014, p.215-230. DOI: https://doi.org/10.5216/ag.v8i1.29955

FLANDRIN, Jean-Louis. A distinção pelo gosto. In: História da vida privada: da Renascença ao Século das Luzes. Vol.3. São Paulo: Companhia das Letras, 2009. Tradução de Hildegard Feist.

FLANDRIN, Jean-Louis; MONTANARI, Massimo [org.]. História da Alimentação. São Paulo:

Estação Liberdade, 1998.

FOIRN; OIBI; ISA. Pimenta Jiquitaia Baniwa. Rio Negro: FOIRN/ São Gabriel da Cachoeira: OIBI/ São Paulo: ISA, 2016.

FOUCAULT, Michel. Arqueologia das ciências e história dos sistemas de pensamento. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2000. Tradução de Elisa Monteiro.

FRU.TO. Projeto Baunilha do Cerrado, 2019. Disponível em: https://fru.to/2019/baunilha/. Último acesso em: 28/05/2021.

GARDNER, George. Viagem ao interior do Brasil, principalmente nas províncias do Norte e nos distritos do ouro e do diamante durante os anos de 1836-1841. Belo Horizonte: Ed. Itatiaia; São Paulo: Edit. da Universidade de São Paulo, 1975. Tradução de Milton Amado.

GASTRONOMIA. D.O.M Restaurante, 2013. Disponível em: http://domrestaurante.com.br/pt-br/sobre.html. Último acesso: 29/01/2022.

GUIA KALUNGA. Quem somos, Associação de Guias do Quilombo Kalunga, 2022. Disponível em: <http://guiakalunga.org.br/quem-somos/>. Último acesso: 25/01/2022.

HALLAL, Pedro. SOS Brazil: science under attack, Correspondence, The Lancet, v.397, Issue 10272, London, january 2021. p.373-374. DOI: https://doi.org/10.1016/S0140-6736(21)00141-0 DOI: https://doi.org/10.1016/S0140-6736(21)00141-0

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Caminhos e fronteiras. São Paulo: Cia das Letras, 1994. 3ª ed.

HOMMA, Alfredo K.; MENEZES, Antonio J. E. A.; MATOS, Grimoaldo B. Cultivo de baunilha: uma alternativa para a agricultura familiar na amazônia. Pará: Embrapa Amazônia Oriental, 2006.

HOOKS, bell. Olhares negros: raça e representação. São Paulo: Elefante, 2019. Tradução de Stephanie Borges.

ICMBIO. Relatório de Gestão do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, Ministério do Meio Ambiente, Alto Paraíso de Goiás, 2019.

IPHAN. Memórias de Quilombolas Kalunga em Romaria no Vão de Almas (GO), IPHAN, 2014. Disponível em: http://portal.iphan.gov.br/pagina/detalhes/1012/. Último acesso em 04/05/2021.

LATIN AMERICA’S 50 BEST. Latin America’s 50 Best Restaurants 2021: Pasado y Futuro, 2021. Disponível em: https://www.theworlds50best.com/latinamerica/en/list/1-50. Último acesso: 28/01/2022.

LIMA, Ana G. M. de; SCARAMUZZI, Igor; OLIVEIRA, Joana Cabral de; SANTONIERI, Laura; CAMPOS, Marilena A.; CARDOSO, Thiago Mota. Práticas e saberes sobre agrobiodiversidade: a contribuição de povos tradicionais. Brasília: Mil Folhas/IEB, 2018.

MACHADO, Taís de Sant’Anna. “Um pé na cozinha”: uma análise sócio-histórica do trabalho de cozinheiras negras no Brasil. Brasília, Universidade de Brasília, p.305, 2021. (Tese de doutorado - Departamento de Sociologia)

MOURA, Clóvis. Quilombos: resistência ao escravismo. São Paulo: Expressão Popular, 2020.

MOUTINHO, Joaquim Ferreira. Notícia sobre a Província de Matto Grosso (seguida d’um roteiro de viagem da sua capital a’S.Paulo). São Paulo: Typographia de Henrique Schroeder, 1869. Versão digital. Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/handle/id/221713.

OLIVEIRA, Joana Cabral de; AMOROSO; Marta; LIMA, Ana Gabriela Morim de; SHIRATORI, Karen; MARRAS, Stelio; EMPERAIRE, Laura [orgs.]. Vozes Vegetais: diversidade, resistências e histórias da floresta. São Paulo: UBU Editora/IRD, 2020.

PAES, Caio de Freitas. Alex Atala registra marcas da baunilha do Cerrado, alimento tradicional dos quilombolas, De Olho nos Ruralistas, 17 de julho de 2019. Disponível em: https://deolhonosruralistas.com.br/2019/07/17/instituto-de-alex-atala-registra-marcas-da-baunilha-do-cerrado-alimento-tradicional-dos-quilombolas/. Último acesso: 28/01/2022.

PEREIRA, Rodrigo Osório. O império botânico: as políticas portuguesas para a flora da Bahia Atlântica Colonial (1768-1808). Belo Horizonte, Universidade Federal de Minas Gerais, p.336, 2013. (Tese de Doutorado - Programa de Pós-Graduação em História)

PEREIRA, Bruno M.; ALMEIDA, Maria G. O quintal Kalunga como lugar e espaço de saberes. GEONORDESTE, v. XXII, n.2, p. 47-64, 2011.

PROJETO. Informe sobre o Projeto Baunilha do Cerrado, Instituto Atá, sem data. Disponível em: http://www.institutoata.org.br/pt-br/projeto-baunilha-do-cerrado.php. Último acesso: 29/01/2022.

REDAÇÃO. Polêmica: Alex Atala e quilombolas divergem sobre Baunilha do Cerrado, Metrópoles, 18 de julho de 2019. Disponível em: https://www.metropoles.com/gastronomia/comer/polemica-alex-atala-e-quilombolas-divergem-sobre-baunilha-do-cerrado. Acesso em: 30/01/2022.

SEVCENKO, Nicolau. O front brasileiro na guerra verde: vegetais, colonialismo e cultura. Revista USP, Dossiê Brasil dos Viajantes, São Paulo, (30), p. 108-119, 1996. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i30p108-119

THE WORLD’S 50 BEST. Previous lists, The World’s 50 Best, 2012. Disponível em: <https://www.theworlds50best.com/previous-list/2012>. Último acesso: 29/01/2022.

TIME. Alex Atala, The 2013 TIME 100, 2013. Disponível em: https://time100.time.com/2013/04/18/time-100/slide/alex-atala/. Último acesso: 29/01/2022.

TONON, Rafael. Os chefs que buscam 'descolonizar' a cozinha brasileira ao valorizar seus

ingredientes nativos, BBC News Brasil, 14 de março de 2021. Disponível em:

https://www.bbc.com/portuguese/brasil-56341933. Último acesso: 28/01/2022.

WRIGHT, Jeni; TREUILLE, Eric. Le Cordon Bleu: todas as técnicas culinárias. Barueri: Editora Marco Zero, 2019. Tradução de Eleonora Bottmann e Vera Caputo.

ZANETI, Tainá Bacelar. Cozinha de Raiz: as relações entre chefs, produtores e consumidores a partir do uso de produtos agroalimentares singulares na Gastronomia Contemporânea. Porto Alegre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, p.373, 2017. (Tese de doutorado - Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural)

ZANETI, Tainá Bacelar; BALESTRO, Moisés Villamil Balestro. Valoração de produtos tradicionais no circuito gastronômico: lições do Cerrado. Sustentabilidade em Debate, Brasília,v. 6, n. 1, p. 22-36, jan/abr 2015. DOI: https://doi.org/10.18472/SustDeb.v6n1.2015.10709. DOI: https://doi.org/10.18472/SustDeb.v6n1.2015.10709

Downloads

Publicado

2022-08-29

Como Citar

FERREIRA, T. A. O potencial gastronômico e a redução da sociobiodiversidade: notas sobre o projeto baunilha do cerrado e seu fracasso. Revista Arqueologia Pública, Campinas, SP, v. 17, n. 00, p. e022011, 2022. DOI: 10.20396/rap.v17i00.8668267. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rap/article/view/8668267. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Dossiês