Ensino e Pesquisa em Propriedade Intelectual no Brasil

Autores

  • Maria Beatriz Amorim-Borher Organização Mundial da Propriedade Intelectual
  • Jorge de P. C. Ávila Instituto Nacional Propriedade Industrial
  • Ana Célia Castro Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Claudia Inês Chamas Fundação Oswaldo Cruz
  • Sergio Medeiros Paulino de Carvalho Instituto Nacional Propriedade Industrial

DOI:

https://doi.org/10.20396/rbi.v6i2.8648949

Palavras-chave:

Propriedade intelectual. Inovação. Desenvolvimento. Ensino. Pesquisa.

Resumo

O objetivo do artigo é analisar a recente expansão das atividades de ensino e pesquisa em propriedade intelectual no Brasil. O dinamismo da pesquisa acadêmica brasileira, com crescente inserção internacional pela publicação de artigos em revistas indexadas e pela formação de redes, tem como conseqüência expressiva demanda por profissionais capazes de lidar com o ambiente complexo e multidisciplinar da propriedade intelectual, nos setores governamentais (ministérios, universidades, instituições de pesquisa, agências reguladoras, Judiciário, Legislativo, etc.) e não-governamentais (empresas privadas, ONGs, escritórios de advocacia, etc.). O desafio é formar esses profissionais e possibilitar o desenvolvimento de modelos de interpretação e aplicação da propriedade intelectual compatíveis com economias crescentemente baseadas no desenvolvimento tecnológico. Há evidências do uso crescente da perspectiva interdisciplinar para a análise do tema propriedade intelectual, que é uma abordagem academicamente bastante desafiadora.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Beatriz Amorim-Borher, Organização Mundial da Propriedade Intelectual

Consultora da OMPI – Genebra.

Jorge de P. C. Ávila, Instituto Nacional Propriedade Industrial

Presidente do INPI.

Ana Célia Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professora Titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ

Claudia Inês Chamas, Fundação Oswaldo Cruz

Pesquisadora da FIOCRUZ

Sergio Medeiros Paulino de Carvalho, Instituto Nacional Propriedade Industrial

Pesquisador do INPI

Referências

Carvalho, S.M.P., “Propriedade intelectual na agricultura”, Tese de doutorado, DPCT, Instituto de Geociências, Unicamp, Campinas, SP, 2003.

Carvalho, S.M.P.; Chamas, C.; Buainain, A.M., “Políticas Comparadas de Propriedade Intelectual no Brasil: análise comparativa entre saúde e agricultura”, XI Seminário de Gestión Tecnológica ALTEC 2005, Salvador, BA, 2005.

Carvalho, S.M.P.; Salles-Filho, S; Ferreira, C., “Acesso das Micro, Pequenas e Médias Empresasao Sistema de Propriedade Intelectual no Brasil a partir do cruzamento de dados do IBGE e do INPI”, XI Seminário de Gestión Tecnológica ALTEC 2005, Salvador, BA, 2005.

Hennessey, W.O., “Intellectual Property Program of the Franklin Pierce Law Center – Past Developments, Current Situation, and Future Tasks, with particular emphasis on its Educational Methodology to Develop Human Resources Meeting Social Needs”, ICS Seminar, 22 fev. 2004.

IIPTI, International Intellectual Property Training Institute, Curriculum 2006. www.iipti.kipo.go.kr, 2005.

Inovação Unicamp. Edição de 31 mar. 2005, publicada em www.inovacao.unicamp.br.

INPI – Instituto Nacional da Propriedade Industrial, Relatório de Gestão da Diretoria de Articulação Institucional e Informação Tecnológica 2005, Rio de Janeiro, RJ: INPI/DART, 2006.

Jaguaribe, A., “Defining and Managing Global Public Goods, Turim, 4-5 nov. 2005, Globus et Locus International Seminar, www.globusetlocus.org.

Love, J.; Hubbard, T., “Paying for Public Goods” (pdf), originalmente publicado como capítulo de livro em Code: Collaborative Ownership and the Digital Economy, ed. Rishab Aiyer Ghosh, MIT Press: Cambridge, 2005.

Pacheco, C.A., A Cooperação Universidade-Empresa No Brasil: Dificuldades e Avanços de um Sistema de Inovação Incompleto. in Reunión Regional OmpiCepal de Expertos sobre el Sistema Nacional de Innovación: Propiedad Intelectual, Universidad y Empresa. Organización Mundial de la Propiedad Intelectual (Ompi)/Comisión Económica para América Latina y el Caribe (CEPAL), Santiago, Chile, 1 a 3 out. 2003.

Polanyi, K., A Grande Transformação, Rio de Janeiro, RJ: Campus, 2000.

Stiglitz, J., Apresentação realizada no workshop, Initiative for Policy Dialogue, Intelectual Property Rights Task Force, Columbia, 2005.

TIPA – Atividades da Academia, tipa.law.ntu.edu.tw/index.htm, 2005.

USPTO – Atividades da Academia, www.uspto.gov, 2005.

Downloads

Publicado

2009-08-18

Como Citar

AMORIM-BORHER, M. B.; ÁVILA, J. de P. C.; CASTRO, A. C.; CHAMAS, C. I.; CARVALHO, S. M. P. de. Ensino e Pesquisa em Propriedade Intelectual no Brasil. Revista Brasileira de Inovação, Campinas, SP, v. 6, n. 2, p. 281–310, 2009. DOI: 10.20396/rbi.v6i2.8648949. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rbi/article/view/8648949. Acesso em: 2 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos