Variações sobre os equívocos do debate do cânone

Autores

  • Fábio Akcelrud Durão Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/remate.v34i2.8635867

Palavras-chave:

Cânone. Teoria literária. Teoria crítica. Valor.

Resumo

O presente ensaio argumenta que todos os envolvidos no já célebre debate sobre o cânone literário estão equivocados. Tanto aqueles que defendem as chamadas grandes obras do Ocidente, quanto os que reivindicam a inclusão de novas vozes ou até mesmo a supressão dos escritores DWEM (Dead White European Males) desconsideram fatores de diversas ordens na situação social da literatura hoje. Ao invés de simplesmente apontar erros, o texto procura interpretar o debate do cânone como sintomático da crise da cultura na fase atual do capitalismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Akcelrud Durão, Universidade Estadual de Campinas

Professor livre-docente do Departamento de Teoria Literária da Unicamp. Seu doutorado foi feito na Duke University, onde estudou com Frank Lentricchia e Fredric Jameson. Autor de Modernism and Coherence (Peter Lang, 2008) e Teoria (literária) americana (Autores Associados, 2011). Coeditou, entre outros, Modernism Group Dynamics: The Politics and Poetics of Friendship (Cambridge Scholars Publishing, 2008). Organizou Culture Industry Today (Cambridge Scholars Publishing, 2010).

Referências

ABRAMS, M. H. The Mirror and the Lamp: Romantic Theory and the Critical Tradition. Oxford: O.U.P., 1971 [1953].

Althusser, Louis. Aparelhos Ideológicos do Estado. Tradução Walter André Evangelista e Maria Laura Viveiro de Castro. 3a ed. Rio de Janeiro: Graal, 1985 [1970].

Althusser, Louis. Sur la réproduction. Paris: P. U.F., 1995.

Benjamin, Walter. A Origem do Drama Trágico Alemão. Tradução João Barrento. Belo Horizonte: Autêntica, 2011 [1928].

Bloom, Allan. The Closing of the American Mind. Nova York: Simon & Schuster, 1987.

Bloom, Harold. The Anxiety of Influence: A Theory of Poetry. New York: Oxford University Press, 1973; 2d ed., 1997.

Bloom. Wallace Stevens: The Poems of our Climate. Ithaca, NY: Cornell University Press, 1977.

Bloom. The Western Canon: The Books and School of the Ages. New York: Harcourt Brace, 1994.

Debord, Guy. A Sociedade do Espetáculo. Tradução Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997 [1967].

Del Roio, Marcos. “Gramsci e a Emancipação do Subalterno”. Revista Sociologia e Política. Curitiba: nov 2007, p. 63-78.

Durão, Fabio Akcelrud. Modernism and Coherence: Four Chapters of a Negative Aesthetics. Bern/Frankfurt: Peter Lang, 2008.

Durão, Fabio Akcelrud. Modernismo e Coerência: Quatro Capítulos de uma Estética Negativa. São Paulo: Nankin Editorial, 2012.

Durão, Fabio Akcelrud. Teoria (literária) americana. Campinas, SP: Autores Associados, 2011.

Ellis, John M. Literature Lost Literature Lost: Social Agendas and the Corruption of the Humanities. New Haven, CT: Yale University Press, 1999.

Heller-Roazen, Daniel. Ecolalias. Tradução Fabio Akcelrud Durão. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2011 [2008].

Horkheimer, Max; Adorno, T.W. Dialética do Esclarecimento. Tradução Guido Antonio de Almeida. Rio de Janeiro: Zahar, 1985 [1947].

Leite, Pedro. “Pink Flamingos e a Gênese do Camp Cinematográfico”. In: Paz, Ravel; Durão, Fabio Akcelrud (Org.). A Indústria Radical: Leituras de cinema como arte-inquietação. São Paulo: Nankin Editorial, 2012.

Moraes, Reinaldo. Pornopopéia. Rio de Janeiro: Objetiva, 2011 [2008].

Ohmann, Richard. “The Shaping of a Canon”. In: Politics of Letters. Middletown, CT: Wesleyan University Press, 1987.

POE, Edgar Allan. “The Purloined Letter”. In: Edgar Allan Poe: Poetry and Tales. Nova York: Library of America, 1984 [1844].

Readings, Bill. The University in Ruins. Cambridge, MA: Harvard U.P., 1997.

Sontag, Susan. “Notes on camp”. In: Against Interpretation and Other Essays. Londres: Penguin, 2009 [1964].

The Princeton Encyclopedia of Poetry and Poetics. Princeton: Princeton U.P., 1993.

Downloads

Publicado

2014-11-25

Como Citar

DURÃO, F. A. Variações sobre os equívocos do debate do cânone. Remate de Males, Campinas, SP, v. 34, n. 2, p. 613–623, 2014. DOI: 10.20396/remate.v34i2.8635867. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/remate/article/view/8635867. Acesso em: 5 out. 2022.

Edição

Seção

Cânone e ensino de literatura