O PNBE, a literatura e o endereçamento escolar

Autores

  • Rildo Cosson Universidade Federal de Minas Gerais
  • Aparecida Paiva Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v34i2.8635860

Palavras-chave:

Programa Nacional Biblioteca da Escola. Biblioteca escolar. Leitura. Literatura.

Resumo

Criado pelo governo federal no âmbito das políticas de promoção da leitura, o Programa Nacional da Biblioteca da Escola (PNBE) destina-se à aquisição de obras literárias para o acervo de biblioteca escolares do País. O artigo analisa o processo de triagem, seleção e compra das obras, verificando, em cada uma das suas três grandes etapas, os critérios, as lógicas que os sustentam e os efeitos que acarretam para o processo como um todo. O método empregado é a análise documental contextual dos editais dos PNBEs de 2012 e 2013. A análise contextualizada desse processo é relevante não só porque descreve criticamente o modo de funcionamento do PNBE, como também assinala os termos e limites da relação entre literatura e endereçamento escolar na formação do acervo da biblioteca de escola pública. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rildo Cosson, Universidade Federal de Minas Gerais

concluiu o doutorado em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 1998 e realizou pós-doutoramento em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais em 2007. Foi professor da Universidade Federal do Acre, Universidade Federal de Pelotas e Universidade Federal de Minas Gerais atuando na graduação e pós-graduação em Letras e Educação. É autor dos livros Escolas do Legislativo, Escolas de Democracia (2008), Fronteiras Contaminadas - Literatura como jornalismo e jornalismo como literatura no Brasil dos anos 1970 (2007), Letramento literário: teoria e prática (2006), O livro e o gênero (2002), Romance-Reportagem (2001). Tem organizado livros, publicado artigos e participado em congressos nacionais e internacionais sobre letramento político e letramento literário. Atualmente é professor do Programa de Pós-Graduação do Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento (Cefor) da Câmara dos Deputados e pesquisador do Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita (Ceale) da Faculdade de Educação da UFMG.

Aparecida Paiva, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutora em Literatura Comparada pela Universidade Federal de Minas Gerais (1994), mestre em Educação (área de concentração em Ciências Sociais aplicadas) pela Universidade Federal de Minas Gerais (1986) e graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1979). É professor Associado nível 3, da UFMG (em exercício nesta instituição desde 1980), e foi membro do Comitê Assessor área de Educação da CAPES- Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.( 2006/2007) Foi membro do Comitê Editorial da Editora da UFMG; é membro do comitê editorial da Revista Educação e Realidade da UFRGS e da Revista Presença Pedagógica. Coordenou (desde 1998) e coordena diversos programas governamentais na área da Educação: PNLD- Programa Nacional do Livro Didático, Língua Portuguesa; PNBE- Programa Nacional de Biblioteca da Escola; Rede Nacional de Formação Continuada de Professores. Foi coordenadora do Programa de Pós Graduação em Educação da Faculdade de Educação da UFMG (1995-1998), diretora da Faculdade de Educação da UFMG (1998-2002) e editora da Educação em Revista da FaE/UFMG( 1996-2001). É pesquisadora do CEALE- Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita da UFMG, onde exerceu a função de coordenadora de relações institucionais (2004-2007) Tem experiência na área da Educação, na área de formação de professores e da Literatura, com ênfase em História e Sociologia da leitura e práticas culturais de letramento e pesquisas sobre leitura, literatura, práticas de leitura, políticas públicas de leitura e processos de produção, circulação e recepção de obras literárias.

Referências

BAHIA, Márcio. A legitimação cultural dos quadrinhos e o Programa Nacional Biblioteca da Escola: uma história inacabada. Educação, Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 340-351, set./dez. 2012.

BERENBLUM, Andrea e PAIVA, Jane. Por uma política de formação de leitores. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Edital de convocação para o processo de inscrição e avaliação de obras de literatura para o Programa Nacional Biblioteca da Escola – PNBE 2012. Brasília, 2010. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/index.php/be-consultas. Acesso em: 03 out. 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Edital de convocação para inscrição e seleção de obras de literatura para o Programa Nacional Biblioteca da Escola – PNBE 2013. Brasília, 2011. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/index.php/be-consultas. Acesso em: 03 out. 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Biblioteca da Escola. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/index.php/programas-biblioteca-da-escola. Acesso em: 11 nov. 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Edital de Convocação para inscrição de obras de literatura no processo de avaliação e seleção para o Programa Nacional Biblioteca da Escola – PNBE 2005. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/index.php/programas-biblioteca-da-escola. Brasília, 2004. Acesso em: 03 out. 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. A política de formação de leitores e o PNBE - Programa Nacional Biblioteca da Escola. Brasília, 2009. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb. Acesso em: 11 jan. 2012.

CANDIDO, Antonio. O direito à literatura. In: Vários Escritos. 3ª ed. São Paulo: Duas Cidades, 1995.

COSSON, Rildo. Avaliação pedagógica de obras literárias. Educação, Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 308-318, set./dez. 2012.

FERNANDES, Célia R. D. e CORDEIRO, Maisa B. da S. Os critérios de avaliação e seleção do PNBE: um estudo diacrônico. Educação, Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 319-328, set./dez. 2012.

GONZATTO, Marcelo. Pedofilia, estupro e adultério são temas para estudante? Zero Hora, 19 jun. 2009. Disponível em: http://zerohora.clicrbs.com.br/pdf/11044426.pdf Acesos em 10 out. 2012.

LAJOLO, Marisa. Literatura infantil brasileira e estudos literários. Estudos de Literatura Brasileira Contemporânea, Brasília, n. 36, p. 97-110, julho-dez. 2010.

LIVRARIA Cultura. Livros. Disponível em: http://www.livrariacultura.com.br/scripts/index.asp. Acesso em 10 out. 2012.

MONTUANI, Daniela F. B. O PNBE/2005 na Rede Municipal de Ensino de Belo Horizonte: uma discussão sobre os possíveis impactos da política de distribuição de livros de literatura na formação de leitores. Belo Horizonte: UFMG, FE, 2009. Dissertação (Mestrado).

MPEG. Ministério Público do Estado de Goiás. Centro de Apoio Operacional da Infância, Juventude e Educação. Recomendação de 25 de setembro de 2009. Disponível em http://www.mp.go.gov.br/portalweb/hp/8/docs/recomendacao_pnbe_-_mec_-_corrigida.pdf. Acesso em: 10 out. 2012.

PAIVA, Aparecida et al. Literatura na infância: imagens e palavras. Acervos do PNBE 2008 para a Educação Infantil. Brasília: MEC, 2008.

PAIVA, Aparecida. Selecionar é preciso, avaliar é fundamental: acervos de literatura para jovens leitores. Educação, Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 301-307, set./dez. 2012.

PAIVA, Fabrícia V. A literatura infanto-juvenil na formação social do leitor: a voz do especialista e a vez do professor nos discursos do PNBE 2005. Rio de Janeiro: UFRJ, FE, 2008. Dissertação (Mestrado).

PELTASON, Timothy. Seeing things as they are. Literary Imagination, v. 9, n. 2, 2007, p. 177–194. Doi: 10.1093/litimag/imm024 Acesso em 20 mar. 2011.

RAMOS, Paulo. MEC defende distribuição de obras de Will Eisner a escolas. Blog dos Quadrinhos. 23 jun. 2009. Disponível em: http://blogdosquadrinhos.blog.uol.com.br Acesso em: 10 out. 2012.

RIBEIRO, Veridiana. Diretor de escola recolhe livros com palavrões de biblioteca em União da Vitória (PR). Folha de São Paulo. 18 de jun. 2009. Disponível em http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u583250.shtml Acesso em: 10 out. 2012.

SILVA, Bruna L. M. da. Programa Nacional Biblioteca da Escola - edição 2006: a chegada dos acervos na Rede Municipal de Ensino de Belo Horizonte e a leitura de obras por jovens leitores. Belo Horizonte: UFMG, FE, 2009. Dissertação (Mestrado).

SILVEIRA, Rosa M. H. e BONIN, Iara T. A temática indígena em livros selecionados pelo PNBE: análises e reflexões. Educação, Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 329-339, UFN UFMG. Faculdade de Educação. Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita (Ceale). Programa Nacional Biblioteca da Escola: análise descritiva e crítica de uma política de formação de leitores. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/pnbe.pdf Acesso em: 11 jan. 2012a.

UFMG. Faculdade de Educação. Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita (Ceale). Banco de dados do CEALE. 2012b.

VIEIRA, William. Caçada ao racismo. Carta Capital. 21 set. 2012. Disponível em: http://www.cartacapital.com.br/sociedade/cacada-ao-racismo-2. Acesso em 10 out. 2012.

ZILBERMAN, Regina. A literatura infantil na escola. São Paulo: Global, 2003.

Downloads

Publicado

2014-11-25

Como Citar

COSSON, R.; PAIVA, A. O PNBE, a literatura e o endereçamento escolar. Remate de Males, Campinas, SP, v. 34, n. 2, p. 477–499, 2014. DOI: 10.20396/remate.v34i2.8635860. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8635860. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Documentos oficiais e políticas públicas de ensino

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)