Banner Portal
A cidade subjetiva patrimonializada e a construção de uma política da afetividade
Capa: Lygia Eluf (sem título, série Desenhos da Quarentena, técnica: nanquim/papel, 35x15cm, 2020) e Carlos Lamari.
PDF

Palavras-chave

Patrimônio cultural
Bairro da Campina
Política da afetividade
Modos de subjetivação

Como Citar

BENGIO, Fernanda Cristine dos Santos. A cidade subjetiva patrimonializada e a construção de uma política da afetividade . Resgate: Revista Interdisciplinar de Cultura, Campinas, SP, v. 31, n. 00, p. e023004, 2023. DOI: 10.20396/resgate.v31i00.8667412. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/resgate/article/view/8667412. Acesso em: 22 abr. 2024.

Resumo

Objetivou-se, com este trabalho, refletir acerca dos usos sociais da cidade patrimonializada, considerando o bairro da Campina em Belém/Pará. Partindo das pistas teóricas e metodológicas reunidas por Michel Foucault (1996; 2010; 2013; 2015), Gilles Deleuze e Félix Guattari (1997), interrogamos a patrimonialização e sua relação com modos de subjetivação na contemporaneidade, sendo compreendida como um dispositivo que produz e faz circular afetos no território da cidade subjetiva. Os resultados demonstram a existência de heterotopias na cidade patrimonializada na interface com o turismo. Destacamos ainda a importância dos afetos como estratégia política de afirmação da existência, ou seja, uma política da afetividade como um dispositivo capaz de produzir modos coletivizados de habitar a cidade.

https://doi.org/10.20396/resgate.v31i00.8667412
PDF

Referências

ARANTES, Antônio. O patrimônio cultural e seus usos. Habitus, Goiânia v. 4, n. 1, p. 425-435, jan./jun. 2006. Disponível em: http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/habitus/article/view/362. Acesso em: 20 jan. 2018.

AUGUSTIN, André Coutinho; BEDUSCHI, Taine. Espaço público e segurança: uma análise da criminalidade nas praças Argentina e Raul Pilla em Porto Alegre. In: ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL, 18., 2019, Natal. Anais [...], Natal: Enanpur, 2019. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/333356690. Acesso em: 15 set. 2021.

CANANI, Aline Sapiezinskas Krás Borges. Herança, Sacralidade e Poder: sobre as diferentes categorias do patrimônio histórico e cultural no Brasil. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, ano 11, n. 23, p. 163-175, jan./jun. 2005. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ha/a/DdyW8tLQXzJb59CgD9V5y9M/?lang=pt. Acesso em: 10 ago. 2016 .

CARTA DE PRINCÍPIOS. O que é o Projeto Circular. Projeto Circular, [S. l.], 2021. Disponível em: https://www.projetocircular.org/projetos. Acesso em: 07 set. 2021.

DELEUZE, GILLES; GUATTARI, Félix. Mil Platôs – capitalismo e esquizofrenia. v. 4. São Paulo: Editora 34, 1997.

DELEUZE, Gilles; PARNET, Claire. O ABECEDÁRIO de Gilles Deleuze. Paris: Éditions Montparnasse, 1995. Filmado em: 1988-1989. Publicado em: 1995.

DIAS JÚNIOR, José do Espírito Santo. Entre cabarés e gafieiras: um estudo das representações boêmias em Belém – 1950-1980. 2013. Tese (Doutorado em História) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo. 2013.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. São Paulo: Edições Loyola, 1996.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. 2. ed. Rio de Janeiro; São Paulo: Paz e Terra, 2015.

FOUCAULT, Michel. O corpo utópico, as heterotopias. São Paulo: N-1 Edições, 2013.

FOUCAULT, Michel. A hermenêutica do sujeito. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

GUATTARI, Félix. Caosmose: um novo paradigma estético. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2012.

HARVEY, David. Cidades Rebeldes: do direito à cidade à revolução urbana. São Paulo: Martins Fontes, 2014.

HOLANDA, Aline Gomes. Democracia cultural e municipalização da cultura: o caso do Conselho Municipal de Cultura de Aracati. 2010. Dissertação (Mestrado em Políticas Públicas e Sociedade) – Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2010.

INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO ARTÍSTICO E NACIONAL. Lista dos bens culturais inscritos nos Livro do Tombo (1938-2012). Rio de Janeiro: Iphan, 2013.

MORHY, Samia; LIMA, José Júlio Ferreira. Modernização e destruição arquitetônica do bairro da Campina, Belém do Pará. Revista Amazônia Moderna, Palmas, v. 2, n. 1, p. 20-39, abr/set. 2018. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/amazoniamoderna/article/download/6205/14471/. Acesso em: 28 jan. 2023.

ORELLANA, Rodrigo de Castro. A ética da resistência. Ecopolítica, PUC-SP, São Paulo, v. 2, p. 37-63, abr. 2012. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/ecopolitica/article/view/9089/6693. Acesso em: 28 jan. 2023.

PM 1. Participante da pesquisa Morador do bairro 1. [Entrevista concedida a] Fernanda Cristine dos Santos Bengio. Belém-Pa, jun. 2016. Arquivo pessoal.

PM 2. Participante da pesquisa Morador do bairro 2. [Entrevista concedida a] Fernanda Cristine dos Santos Bengio. Belém-Pa, jun. 2016. Arquivo pessoal.

PM 3. Participante da pesquisa Morador do bairro 3. [Entrevista concedida a] Fernanda Cristine dos Santos Bengio. Belém-Pa, jul. 2016. Arquivo pessoal.

PP 1. Participante da pesquisa integrante do Projeto 1. [Entrevista concedida a] Fernanda Cristine dos Santos Bengio. Belém-Pa, jan. 2017. Arquivo pessoal.

PP 2. Participante da pesquisa integrante do Projeto 2. [Entrevista concedida a] Fernanda Cristine dos Santos Bengio. Belém-Pa, jan. 2017. Arquivo pessoal.

PP 3. Participante da pesquisa integrante do Projeto 3. [Entrevista concedida a] Fernanda Cristine dos Santos Bengio. Belém-Pa, fev. 2017. Arquivo pessoal.

SANDRONI, Carlos. Samba de roda, patrimônio imaterial da humanidade. Estudos avançados, São Paulo, v. 24, n. 69, p. 373-388, ago. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ea/a/dBfRTxGdpcQh4VffwpLjhMx/?lang=pt. Acesso em: 15 jun. 2015.

SENNETT, Richard. O declínio do homem público: as tiranias das intimidades. 1. ed. Rio de Janeiro: Record, 2014.

SILVEIRA, Flávio Leonel Abreu da; SOARES, Pedro Paulo de Miranda Araújo. As paisagens fantásticas numa cidade amazônica sob o olhar dos taxistas. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 27, n. 80, p. 153-168, out. 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0102-69092012000300009&script=sci_abstract. Acesso em: 25 jun. 2018.

SMITH, Melanie. The globalisation of heritage tourism. In: SMITH, Melanie. Issues in Cultural Tourism Studies. 2. ed. New York: Routledge, 2006. p. 99-116.

SOARES, Karol Gillet. As formas de morar na Belém da belle-époque (1870-1910). 2008. Dissertação (Mestrado em História Social) – Universidade Federal do Pará, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Belém, 2008.

SOUSA, Silvia Lilia Silva. Na batalha e na militância: o cotidiano de prostitutas no bairro da Campina, Belém-PA. Iluminuras, Porto Alegre, v. 19, n. 47, p. 278-290, dez. 2018. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/iluminuras/article/download/89035/51293. Acesso em: 05 out. 2021.

SOUZA, Roseane Silveira. Teatro da Paz: histórias invisíveis em Belém do Grão-Pará. Anais do Museu Paulista, local, v. 18, n. 2, p. 93-121, mês (abreviado) 2010. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0101-47142010000200003. Acesso em: 10 set. 2022.

SPINOZA, Bento. Ética. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

TRINDADE, José Ronaldo. Errantes da Campina: Belém, 1880-1900. 1999. Dissertação (Mestrado em História) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1999.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Resgate: Revista Interdisciplinar de Cultura

Downloads

Não há dados estatísticos.