Banner Portal
Patrimônio cultural da USP São Carlos
Capa: Lygia Eluf (sem título, série Desenhos da Quarentena, técnica: nanquim/papel, 35x15cm, 2020) e Carlos Lamari.
PDF

Palavras-chave

Educação patrimonial
Patrimônio cultural
USP São Carlos

Como Citar

FARACO, André Frota Contreras; VIZIOLI, Simone Helena Tanoue. Patrimônio cultural da USP São Carlos: identificação e interpretação por meio da Educação Patrimonial. Resgate: Revista Interdisciplinar de Cultura, Campinas, SP, v. 31, n. 00, p. e023023, 2024. DOI: 10.20396/resgate.v31i00.8670963. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/resgate/article/view/8670963. Acesso em: 22 abr. 2024.

Resumo

Este artigo apresenta uma ação de Educação Patrimonial realizada com um grupo de universitários do campus São Carlos da USP no 2º semestre de 2021. O objetivo da ação foi realizar um processo educativo que oportunizasse aos alunos a desnaturalização do território da universidade sob a perspectiva do Patrimônio Cultural, de forma a identificá-lo, interpretá-lo e representá-lo. A ação ocorreu em 3 etapas: 1) mobilização das experiências e vivências dos alunos; 2) entrecruzamento dessas experiências com os conhecimentos do campo do Patrimônio Cultural e da representação e linguagem; 3) sistematização do conhecimento em um Inventário Participativo. Espera-se, com este trabalho, lançar luz sobre o Patrimônio Cultural dos universitários, além de consolidar o referencial teórico-conceitual utilizado como referência, as estratégias de ação e as ferramentas utilizadas.

https://doi.org/10.20396/resgate.v31i00.8670963
PDF

Referências

ARANTES, Antonio Augusto. A salvaguarda do patrimônio cultural imaterial no Brasil. In: BARRIO, Ángel Espina; MOTTA, Antonio; GOMES, Mário Hélio (org.). Inovação Cultural, Patrimônio e Educação. Recife: Fundação Joaquim Nabuco; Editora Massangana, 2009. p. 52-63.

inventario.usp.sc. 2022. Tema: Inventário Participativo de referências culturais dos universitários da USP São Carlos. Disponível em: https://www.instagram.com/inventario.usp.sc/. Acesso em: 23 set. 2022.

BENJAMIN, Walter. A obra de arte na era de sua reprodutibilidade técnica. In: BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução de Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 2012. p. 179-212. 8. ed.

CAFFÉ, Carla. Av. Paulista. São Paulo: Cosac Naify; Edições SESC SP, 2009.

CPC. Carta do patrimônio cultural da Universidade de São Paulo. São Paulo: CPC – Centro de Preservação Cultural da Universidade de São Paulo, s.d. Disponível em: https://cpc.webhostusp.sti.usp.br/index.php/patrimonio-da-usp/artigos-da-carta-patrimonial/. Acesso em: 25 jun. 2022.

DEMARCHI, João Lorandi. Referências culturais da escola, na escola: contribuições do Projeto Interação para a educação patrimonial. 2020. Dissertação (Mestrado em Geografia Humana) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2020. p. 83, 127, 128, 129 e 131. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8136/tde-13082020-132634/pt-br.php. Acesso em: 09 nov. 2020.

DIRETÓRIO Central dos Estudantes da USP. DCE Livre Alexandre Vannucchi Leme. Relatório da pesquisa sobre o retorno presencial na USP. 2021. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1_WcDt6pOR2U7B2JEJubgdCtkFVXrcP-B/view?fbclid=IwAR15xfJLA20h8afdoWmzTXMJ8KdvDJQFMdmQ9Ttv1lPWK3l1IAvxOo0LWTk. Acesso em: 15 fev. 2022.

DODEBEI, Vera. Patrimônio e Memória Digital. Revista Morpheus, Rio de Janeiro, v. 5, n. 8, p. 05, 2006. Disponível em: http://seer.unirio.br/index.php/morpheus/article/view/4759. Acesso em: 11 maio 2020.

EPTV 1. Estudantes da USP e da UFSCar movimentam R$ 20 milhões por mês em São Carlos, diz Acisc. Portal G1 São Carlos e Araraquara, São Carlos e Araraquara, 10 de março de 2020. Disponível em: https://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2020/03/10/estudantes-da-usp-e-da-ufscar-movimentam-r-20-milhoes-por-mes-em-sao-carlos-diz-acisc.ghtml. Acesso em: 15 fev. 2022.

FERRARA, Lucrécia D’Aléssio. Leitura sem palavras. 4. ed. São Paulo: Editora Ática, 1997. p. 7, 35 e 36.

FERRARA, Lucrécia D’Aléssio. Olhar periférico: Informação, Linguagem, Percepção Ambiental. São Paulo: Editora da USP. 2. ed. 1999. p. 21, 71e 72.

FLORÊNCIO, Sônia Rampim. Política de educação patrimonial no Iphan: diretrizes conceituais e ações estratégicas. Revista CPC, [S. l.], v. 14, n. 27 esp., p. 55-89, 2019. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/cpc/article/view/159666. Acesso em: 17 jan. 2022.

FLUSSER, Vilém. O universo das imagens técnicas: elogio da superficialidade. São Paulo: Annablume, 2008. p. 15, 26.

FONSECA, Maria Cecília Londres. Referências Culturais: Base para novas políticas de patrimônio. Políticas Sociais: acompanhamento e análise, Brasília, Rio de Janeiro, n. 2, 2001, p. 111-120. Disponível em: http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/4175/1/bps_02_completo.pdfhttp://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/4175/1/bps_02_completo.pdf. Acesso em: 03 nov. 2019.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 24. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. ed. 71. Rio de Janeiro; São Paulo: Paz e Terra, 2019. p. 116.

GONÇALVES, José Reginaldo Santos. Monumentalidade e Cotidiano: os patrimônios culturais como gêneros de discurso. In: OLIVEIRA, Lúcia Lippi (org.). Cidade: história e desafios. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2002. p. 108-123.

LE GOFF, Jacques. Memória. In: LE GOFF, Jacques. História e memória. Tradução: Bernardo Leitão et al. Campinas: Editora da Unicamp, 1990. p. 423-484. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4594598/mod_resource/content/1/LE_GOFF_HistoriaEMemoria.pdf. Acesso em: 10 set. 2019.

LONDRES, Cecília. Referências Culturais: Base Para Novas Políticas de Patrimônio. In: INSTITUTO do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Inventário Nacional de Referências Culturais: Manual de Aplicação. Brasília: Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, 2000. p. 11-21.

MACIEL, Ana Carolina de Moura Delfim. Memórias colecionáveis: Testemunhos audiovisuais com doadores do Museu Paulista (USP). In: MAUAD, Ana Maria (Org.). História oral e mídia: Memórias em movimento. São Paulo: Letra e Voz, 2016. p. 71-92.

MARTINS, Alice Fátima; TEIXEIRA, João Gabriel L. C.; VIANNA, Leticia C. R. O audiovisual e as políticas de salvaguarda e de proteção da cultura popular. Políticas Culturais em Revista, v. 6, n. 2, p. 28-39, 2013. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/pculturais/article/view/9899. Acesso em: 11 maio 2020.

MASSIRONI, Manfredo. Ver pelo desenho: aspectos técnicos, cognitivos, comunicativos. Tradução: Cidália de Brito. Lisboa: Edições 70, 1982.

NITO, Mariana Kimie da Silva et al. Desenho em camadas como abordagem de Inventário Participativo: as ações educativas em Nova Olinda (CE) e Santa Bárbara d’Oeste (SP). Sillogés, v. 5, n. 1, p. 390-414, 2022. Disponível em: http://historiasocialecomparada.org/revistas/index.php/silloges/article/view/189. Acesso em: 03 ago. 2022.

NOGUEIRA, Antônio Gilberto Ramos. O campo do patrimônio cultural e a história: itinerários conceituais e práticas de preservação. Antíteses, Londrina, v. 7, p. 45-67, 2014. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/antiteses/article/view/19969/15603. Acesso em: 06 ago. 2019.

PALLASMAA, Juhani. Os olhos da pele: a arquitetura e os sentidos. Tradução: Alexandre Salvaterra. Porto Alegre: Bookman, 2011.

PORTAL G1 São Carlos e Araraquara. Com jogos e shows, 40ª Tusca deve atrair 30 mil pessoas por dia e movimentar R$ 20 milhões. Portal G1 São Carlos e Araraquara, São Carlos e Araraquara, 11 de novembro de 2019. Disponível em: https://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2019/11/11/com-jogos-e-shows-40o-tusca-deve-atrair-30-mil-pessoas-por-dia-e-movimentar-r-20-milhoes.ghtml. Acesso em: 15 fev. 2022.

PORTAL G1 São Carlos e Araraquara. Universitários aquecem a economia de São Carlos. Portal G1 São Carlos e Araraquara, São Carlos e Araraquara, 16 de novembro de 2018. Disponível em: https://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2018/11/16/universitarios-aquecem-a-economia-de-sao-carlos.ghtml. Acesso em: 15 fev. 2022.

PORTAL USP-SÃO CARLOS. Portal USP-São Carlos, 2022. História e números. Disponível em: http://www.saocarlos.usp.br/creditos/. Acesso em: 15 fev. 2022.

SÃO CARLOS. Prefeitura Municipal de São Carlos, 2022. História de São Carlos. Disponível em: http://www.saocarlos.sp.gov.br/index.php/historia-da-cidade/115269-historia-de-sao-carlos.html. Acesso em: 15 fev. 2022.

SCIFONI, Simone. Interpretar qual patrimônio? A experiência do Inventário Participativo do Minhocão, São Paulo. In: SIMPÓSIO CIENTÍFICO 2019 DO ICOMOS/BRASIL. Autenticidade em risco, 3., Belo Horizonte, 2019. Anais [..]. Disponível em: chrome-extension://efaidnbmnnnibpcajpcglclefindmkaj/viewer.html?pdfurl=https%3A%2F%2Feven3.blob.core.windows.net%2Fprocessos%2F3e2cd59ec4a14aceba6e.pdf&clen=329119. Acesso: 01 abr. 2022.

SMITH, Laurajane. El “espejo patrimonial”. ¿Ilusión narcisista o reflexiones múltiples?. Antípoda, Revista de Antropología y Arqueología, n. 12, Bogotá, p. 39-63, jan./jun. 2011. Disponível em: https://revistas.uniandes.edu.co/doi/abs/10.7440/antipoda12.2011.04. Acesso em: 22 fev. 2022.

UFSCAR – Universidade Federal de São Carlos. Universidade Federal de São Carlos, 2022. Campus São Carlos. Disponível em: https://www.ufscar.br/a-ufscar/campus-sao-carlos. Acesso em: 15 fev. 2022.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2024 Resgate: Revista Interdisciplinar de Cultura

Downloads

Não há dados estatísticos.