Banner Portal
Auto(trans)formação permanente e desenvolvimento docente no contexto do PIBID
PORTUGUÊS
ENGLISH

Arquivos suplementares

Sem título

Palavras-chave

Auto(trans)formação
Formação de professores
PIBID
Círculos dialógicos Investigativo-formativos
Desenvolvimento profissional docente.

Como Citar

RAMOS, Maria Rosângela Silveira; HENZ, Celso Ilgo; BOLZAN, Dóris Pires Vargas. Auto(trans)formação permanente e desenvolvimento docente no contexto do PIBID. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, SP, v. 5, p. e019003, 2019. DOI: 10.20396/riesup.v5i0.8652428. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/riesup/article/view/8652428. Acesso em: 18 maio. 2024.

Resumo

Este artigo resulta de uma pesquisa de doutorado concluída em 2017, que teve como objetivo compreender e analisar a realização e os desdobramentos formativos do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), nos subprojetos de Química e Biologia em uma Instituição de Ensino Superior. As narrativas apresentadas são retiradas dos diálogos emergidos nos encontros presenciais, realizados em cada campus participante da pesquisa. Nesses encontros, utilizamos a metodologia dos Círculos Dialógicos Investigativo-formativos, inspirados nos Círculos de Cultura freireanos em aproximação com a pesquisa-formação . Os encontros possibilitaram a percepção de que os Círculos Dialógicos Investigativo-formativos contribuem para a ação-reflexão-ação sobre as práxis educativas dos pibidianos e com a auto(trans)formação permanente tanto dos professores quanto dos bolsistas de iniciação, contribuindo com o desenvolvimento profissional docente.

https://doi.org/10.20396/riesup.v5i0.8652428
PORTUGUÊS
ENGLISH

Referências

BRANDÃO. Carlos Rodrigues. O que é Método Paulo Freire. Editora Brasiliense. Coleção Primeiros Passos. 2013.

CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa em Ciências Humanas e Sociais. São Paulo: Cortez, 2010.

CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa qualitativa em ciências humanas e sociais. 6. Ed,. Petrópolis. RJ: Vozes, 2014.

DAY, Christopher. Desenvolvimento profissional de professores: os desafios da aprendizagem permanente. Porto, Portugal: Porto Editora, 2001.

FIORI, Ernani Maria. Aprender a dizer sua palavra (Prefácio). In: FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. Ed: Paz e Terra, Rio de Janeiro, 1987.

FREIRE, Paulo. Educação e Mudança. 1 ed. Rio de Janeiro; Paz e Terra, 1979.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 17a ed. Rio de Janeiro; Paz e Terra, 1987.

FREIRE, P. A importância do ato de ler – em três artigos que se completam. 51. Ed. 2ª reimpressão Cortez Editora. Perdizes. São Paulo, SP. 2011.

FREIRE, Paulo. Professora sim, tia não: cartas a quem ousa ensinar. 1ed. São Paulo: Paz e Terra, 2013.

FREIRE. Educação como prática da liberdade. 33.Ed. São Paulo: Paz e Terra, 2014

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia – Saberes necessários a prática educativa. Paz e Terra. 24a Edição. 2015a.

FREIRE, Paulo. Política e Educação. Organização de Ana Maria Araújo Freire. 2a ed. São Paulo: Paz e Terra, 2015b.

FREITAS. Ana Lúcia Souza de .Conscientização. In: STRECK, DANILO; REDIN, EUCLIDES; ZITKOSKI, JAIME JOSÉ (Orgs). Dicionário Paulo Freire. 2.Ed. Belo Horizonte: Autentica, 2010. p. 88-89.

GAMA, R. P. Desenvolvimento profissional com apoio de grupos colaborativos: o caso de professores de matemática em início de carreira. 2007. 240 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática), Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2007.

GARCIA, Carlos Marcelo A Formação de Professores: Novas perspectivas baseadas na investigação sobre o pensamento do professor. In: Nóvoa, A (Org.). Os professores e sua formação. 1992. p. 51- 76. Lisboa: Publicações Dom Quixote

GARCIA, Carlos. Marcelo. Formação de professores: para uma mudança educativa. Portugal: Porto Editora, 1999

GIL, Antonio Carlos. Estudo de Caso. São Paulo: Atlas, 2009.

XX. Razão-emoção Crítico-reflexiva: um desafio permanente na capacitação de professores. Porto Alegre, RS: UFRGS, 2003. Tese [Doutorado] – Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

XX .“Dialogus”: Formação Permanente, Humanização e Cidadania. In: VI ENCONTRO INTERNACIONAL DE INVESTIGADORES DE POLÍTICAS EDUCATIVAS (VI EIIPE), XX (organizadora). – Santa Maria. Anais ...:Santa Maria, Universidade Federal de Santa Maria, Asociación de Universidades Grupo Montevideo, 2014a.p. 47-52.

XX. Círculos, dialógicos investigativo-formativos: pesquisa-formação permanente de professores. In: SEMINÁRIO NACIONAL COM PAULO FREIRE, 7, Bento Gonçalves. Anais do 8º seminário. ISBN: 978-85-64961-06-7 Bento Gonçalves, 2014b, p. 448-457. E-book.

XX. Círculos Dialógicos Investigativo-Formativos e Auto(trans)formação Permanente de Professores. In: XX; TONIOLO, Joze Medianeira dos Santos Andrade. (Orgs.). Dialogus: círculos dialógicos, humanização e auto(trans)formação de professores. Editora Oikos Ltda. São Leopoldo/RS. 2015. p. 17-28

XX. Círculos dialógicos investigativo-formativos: uma possibilidade de pesquisa entrelaçando os círculos de cultura freireanos e a pesquisa-formação. In: FÓRUM DE ESTUDOS E LEITURAS DE PAULO FREIRE – EDUCAR COM SERIEDADE SIM, MAS COM ALEGRIA! AS CLASSES POPULARES NA EDUCAÇÃO PÚBLICA, 17, Santa Maria. Anais... Santa Maria.

IMBERNÓN, Francisco. Formação permanente do professorado: novas tendências. Tradução de Sandra Valenzuela.. 3a reimpressão. São Paulo: Cortez, 2009.

IMBERNÓN, Francisco. Formação continuada de professores. Porto Alegre: Artmed, 2010.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez. São Paulo, SP. 2011.

XX (Orgs). Trajetórias da docência: articulando estudos sobre os processos formativos e a aprendizagem de ser professor. In: Pedagogia Universitária e desenvolvimento Profissional Docente. ediPUCRS. Porto Alegre, 2009. p. 121-143.

ISAIA, S. Verbetes. In: CUNHA, M. I. e ISAIA, S. Formação Docente e Educação Superior. In: MOROSINI, Marília Costa. (Org.) Enciclopédia de Pedagogia Universitária – Glossário. Brasília, v.2, 2006, p.351, 352, 357, 358, 368, 369, 370, 374, 375, 3776, 377, 381.

JOSSO, Marie-Christine. Experiências de vida e formação. São Paulo, SP: Cortez, 2004.

JOSSO, Marie-Christine. Caminhar para si. Tradução Albino Pozzer, revisão Maria Helena Menna Barreto Abrahão. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010.

MARCELO, Carlos. A identidade docente. Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação Docente. Belo Horizonte, v. 01, n. 01, p.109-131, ago/dez 2009.

NÓVOA, Antonio (Org).Formação de Professores e Profissão Docente. In: Os professores e a sua formação. Portugal: Porto, 1997

NÓVOA. A. Para uma formação de professores construída dentro da profissão. Revista de Educación. N. 350, dez. 2009, p. 203-218. Disponível em: <http://www.mecd.gob.es/revista-de-educacion/numeros-revista-educacion/numeros-anteriores/2009/re350.html>. Acesso em: 05 mar. 2017.

PIMENTA, Selma Garrido; ANASTASIOU, Léa das Graças Camargos. Docência no Ensino Superior. São Paulo: Cortez, 2002.

SANTOS, L.L.C.P. Problemas e alternativas no campo da formação de professores. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, nº 72, Brasília, set./dez. 1991, pp. 318-334

STRECK, Danilo. Esperança. In: STRECK, Danilo REDIN, Euclides; ZITKOSKI, Jaime José (Orgs). Dicionário Paulo Freire. 2.Ed. Belo Horizonte: Autentica, 2010. P. 161

ZITKOSKI, Jaime José. Diálogo/dialogicidade. In: STRECK, DANILO; REDIN, EUCLIDES; ZITKOSKI, JAIME JOSÉ (Orgs). Dicionário Paulo Freire. 2.Ed. Belo Horizonte: Autentica, 2010. p. 117-118.

YIN, Robert K. Estudo de caso – planejamento e métodos. Tradução Cristhian Matheus Herrera. 5 ed. Porto Alegre Bookman, 2015.

Revista Internacional de Educação Superior utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.